embrapa news

Publicado: setembro 13, 2021 em embrapa pesquisa agropecuária __

Notícias
10/09/21 |   Estudos socioeconômicos e ambientais  Transferência de Tecnologia
Evento virtual aborda planejamento do negócio e oportunidades de mercado na cadeia da mandioca e derivados
Nesta terça-feira, 14 de setembro, às 14h, a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária – Embrapa, vinculada ao Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, realiza o webinar “Planejamento do negócio e oportunidades de mercado na cadeia da mandioca e derivados”.
… Ministrada pelo pesquisador Gilmar Santos, a primeira palestra tem como objetivo explicar a importância do planejamento do negócio e orientar o empreendedor a relacionar e aplicar as etapas do processo dentro de uma sequência lógica: planejamento estratégico, modelo de negócio e plano de negócio.

…Na segunda palestra, o pesquisador Carlos Estevão Cardoso apresenta as oportunidades de mercado para a mandioca (farinha, mandioca de mesa e fécula), considerando as alternativas e os aspectos importantes para o sucesso do negócio.

…Os dois palestrantes e a moderadora, Áurea Albuquerque Gerum, são pesquisadores do Núcleo de Ações Estratégicas da Embrapa Mandioca e Fruticultura (Cruz das Almas, BA). O evento vai ser transmitido simultaneamente pelo canal da Embrapa no YouTube (youtube.com/embrapa) e pelo facebook da Embrapa Mandioca e Fruticultura (facebook/embrapamandiocaefruticultura).
Serviço:
Webinar: Planejamento do negócio e oportunidades de mercado na cadeia da mandioca e derivados
Data: 14/9 (terça)
Horário: 14h
Palestras:
– Planejamento do negócio na cadeia da mandioca e derivados – Gilmar Santos (pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura)
– Oportunidades de mercado na cadeia da mandioca e derivados – Carlos Estevão Cardoso (pesquisador da Embrapa Mandioca e Fruticultura)
Moderadora: Áurea Albuquerque Gerum (pesquisadora da Embrapa Mandioca e Fruticultura)
Link de transmissão: youtu.be/r_35Q9RGFjQ

 ImprimirEvento virtual aborda planejamento do negócio e oportunidades de mercado na cadeia da mandioca e derivados

- - -

 

mam ba pet _

Publicado: setembro 13, 2021 em cultura, divulgação

MAM-Bahia inicia ‘Projeto Pet Friendly

A cadelinha Pepinha (fotos) tem 2,5 anos de vida e nasceu na zona rural do município de Várzea da Roça, na região centro-norte da Bahia, onde era acostumada a caçar. Na última sexta-feira (10), já morando em Salvador, ela fez uma programação diferente: juntamente com seus donos, a jornalista Maria Paula Marques e o advogado Pedro Nabuco, ela assistiu ao pôr do sol no Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-Bahia), complexo arquitetônico-histórico do Solar do Unhão originário do século XVII e localizado às margens da Baía de Todos os Santos.
“É um passeio muito bom e Pepinha está super tranquila”, disse Maria Paula sobre a reação da cadelinha estar à beira-mar apreciando o pôr do sol, com Pedro e um grupo de amigos. “Só nos pediram para mostrar o saquinho plástico, obrigatório para trazer animais de estimação aqui”, completou Pedro. A cadelinha também usava coleira e correia/guia segura pelos donos. Esse momento aconteceu graças ao ‘Projeto Pet Friendly’ do MAM-Bahia iniciado neste mês de setembro.
ESPAÇOS ABERTOS e REGRAS – “Iniciamos a liberação controlada para acesso de animais de estimação nos espaços externos do museu”, explica a coordenadora-geral do MAM-Bahia, Marília Gil. Segundo ela, o museu dispõe do Pátio da Mangueira com cerca de 520 m² e o Pátio do Pôr do Sol com mais de 1.600 m². “Esses espaços são amplos possibilitando que as pessoas fiquem com distância regulamentar e ainda com a brisa do mar, resultando em áreas seguras e saudáveis para todos”, completa Marília Gil.
‘Pet Friendly’ é uma expressão em inglês utilizada em todo o mundo e que significa ‘amigos de animais domésticos’. O termo é usado por lugares onde os animais domésticos são bem-vindos e aceitos. Mas para os pets terem acesso no MAM, existem regras. Cães e gatos são permitidos desde que adestrados e com suas coleiras e guias/correias para o controle dos seus donos. “Os donos dos animais de estimação devem trazer sacos plásticos para recolhimento de fezes e colocação nas lixeiras do museu, caso ocorra essa necessidade”, relata Marília.
  Já animais de grande porte, como das raças pit bull e rottweiler, dentre outras, só são aceitos com guias e focinheiras de segurança e a responsabilidade legal dos donos. Pets em espaços expositivos internos (Capela e Casarão) só serão aceitos se forem cães-guias treinados para deficientes visuais. “A Lei n°11.126/2005 fornece direito ao portador de deficiência visual permanecer em ambientes de uso coletivo acompanhados de cães-guias”, diz a coordenadora Marília.
BRASIL, EUROPA e ESTADOS UNIDOS – Não são todos os museus que aceitam pets. No Brasil não é comum. Em Salvador, o MAM-Bahia é o único museu que se intitula como ‘Pet Friendly’ através desse projeto. É mais usual encontrar hotéis, padarias, cafés, restaurantes e até livrarias que aceitam pets, mas não museus.
Na Europa muitos museus aceitam pets. Na Itália, por exemplo, o Museu Nacional do Automóvel (Turim) e o Museu Arqueológico (Nápoles), dentre outros. Nos Estados Unidos, o San Luis Obispo Museum of Art, The Western Railway Museum e o Southern Railway Museum (Califórnia). Em Portugal aceitam pets o Museu de Olaria (Barcelos) e o Pavilhão do Conhecimento Ciência Viva (Lisboa), dentre outros.
EXPOSIÇÃO e CAFÉ – Além de passearem com os pets, os donos podem visitar a exposição em cartaz ‘O museu de Dona Lina’ aberta até 10 de dezembro no MAM. A visitação é de terça a sexta-feira, sempre das 13h às 17h. Ainda em setembro (2021) a mostra abrirá também aos finais de semana. Já o Café Saladearte fica aberto, de terça à sexta-feira, das 12h às 19:30h.
A entrada e o estacionamento (capacidade p/mais de 50 veículos-passeio) no museu são gratuitos. Mais informações: acompanhe nossas redes sociais (instagram e facebook) ou via telefone (71) 31176132, com atendimento das 9h às 12h e das 13h às 15h. O MAM é vinculado ao Instituto do Patrimônio (www.ipac.ba.gov.br/museus) da Secretaria de Cultura da Bahia (SecultBA).
Em 13.09.2021, Assessoria de Comunicação – MAM
Geraldo Moniz de Aragão (1498-mte.ba)
geraldomoniz.mam@gmail.com, 071 99102.7394
Fotos de grupos/áreas MAM: Geraldo Moniz 1498mtba
Fotos aéreas: @daniel.pujol
Museu de Arte Moderna da Bahia
Av. Contorno, s/n°, Solar do Unhão
CEP 4006-060 Salvador Bahia

lnkdn bulle

Publicado: setembro 12, 2021 em jornalismo, mídia digital_web

LinkedIn NotíciasLinkedIn Notíciasdomingo, 12 de setembroBoletim Diário: principais manchetes, do LinkedIn Notícias confira as notícias de hoje
Banco Central facilita transferências internacionais

Banco Central facilita transferências internacionais

A transação vai funcionar como uma compra: o banco não precisará fazer operação de câmbio para cada envio de recursos.

Leia mais sobre esta notíciaO que as pessoas estão falandoRodolfo Oliveira da SilvaINSTITUIÇÕES DE PAGAMENTO PODERÃO OFERECER SERVIÇO DE CÂMBIO O Conselho Monetário Nacional (CMN) e o Banco Central (BC) aperfeiçoaram a regulamentação cambial e de capitais internacionais para aumentar a competição, a inclusão financeira e a inovação no setor. Entre as novidades, estão:

·      Instituições não bancárias poderão utilizar suas contas em moeda estrangeira no exterior para liquidar pagamentos e transferências internacionais; ·      Contas de pagamento pré-pagas poderão ser usadas, sem limitação de valor, para comprar moeda estrangeira; CTVM, DTVM, Corretoras de Câmbio e IPs, poderão realizar pagamentos e transferências internacionais utilizando contas em moeda estrangeira de sua titularidade mantidas no exterior;

·      Realização de transferências pessoais (remittances) e de transferências de recursos entre contas mantidas pelo cliente no País e no exterior de até US$10 mil;

·      Tratamento uniforme para as transações realizadas com a participação de emissores de cartão de uso internacional, de empresas facilitadoras de pagamentos internacionais e de intermediários e representantes em aquisições de encomendas internacionais (eFX).   Essas medidas entram em vigor em 1º de outubro de 2021, à exceção da permissão de autorização para as IPs atuarem no mercado de câmbio, que entrará em vigor em 1º de setembro de 2022. Confira aqui a matéria: https://lnkd.in/dfDvYyQA #lawtech #compliance #cambio #bacen #cvm

Biden estabelece meta para energia solar

Biden estabelece meta para energia solarA meta faz parte do esforço do país para combater as mudanças climáticas. Em 2020, no entanto, a energia solar forneceu menos de 4% da eletricidade do país.

247

Publicado: setembro 12, 2021 em Uncategorized

AAA
Daniel Cara: “não se cria frente ampla com o bolsonarismo, e o MBL é o bolsonarismo”
Daniel Cara: “não se cria frente ampla com o bolsonarismo, e o MBL é o bolsonarismo”
Em entrevista à TV 247, o educador e professor da USP lamentou que muitos da esquerda tenham caído no “canto das sereias” do movimento de “gente nefasta”. “Não tenho nenhum problema em construir politicamente com quem quer que seja. Eu só não construo com cafajeste e o MBL”, disse. Assista
Leia mais
Documentário sobre fakeada de Juiz de Fora é sucesso de público e de crítica Documentário sobre fakeada de Juiz de Fora é sucesso de público e de crítica
Repórter investigativo Joaquim de Carvalho apontou todos os furos do episódio usado por Jair Bolsonaro para fugir dos debates em 2018 e exige a reabertura do caso
Leia mais
“Estamos lutando contra a ultradireita internacional”, diz Brian Mier “Estamos lutando contra a ultradireita internacional”, diz Brian Mier
O jornalista, em entrevista à TV 247, afirmou que a luta contra o fascismo deve ir muito além das manifestações de rua, buscando combater a influência global da “ultradireita supremacista branca”. “Uma das táticas que a gente precisa desenvolver muito rápido é como bater esses neonazistas da ultradireita internacional”. AssistLeia maisCardozo: governo Bolsonaro acabou sem sequer ter começado Cardozo: governo Bolsonaro acabou sem sequer ter começado
Ex-ministro da Justiça do governo Dilma afirmou que a nota de recuo de Jair Bolsonaro gera um forte senso de descrença em sua base de apoio. O problema inviabiliza de vez o governo, avaliou. “Aliás, não sei se o governo começou. Começou nas trapalhadas, não nas medidas, porque ele não fez absolutamente nada”. AssistaLeia mais“Qualquer governo que não enfrente o latifúndio está fadado ao fracasso”, diz Alysson Mascaro “Qualquer governo que não enfrente o latifúndio está fadado ao fracasso”, diz Alysson Mascaro
Jurista denunciou o papel do agronegócio brasileiro nas manifestações golpistas do 7 de setembro e advertiu para a força social do ramo. Para ele, somente políticas radicais, como uma reforma agrária, poderiam reduzir a influência do “latifúndio”. Assista na TV 247
Leia mais“Houve uma redução dramática da base do Bolsonaro”, avalia João Cezar de Castro Rocha “Houve uma redução dramática da base do Bolsonaro”, avalia João Cezar de Castro Rocha
Pesquisador do discurso da extrema-direita, o professor acredita que Jair Bolsonaro esperava uma adesão maior aos protestos tanto por parte da sociedade como das forças de segurança. “Seria um equívoco atribuir a Bolsonaro uma força que ele não tem”. Assista na TV 247
Leia mais“Lula tem ampla capacidade de diálogo e não guarda ressentimentos”, diz Celso Amorim “Lula tem ampla capacidade de diálogo e não guarda ressentimentos”, diz Celso Amorim
O ex-chanceler defendeu que o ex-presidente Lula conduza a tarefa de dialogar com todos os setores da sociedade no Brasil pós-Bolsonaro. Em entrevista à TV 247, o ex-ministro afirmou que as reformas mais importantes devem ser garantidas, mas que avanços também virão através da composição “com vários setores”. Assista
Leia mais
Genoino diz que é preciso radicalizar a luta no Congresso e nas ruas Genoino diz que é preciso radicalizar a luta no Congresso e nas ruas
Ex-deputado e ex-presidente do PT defendeu a radicalização do movimento antibolsonarista, tanto nas ruas, por meio de manifestações populares, como no Congresso, através da pressão institucional. “Não adianta um meio termo, não adianta fazer de conta que não há uma crise institucional profunda”. Assista
Leia mais

Lute como Liana – Camiseta Raglan
R$59,90 Comprar

Jornalismo Independente – Moletom RaglanR$179,90 R$239,90 ComprarEditora 247São Paulo
“Lula tem ampla capacidade de diálogo e não guarda ressentimentos”, diz Celso Amorim

RELIGIÃO LITURGIA DIÁRIAdom total liturgia
Dia 30 de Agosto – Segunda-feira
XXII SEMANA DO TEMPO COMUM
(Verde – Ofício do Dia)

Antífona de Entrada
Tende compaixão de mim, Senhor, clamo por vós o dia inteiro; Senhor, sois bom e clemente, cheio de misericórdia para aqueles que vos invocam (Sl 85,3.5).

Oração do dia
Deus do universo, fonte de todo bem, derramai em nossos corações o vosso amor e estreitai os laços que nos unem convosco para alimentar em nós o que é bom e guardar com solicitude o que nos destes. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (1 Tessalonicenses 4,13-18)
Leitura da primeira carta de são Paulo aos Tessalonicenses.
4 13 Irmãos, não queremos que ignoreis coisa alguma a respeito dos mortos, para que não vos entristeçais, como os outros homens que não têm esperança.
14 Se cremos que Jesus morreu e ressuscitou, cremos também que Deus levará com Jesus os que nele morreram.
15 Eis o que vos declaramos, conforme a palavra do Senhor: por ocasião da vinda do Senhor, nós que ficamos ainda vivos não precederemos os mortos.
16 Quando for dado o sinal, à voz do arcanjo e ao som da trombeta de Deus, o mesmo Senhor descerá do céu e os que morreram em Cristo ressurgirão primeiro.
17 Depois nós, os vivos, os que estamos ainda na terra, seremos arrebatados juntamente com eles sobre nuvens ao encontro do Senhor nos ares, e assim estaremos para sempre com o Senhor.
18 Portanto, consolai-vos uns aos outros com estas palavras.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 95/96
O Senhor vem julgar nossa terra.
Cantai ao Senhor Deus um canto novo,
manifestai a sua glória entre as nações
e, entre os povos do universo, seus prodígios!

Pois Deus é grande e muito digno de louvor,
é mais terrível e maior que os outros deuses;
porque um nada são os deuses dos pagãos.
Foi o Senhor e nosso Deus quem fez os céus.

O céu se rejubile e exulte a terra,
aplauda o mar com o que vive em suas águas;
os campos com seus frutos rejubilem
e exultem as florestas e as matas.

Na presença do Senhor, pois ele vem,
porque vem para julgar a terra inteira.
Governará o mundo todo com justiça
e os povos julgará com lealdade.

Evangelho (Lucas 4,16-30)
Aleluia, aleluia, aleluia.
O Espírito do Senhor repousa sobre mim e enviou-me a anunciar aos pobres o Evangelho (Lc 4,18).
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
Naquele tempo, 4 16Jesus dirigiu-se a Nazaré, onde se havia criado. Entrou na sinagoga em dia de sábado, segundo o seu costume, e levantou-se para ler.
17Foi-lhe dado o livro do profeta Isaías. Desenrolando o livro, escolheu a passagem onde está escrito:
18″O Espírito do Senhor está sobre mim, porque me ungiu; e enviou-me para anunciar a boa nova aos pobres, para sarar os contritos de coração,
19para anunciar aos cativos a redenção, aos cegos a restauração da vista, para pôr em liberdade os cativos, para publicar o ano da graça do Senhor”.
20E enrolando o livro, deu-o ao ministro e sentou-se; todos quantos estavam na sinagoga tinham os olhos fixos nele.
21Ele começou a dizer-lhes: “Hoje se cumpriu este oráculo que vós acabais de ouvir”.
22Todos lhe davam testemunho e se admiravam das palavras de graça, que procediam da sua boca, e diziam: “Não é este o filho de José?”
23Então lhes disse: “Sem dúvida me citareis este provérbio: Médico, cura-te a ti mesmo; todas as maravilhas que fizeste em Cafarnaum, segundo ouvimos dizer, faze-o também aqui na tua pátria”.
24E acrescentou: “Em verdade vos digo: nenhum profeta é bem aceito na sua pátria.
25Em verdade vos digo: muitas viúvas havia em Israel, no tempo de Elias, quando se fechou o céu por três anos e meio e houve grande fome por toda a terra;
26mas a nenhuma delas foi mandado Elias, senão a uma viúva em Sarepta, na Sidônia.
27Igualmente havia muitos leprosos em Israel, no tempo do profeta Eliseu; mas nenhum deles foi limpo, senão o sírio Naamã”.
28A estas palavras, encheram-se todos de cólera na sinagoga.
29Levantaram-se e lançaram-no fora da cidade; e conduziram-no até o alto do monte sobre o qual estava construída a sua cidade, e queriam precipitá-lo dali abaixo.
30Ele, porém, passou por entre eles e retirou-se.
Palavra da Salvação.]

Evangelho do Dia

Comentário ao Evangelho
E PROSSEGUIU SEU CAMINHO
O episódio ocorrido na sinagoga de Nazaré é um retrato do ministério de Jesus. Sua ação primaria pela sinceridade, sem se deixar levar por ambições nem se influenciar por preconceitos. Isto lhe valeria a admiração de uns, por suas palavras cheias de verdade, e o ódio de outros, revoltados por sua ousadia.
A leitura do texto do profeta Isaías serviu de pretexto para Jesus revelar a sua identidade e a sua missão. Era ele a pessoa anunciada pelo profeta, com a tarefa de concretizar o projeto confiado ao Ungido do Senhor. Caberia a ele implantar uma sociedade nova, sem pobres nem marginalizados, onde a dignidade humana fosse recuperada e a presença da graça do Senhor se fizesse sentir na vida de cada pessoa.
Houve os que reconheceram a veracidade de suas palavras, quiçá por terem intuído a possibilidade de receber dele algum benefício. Os pobres, os de coração ferido, os cativos e cegos, os que padeciam de alguma forma de opressão foram os que logo descobriram algo de sublime na declaração firme de Jesus.
Houve, porém, os que não acreditavam que ele pudesse, de fato, realizar tudo quanto estava prometendo. Sem dúvida, por considerá-lo um impostor e charlatão, enganador do povo. Por isso, tomaram a decisão de eliminá-lo, lançando-o de uma colina para o precipício.
Era apenas o começo de sua caminhada. Havia um longo caminho a ser percorrido, sem se deixar abater!

Evangelho do dia – mês de janeiro de 2016 | OpusAlegria

Oração
Pai, que as contrariedades da vida jamais me impeçam de seguir o caminho que traçaste para mim. Com Jesus, quero seguir sempre adiante!
O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês.
Sobre as Oferendas
Ó Deus, o sacrifício que vamos oferecer nos traga sempre a graça da salvação, e vosso poder leve à plenitude o que realizamos nesta liturgia. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
Como é grande, ó Senhor, vossa bondade, que reservastes para aqueles que vos temem! (Sl 30,20)
Depois da Comunhão
Restaurados à vossa mesa pelo pão da vida, nós vos pedimos, ó Deus, que este alimento da caridade fortifique os nossos corações e nos leve a vos servir em nossos irmãos e irmãs. Por Cristo, nosso Senhor.

PazVivida!!!: Lc 4. 19-30 – Jesus, o Profeta Não-Recebido

Publicado: agosto 30, 2021 em Uncategorized


ver browserSEGUNDA-FEIRA, 30 DE AGOSTO DE 2021 Desde a sua fundação, o Nexo tem procurado diferentes maneiras de aproximar seu jornalismo dos temas mais relevantes para o país.
Foi nesse contexto que lançamos, em 2019, o 
Programa de Assinaturas do Nexo para Cursinhos Populares. Uma forma de ampliar o acesso à informação entre um público que a valoriza e pode usá-la de maneira transformadora, e, ao mesmo tempo, de incentivar leitores e assinantes a estenderem seu apoio ao jornalismo independente e de qualidade.
A educação é um dos fatores mais determinantes para a mobilidade social e, para os jovens que desejam acessar o ensino superior, o cursinho preparatório tem se mostrado uma etapa fundamental. Pesquisas e depoimentos dos próprios professores indicam que acompanhar o noticiário com regularidade melhora o desempenho desses jovens no Enem e aumenta suas chances de serem aprovados nos vestibulares. Os conteúdos do Nexo já figuraram nos vestibulares da Fuvest, Unicamp e Unesp.Como funciona o programa?
Programa de Assinaturas para Cursinhos Populares consiste na arrecadação de recursos entre leitores e assinantes do Nexo para financiar a distribuição de assinaturas para estudantes e professores de cursinhos.
Gostaríamos de te convidar a participar do programa em 2021.

Patrocinando as assinaturas para os estudantes de cursinhos populares, você, que já nos acompanha e apoia, pode ampliar seu suporte à missão do Nexo. E juntos vamos contribuir para a formação de cidadãos críticos e engajados com o debate público, além de mais bem preparados para ter um bom desempenho no Enem e nos vestibulares.

Já estamos no terceiro ano do programa, que até agora entregou mais de 2.000 assinaturas a 55 cursinhos espalhados em cidades de todo o Brasil.

Nosso compromisso é conceder uma assinatura individual para cada um dos professores das instituições participantes. Além disso, a cada assinatura para estudante financiada por apoiadores, o Nexo oferecerá mais uma a outro aluno, garantindo acesso completo ao conteúdo do jornal, além de todas as suas newsletters, em especial a “Atualidades”, uma seleção de conteúdos do Nexo sobre temas relevantes da contemporaneidade, pertinentes para uso em sala de aula ou como preparação para o Enem e vestibulares.

O apoio pode ser mensal ou único, e você pode ainda compartilhar esta mensagem ou a página do programa com os amigos.Sabemos da vocação que nosso jornalismo tem para a educação. Poder doar assinaturas para os cursinhos populares é contribuir para que esse jornalismo esteja disponível para um público ainda maior.
Obrigado!
Enviado por Nexo Jornal.
Rua Araújo, 216 — 8º andar / São Paulo — SP.
Caso queria sair da lista, descadastre-se aqui.


dom total liturgiaRELIGIÃO LITURGIA DIÁRIA
Dia 18 de Agosto – Quarta-feira
XX SEMANA DO TEMPO COMUM
(Verde – Ofício do Dia)

Antífona de Entrada
Ó Deus, nosso protetor, volvei para nós o vosso olhar e contemplai a face do vosso ungido, porque um dia em vosso templo vale mais que outros mil (Sl 83,10s).

Oração do dia
Ó Deus, preparastes para quem vos ama bens que nossos olhos não podem ver; acendei em nossos corações a chama da caridade para que, amando-vos em tudo e acima de tudo, corramos ao encontro das vossas promessas, que superem todo desejo. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Juízes 9,6-15)
Leitura do livro dos Juízes.
Naquele tempo, 9 6juntaram-se então todos os siquemitas com todos os de Bet-Melo, e vieram junto do terebinto da estela que havia em Siquém, onde proclamaram rei Abimelec.
7Sabendo disso, subiu Joatão ao cimo do monte Garizim e exclamou: “Ouvi-me, homens de Siquém, para que Deus vos ouça!
8As árvores resolveram um dia eleger um rei para governá-las e disseram à oliveira: ‘reina sobre nós!’
9Mas ela respondeu: ‘renunciarei, porventura, ao meu óleo que constitui minha glória aos olhos de Deus e dos homens, para colocar-me acima das outras árvores?’
10E as árvores disseram à figueira: ‘vem tu, e reina sobre nós!’
11Mas a figueira disse-lhes: ‘poderia eu, porventura, renunciar à doçura de meu delicioso fruto, para colocar-me acima das outras árvores?’
12E as árvores disseram à videira: ‘vem tu, reina sobre nós!’
13Mas a videira respondeu: ‘poderia eu renunciar ao meu vinho que faz a alegria de Deus e dos homens, para colocar-me acima das outras árvores?’
14E todas as árvores disseram ao espinheiro: ‘vem tu, reina sobre nós!’
15E o espinheiro respondeu: ‘se realmente me quereis escolher para reinar sobre vós, vinde e abrigai-vos debaixo de minha sombra; mas, se não o quereis, saia fogo do espinheiro e devore os cedros do Líbano!’
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 20/21
Ó Senhor, em vossa força o rei se alegra.
Ó Senhor, em vossa força o rei se alegra;
quanto exulta de alegria em vosso auxílio!
O que sonhou seu coração, lhe concedestes;
não recusastes os pedidos de seus lábios.

Com bênção generosa o preparastes;
de ouro puro coroastes sua fronte.
A vida ele pediu e vós lhe destes,
longos dias, vida longa pelos séculos.

É grande a sua glória em vosso auxílio;
de esplendor e majestade o revestistes.
Transformastes o seu nome numa bênção
e o cobristes de alegria em vossa face.

Evangelho (Mateus 20,1-16)
Aleluia, aleluia, aleluia.
A palavra do Senhor é viva e eficaz: ela julga os pensamentos e as intenções do coração (Hb 4,12).
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
20 1Disse Jesus: “O Reino dos céus é semelhante a um pai de família que saiu ao romper da manhã, a fim de contratar operários para sua vinha.
2Ajustou com eles um denário por dia e enviou-os para sua vinha.
3Cerca da terceira hora, saiu ainda e viu alguns que estavam na praça sem fazer nada.
4Disse-lhes ele: ‘Ide também vós para minha vinha e vos darei o justo salário’.
5Eles foram. À sexta hora saiu de novo e igualmente pela nona hora, e fez o mesmo.
6Finalmente, pela undécima hora, encontrou ainda outros na praça e perguntou-lhes: ‘Por que estais todo o dia sem fazer nada?’
7Eles responderam: ‘É porque ninguém nos contratou’. Disse-lhes ele, então: ‘Ide vós também para minha vinha’.
8Ao cair da tarde, o senhor da vinha disse a seu feitor: ‘Chama os operários e paga-lhes, começando pelos últimos até os primeiros’.
9Vieram aqueles da undécima hora e receberam cada qual um denário.
10Chegando por sua vez os primeiros, julgavam que haviam de receber mais. Mas só receberam cada qual um denário.
11Ao receberem, murmuravam contra o pai de família, dizendo:
12’Os últimos só trabalharam uma hora e deste-lhes tanto como a nós, que suportamos o peso do dia e do calor’.
13O senhor, porém, observou a um deles: ‘Meu amigo, não te faço injustiça. Não contrataste comigo um denário?
14Toma o que é teu e vai-te. Eu quero dar a este último tanto quanto a ti.
15Ou não me é permitido fazer dos meus bens o que me apraz? Porventura vês com maus olhos que eu seja bom?’
16Assim, pois, os últimos serão os primeiros e os primeiros serão os últimos”.
Palavra da Salvação.

Evangelho do Dia - Mt 20,1-16a - Rádio Rainha da Paz

Comentário ao Evangelho
OS OPERÁRIOS DO REINO
Surgira, na comunidade primitiva, uma discussão em torno do privilégio dos que tinham conhecido Jesus e trabalhado com ele, bem como dos que se tinham convertido à fé no começo da pregação apostólica. Quanto mais tarde alguém se tornara discípulo, menos direito teria de participar da recompensa devida aos operários do Reino.
Esta mentalidade estreita não encontrava amparo no ensinamento de Jesus.
A parábola dos operários contratados para trabalhar na vinha aponta para o modo divino de retribuir a quem se dedicou ao serviço do Reino de Deus.
Certo patrão saíra, sucessivas vezes, para contratar trabalhadores para a vinha, até no final da tarde. Os que se fatigaram o dia inteiro acreditaram merecer salário muito maior, em relação aos que só trabalharam uma hora. Por isso, não concordaram quando se deram conta de que todos se tornaram merecedores de igual pagamento. Pareceu-lhes estarem sendo vítimas de uma injustiça. O dono da vinha denunciou-lhes a maldade de coração. Ao dar a todos igual salário, o patrão não estava se orientando pelas normas da justiça, e sim, da misericórdia. Este era um direito seu, do qual não abriria mão.
A retribuição dos operários do Reino também será feita segundo o princípio da misericórdia. Aí a precedência cronológica é menos importante que a disposição para ser servidor.

Senhor justo, mas sempre bondoso | Revista Arautos do Evangelho

Oração
Senhor Jesus, faze-me considerar o Reino, segundo o modo de pensar do Pai e não segundo os estreitos limites da minha mentalidade.
O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês.
Sobre as Oferendas
Acolhei, ó Deus, estas nossas oferendas, pelas quais entramos em comunhão convosco, oferecendo-vos o que nos destes e recebendo-vos em nós. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
No Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção (Sl 129,7).
Depois da Comunhão
Unidos a Cristo por este sacramento, nós vos imploramos, ó Deus, que, assemelhando-nos a ele aqui na terra, participemos no céu da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor.

Jesus é o Senhor!: EVANGELHO SÃO MATEUS 20,1-16a - 25° DOMINGO COMUM -  ANO"A" - 21/09/2014

valor_

Publicado: agosto 17, 2021 em economia e negócios, jornalismo


Valor International Mais lidasTerça-feira, 17 de Agosto de 2021
Mundo

Entenda o que está acontecendo no Afeganistão após a tomada de poder pelo Talibã


Religião Liturgia Diária
Dia 17 de Agosto – Terça-feira
XX SEMANA DO TEMPO COMUM
(Verde – Ofício do Dia)

Antífona de Entrada
Ó Deus, nosso protetor, volvei para nós o vosso olhar e contemplai a face do vosso ungido, porque um dia em vosso templo vale mais que outros mil (Sl 83,10s).

Oração do dia
Ó Deus, preparastes para quem vos ama bens que nossos olhos não podem ver; acendei em nossos corações a chama da caridade para que, amando-vos em tudo e acima de tudo, corramos ao encontro das vossas promessas, que superem todo desejo. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Juízes 6,11-24)
Leitura do livro dos Juízes.
6 11Depois veio o anjo do Senhor e sentou-se debaixo do terebinto de Efra, que pertencia a Joás, da família de Abieser. Gedeão, seu filho, estava limpando o trigo no lagar, para escondê-lo dos madianitas.
12O anjo do Senhor apareceu-lhe e disse-lhe: “O Senhor está contigo, valente guerreiro!”
13Gedeão respondeu: “Ah, meu senhor, se o Senhor está conosco, por que nos vieram todos esses males? Onde estão aqueles prodígios que nos contaram nossos pais, dizendo: o Senhor fez-nos verdadeiramente sair do Egito? Agora o Senhor abandonou-nos e entregou-nos nas mãos dos madianitas”.
14Então o Senhor, voltando-se para ele: “Vai, disse, com essa força que tens e livra Israel dos madianitas. Porventura não sou eu que te envio?”
15″Ó Senhor”, respondeu Gedeão, “com que livrarei eu Israel? Minha família é a última de Manassés, e eu sou o menor na casa de meu pai”.
16O Senhor replicou: “Eu estarei contigo e tu derrotarás os madianitas como se fossem um só homem”.
17Prosseguiu Gedeão: “Se encontrei graça aos vossos olhos, provai-me por um sinal que sois vós quem me falais.
18Não vos afasteis daqui até que eu volte trazendo uma oferta, e a ponha diante de vós”. “Esperarei”, respondeu o Senhor, “até que voltes”.
19Gedeão entrou em sua casa, preparou um cabrito e fez pães sem fermento com um efá de farinha. Pôs a carne num cesto e o caldo numa panela, levou tudo debaixo do terebinto e ofereceu-lho.
20O anjo do Senhor disse-lhe: “Toma a carne e os pães sem fermento, põe-nos sobre aquela pedra e derrama por cima o caldo”. Ele assim o fez.
21Então o anjo do Senhor estendeu a ponta da vara que tinha na mão, tocou a carne com os pães sem fermento, e imediatamente jorrou fogo da rocha que consumiu a carne e os pães sem fermento; e o anjo do Senhor desapareceu de seus olhos.
22Gedeão reconheceu que era o anjo do Senhor e exclamou: “Ai de mim, Senhor Javé, que vi o anjo do Senhor face a face”.
23O Senhor disse-lhe: “Tranqüiliza-te; não temas, não morrerás”.
24Gedeão edificou ali um altar ao Senhor e chamou-o Javé-Chalom. Esse altar existe ainda hoje em Efra de Abieser.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 84/85
O Senhor anunciará a paz para o seu povo.
Quero ouvir o que o Senhor irá falar:
é a paz que ele vai anunciar;
a paz para o seu povo e seus amigos,
para os que voltam ao Senhor seu coração.

A verdade e o amor se encontrarão,
a justiça e a paz se abraçarão;
da terra brotará a fidelidade,
e a justiça olhará dos altos céus.

O Senhor nos dará tudo o que é bom,
e a nossa terra nos dará suas colheitas;
a justiça andará na sua frente
e a salvação há de seguir os passos seus.

Evangelho (Mateus 19,23-30)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Jesus Cristo, Senhor nosso, embora sendo rico, para nós se tornou pobre, a fim de enriquecer-nos mediante sua pobreza (2Cor 8,9).
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
Naquele tempo, 19 23Jesus disse então aos seus discípulos: “Em verdade vos declaro: é difícil para um rico entrar no Reino dos céus!
24Eu vos repito: é mais fácil um camelo passar pelo fundo de uma agulha do que um rico entrar no Reino de Deus”.
25A estas palavras seus discípulos, pasmados, perguntaram: “Quem poderá então salvar-se?”
26Jesus olhou para eles e disse: “Aos homens isto é impossível, mas a Deus tudo é possível”.
27Pedro então, tomando a palavra, disse-lhe: “Eis que deixamos tudo para te seguir. Que haverá então para nós?”
28Respondeu Jesus: “Em verdade vos declaro: no dia da renovação do mundo, quando o Filho do Homem estiver sentado no trono da glória, vós, que me haveis seguido, estareis sentados em doze tronos para julgar as doze tribos de Israel.
29E todo aquele que por minha causa deixar irmãos, irmãs, pai, mãe, mulher, filhos, terras ou casa receberá o cêntuplo e possuirá a vida eterna.
30Muitos dos primeiros serão os últimos e muitos dos últimos serão os primeiros”.
Palavra da Salvação

São Paulo Apóstolo – Irmandade Nossa Senhora do Carmo
Comentário ao Evangelho
A SORTE DOS RICOS
Pode soar chocante ouvir de Jesus que um rico dificilmente entrará no Reino dos Céus. Ele que foi sempre tão misericordioso, teria preconceito contra os ricos? Por que, então, fecha-lhes as portas do Reino?
Rico, no pensar de Jesus, é quem transforma os bens deste mundo em autênticos ídolos e fecha seu coração para Deus e para os irmãos; quem ama suas propriedades sobre todas as coisas, e, para protegê-las e fazê-las multiplicar, não hesita em lançar mão de qualquer artifício, mesmo injusto, desonesto, ilegal. A penúria do irmão necessitado não chega a sensibilizá-lo. Só pensa em si mesmo, em suas necessidades e em seus prazeres. Por conseguinte, não existe espaço para a graça atuar em seu coração. Neste caso, tornar-se impossível Deus chegar a ser, de algum modo, senhor de sua vida. Nele, o Reino de Deus não pode acontecer. Seu coração está bloqueado.
Não é Deus quem fecha as portas do Céu para o rico. É este quem se recusa a entrar no Reino e assimilar sua dinâmica. Os apelos de Deus tornam-se inúteis e ineficazes. Embora Jesus deseje que o rico abra mão de seu projeto de vida egoísta e acolha o Reino, ele persiste em sua idolatria. O amor de Jesus não chega a tocá-lo.
É por esta razão que é mais fácil um camelo atravessar o buraco de uma agulha do que um rico entrar no Reino dos Céus.
Oração
Senhor Jesus, livra-me da mentalidade dos ricos que recusam o apelo do Reino, por causa da idolatria que lhes corrompe o coração.
O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês.
Sobre as Oferendas
Acolhei, ó Deus, estas nossas oferendas, pelas quais entramos em comunhão convosco, oferecendo-vos o que nos destes e recebendo-vos em nós. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
No Senhor se encontra toda graça e copiosa redenção (Sl 129,7).
Depois da Comunhão
Unidos a Cristo por este sacramento, nós vos imploramos, ó Deus, que, assemelhando-nos a ele aqui na terra, participemos no céu da sua glória. Por Cristo, nosso Senhor.

dom total

Publicado: agosto 17, 2021 em jornalismo

Biden admite que objetivo dos EUA nunca foi construir uma nação democrática
Cármen Lúcia dá 24h para PGR se manifestar sobre inquérito contra Bolsonaro

/a class=”titulo font-italic”>Os EUA falharam no Afeganistão e perderam sua credibilidade
Combatentes talibãs em Herat, Afeganistão, em 14 de agosto de 2021 (AFP)
José Couto Nogueira
Os Estados Unidos perderam outra guerra
‘Os líderes do Afeganistão têm de lutar por eles, pelo seu país’, disse Biden
Era gostoso paquerar. Era especialmente excitante aquela espera de que a donzela percebesse a paquera da qual era alvo (Laura Louise Grimsley / Unsplash)
Afonso Barroso
Nos tempos da paquera
Assim é o tempo. Aproveite-o bem, nem que seja apenas para memória de outros tempos
Garotas afegãs carregam garrafas para coletar água: crise previsível (AFP)
Masood Saifullah
Há tempo de preservar o frágil progresso do Afeganistão</a class=”ponto-de-vista-bigode”>Comunidade internacional deve proteger avanços em democracia e direitos humanos

Conclave de 2005, que elegeu Bento XVI (AFP)Mirticeli Medeiros
A revisão das normas do conclave
Especialistas pedem que Francisco adapte protocolos do conclave às exigências atuais</a
Cada tempo demanda para si uma teologia (Unsplash/Caleb Woods)
Fabrício Veliq
Toda teologia é fruto de seu tempo

É preciso coragem para teologizarDesfile vira piada na internet com meme que compara a manobra militar com a animação 'Corrida Maluca' (Reprodução Twitter)
Eleonora Santa Rosa
<a class=”cat-a outros-titulos-responsivo” style=”color: #2b5a8a;” Greta Garbo, quem diria, acabou no Irajá

a’Tanqueata’ em Brasília foi um dos episódios mais vexatórios que o país já viu
O ser humano é o principal responsável pelo aquecimento global (Ehimetalor Akhere Unuabona on Unsplash)Élio Gasda
Earth Overshoot Day: o pior está por vir
A crise climática é expressão de uma crise muito maior: a crise de civilização
a href=”https://domtotal.com/noticia/1533348/2021/08/em-uma-atitude-constante-de-discernimento
Alfredo Sampaio Costa
Em uma atitude constante de discernimento
O discernimento evangélico é um movimento do amor
O artista e sua obra: trabalho artístico singelo e potente (Clovis Salgado Gontijo)
Ditinho Joana: uma arte de raízes profundas
A obra de um artista do interior paulista confirma intuições de grandes pensadoresMaria é exemplo de que o caminho da santidade passa pelo serviço aos irmãos (Reprodução/ Vatican News)

Geraldo De Mori
A glorificação da servidora
Que sentido tem celebrar a Assunção de Nossa Senhora?
Quando homens adultos exibem o potencial militar de seu país, a intenção é intimidar tanto outros países quanto os inimigos internos (Marcelo Camargo/ABr)Thomas Milz
Brincando com blindados

Desfile militar em Brasília é mais um truque barato de Bolsonaro. Mais uma vez, ele joga com o medo de seus adversáriosO alimento do pão sustenta, anima e dá coragem (Unsplash/Nicholas Barbaros)
Geovane Saraiva
No chão, o alimento do pão

Que se fique o convite ao alimento da partilha

Nos baús há prós e contras das vidas que segui e das que abandonei (Lena De Fanti / Unsplash)

Ricardo Soares
Baús de mal guardados

Nos baús se salvam pedaços de vidas dentro dessa vida

Fabrício Veliq
Toda teologia é fruto de seu tempo