RELIGIÃO LITURGIA DIÁRIAdom total
Dia 27 de Novembro – Domingo
I SEMANA DO ADVENTO
(Roxo, Creio, Prefácio do Advento I – I Semana do saltério)

Antífona de Entrada
A vós, meu Deus, elevo a minha alma. Confio em vós, que eu não seja envergonhado! Não se riam de mim meus inimigos, pois não será desiludido quem em vós espera (Sl 24,1ss).

Oração do dia
Ó Deus todo-poderoso, concedei a vossos fiéis o ardente desejo de possuir o reino celeste, para que, acorrendo com as nossas boas obras ao encontro do Cristo que vem, sejamos reunidos à sua direita na comunidade dos justos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Isaías 2,1-5)
Leitura do livro do profeta Isaías.
2 1 Visão de Isaías, filho de Amós, acerca de Judá e Jerusalém.
2 No fim dos tempos acontecerá que o monte da casa do Senhor estará colocado à frente das montanhas, e dominará as colinas. Para aí acorrerão todas as gentes,
3 e os povos virão em multidão: “Vinde, dirão eles, subamos à montanha do Senhor, à casa do Deus de Jacó: ele nos ensinará seus caminhos, e nós trilharemos as suas veredas”. Porque de Sião deve sair a lei, e de Jerusalém, a palavra do Senhor.
4 Ele será o juiz das nações, o governador de muitos povos. De suas espadas forjarão relhas de arados, e de suas lanças, foices. Uma nação não levantará a espada contra outra, e não se arrastarão mais para a guerra.
5 Casa de Jacó, vinde, caminhemos à luz do Senhor.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 121/122
Que alegria quando me disseram:
“Vamos à casa do Senhor!”

Que alegria quando ouvi que me disseram:
“Vamos à casa do Senhor!”
E agora nossos pés já se detêm,
Jerusalém, em tuas portas.

Para lá sobem as tribos de Israel,
as tribos do Senhor.
Para louvar, segundo a lei de Israel,
o nome do Senhor.
A sede da justiça lá está
e o trono de Davi.

Rogai que viva em paz Jerusalém,
e em segurança os que te amam!
Que a paz habite dentro de teus muros,
tranqüilidade em teus palácios!

Por amor a meus irmãos e meus amigos,
peço: “A paz esteja em ti!”
Pelo amor que tenho à casa do Senhor,
eu te desejo todo bem!

Leitura (Romanos 13, 11-14.)
Leitura da carta de são Paulo aos Romanos.
13 11 Isso é tanto mais importante porque sabeis em que tempo vivemos. Já é hora de despertardes do sono. A salvação está mais perto do que quando abraçamos a fé.
12 A noite vai adiantada, e o dia vem chegando. Despojemo-nos das obras das trevas e vistamo-nos das armas da luz.
13 Comportemo-nos honestamente, como em pleno dia: nada de orgias, nada de bebedeira; nada de desonestidades nem dissoluções; nada de contendas, nada de ciúmes.
14 Ao contrário, revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e não façais caso da carne nem lhe satisfaçais aos apetites.
Palavra do Senhor.

Evangelho (Mateus 24, 37-44)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Mostrai-nos, ó Senhor, vossa bondade e a vossa salvação nos concedei! (Sl 84,8).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
24 37 Disse Jesus: “Assim como foi nos tempos de Noé, assim acontecerá na vinda do Filho do Homem.
38 Nos dias que precederam o dilúvio, comiam, bebiam, casavam-se e davam-se em casamento, até o dia em que Noé entrou na arca.
39 E os homens de nada sabiam, até o momento em que veio o dilúvio e os levou a todos. Assim será também na volta do Filho do Homem.
40 Dois homens estarão no campo: um será tomado, o outro será deixado.
41 Duas mulheres estarão moendo no mesmo moinho: uma será tomada a outra será deixada.
42 Vigiai, pois, porque não sabeis a hora em que virá o Senhor.
43 Sabei que se o pai de família soubesse em que hora da noite viria o ladrão, vigiaria e não deixaria arrombar a sua casa.
44 Por isso, estai também vós preparados porque o Filho do Homem virá numa hora em que menos pensardes”.
Palavra da Salvação.

 (Mateus 24, 37-44)

Comentário ao Evangelho
PRONTOS PARA RECEBER O SENHOR
O tempo litúrgico do Advento convida-nos à preparação para acolher o Senhor que vem. O apelo insistente da Igreja questiona a tendência dos cristãos a serem acomodados, quando não contaminados pela mentalidade mundana, centrada na busca desenfreada do prazer e na consecução de interesses pessoais.
Desconhecendo o dia e a hora em que o Senhor virá, o discípulo deve estar sempre pronto para recebê-lo. A prontidão cristã é feita de pequenos gestos de amor, na simplicidade do quotidiano. Nada de ações mirabolantes nem de tarefas heróicas a serem cumpridas! Exige-se do discípulo apenas amor sincero e gratuito a Deus e ao próximo.
O episódio bíblico acerca da figura de Noé e do dilúvio ilustra a atitude contrária àquela do discípulo do Reino. A desvastação diluviana tomou de surpresa a humanidade. Ninguém, além de Noé e de sua família, deu-se conta do que estava para acontecer. Por isso, comia-se, bebia-se e se celebravam bodas, na mais total ignorância da fúria destruidora da natureza que se abateria sobre a Terra.
O Senhor espera encontrar os discípulos do Reino vigilantes, quando de sua chegada. A menor desatenção pode revelar-se perigosa. Por isso, o egoísmo jamais poderá ter lugar no coração de quem quer ser encontrado pelo Senhor. Só existe uma maneira de preparar-se para este momento: amar.

Leitura do livro do profeta Isaías.

Oração
Pai, à chegada de teu Filho que vem, quero encontrar-me preparado, por meio do amor gratuito a meu semelhante.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Sobre as Oferendas
Recebei, Ó Deus, estas oferendas que escolhemos entre os dons que nos destes, e o alimento que hoje concedeis à nossa devoção torne-se prêmio da redenção eterna. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
O Senhor dará a sua bênção, e nossa terra, o seu fruto (Sl 84,13).
Depois da Comunhão
Aproveite-nos, Ó Deus, a participação nos vossos mistérios. Fazei que eles nos ajudem a amar desde agora o que é do céu e, caminhando entre as coisas que passam, abraçar as que não passam. Por Cristo, nosso Senhor.

A Ovelha, A Moeda e O Filho, Perdidos e Achados (Lucas 15,1-32)

parques do lazer __

Posted: November 26, 2016 in assessoria, comunicação

Parques de Salvador recebem primeira Virada SustentávelExibindo assinatura-e-mail-conjugado.png
Evento estimula ações sustentáveis com programação para a família com patrocínio via Fazcultura
Parques de Salvador – alguns pouco conhecidos e frequentados pelos soteropolitanos – serão palco da primeira Virada Sustentável Salvador, que acontece entre 25 e 27 de novembro, com programação gratuita para a população. Jardim Botânico, Parque Costa Azul, Parque da Cidade, Parque de Pituaçu e Parque São Bartolomeu serão os pontos principais na capital baiana que receberão a extensa programação do evento, uma realização do Instituto Fábrica de Florestas em parceria com a Virada Sustentável.
Com a participação de organizações da sociedade civil, órgãos públicos, setor privado, escolas e universidades, além de coletivos de cultura e movimentos sociais, a Virada Sustentável é um grande festival de mobilização e educação para a sustentabilidade. Na programação, estão previstos shows musicais, apresentações teatrais, instalações, exposições, literatura, ações sociais, além de debates e oficinas, todos em torno do tema Sustentabilidade.
AÇÕES
Fiel ao que apresentará em toda sua programação, a Virada Sustentável também tomará atitudes que visam diminuir o impacto ambiental, como a coleta de lixo eletrônico, vidro e óleo nos locais das atrações e coleta seletiva e gestão de resíduos em parceria com cooperativas. A produção aproveitará a primeira edição do evento, ainda, para fazer um mapeamento de acessibilidade e necessidades especiais para pessoas com deficiência e mapear e estimular o uso de transporte público, compartilhado e alternativo (bicicleta e a pé). Até mesmo os banners do material de comunicação (placas e totens espalhados pela cidade e locais do evento) serão transformados em sacolas ou reutilizados.Resultado de imagem para parques pituaçu e São Bartolomeu
“A Virada Sustentável é um festival que procura inspirar o público para uma nova visão de mundo, mais inteligente e sustentável, a partir de uma abordagem positiva e atraente, usando a arte, o lúdico, como ferramentas principais. Realizar uma edição em Salvador sempre foi um sonho para nós”, explica André Palhano, da Virada Sustentável. O evento é apresentado pela Braskem e Governo da Estado da Bahia, com patrocínio da Coelba e Vivo, através do Fazcultura.
Sobre o Instituto Fábrica de Florestas – IFF
O IFF foi criado em 2005 para promover o desenvolvimento sustentável e a conservação ambiental da região ao longo do Litoral Norte e do Anel Florestal de Camaçari. A organização é mantida pelo Comitê de Fomento Industrial de Camaçari (Cofic), Cetrel e Braskem. A partir de 2011 expandiu sua atuação e, além do Eco Parque Sauípe, fixou presença nos Parques Municipais das cidades de Duque de Caxias (RJ), Santo André e Paulínia (SP), em parceria com as Prefeituras locais. Ano passado, o Instituto foi convidado pelo Presidente da Comissão de Meio Ambiente do Senado Federal para desenvolver um projeto de recuperação das nascentes do Rio São Francisco e desde julho deste ano se empenha com o projeto Reviveiros Velho Chico.
FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.
23/11/2016

parque pituaçu


Religião Liturgia Diária
Dia 26 de Novembro – Sábado
XXXIV SEMANA DO TEMPO COMUM (Verde – Ofício do Dia)

Antífona de Entrada
O Senhor fala de paz a seu povo e a seus amigos e a todos o que se voltam para ele (Sl 84,9).

Oração do dia
Levantai, ó Deus, o ânimo dos vossos filhos e filhas, para que, aproveitando melhor as vossas graças, obtenham de vossa paternal bondade mais poderosos auxílio. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Apocalipse 22,1-7)
Leitura do livro do Apocalipse de são João.
22 1 Vi, então, um novo céu e uma nova terra, pois o primeiro céu e a primeira terra desapareceram e o mar já não existia.
2 Eu vi descer do céu, de junto de Deus, a Cidade Santa, a nova Jerusalém, como uma esposa ornada para o esposo.
3 Ao mesmo tempo, ouvi do trono uma grande voz que dizia: “Eis aqui o tabernáculo de Deus com os homens. Habitará com eles e serão o seu povo, e Deus mesmo estará com eles.
4 Enxugará toda lágrima de seus olhos e já não haverá morte, nem luto, nem grito, nem dor, porque passou a primeira condição”.
5 Então o que está assentado no trono disse: “Eis que eu renovo todas as coisas”. Disse ainda: “Escreve, porque estas palavras são fiéis e verdadeiras”.
6 Novamente me disse: “Está pronto! Eu sou o Alfa e o Ômega, o Começo e o Fim. A quem tem sede eu darei gratuitamente de beber da fonte da água viva.
7 O vencedor herdará tudo isso; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho”.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 94/95
Amém! Vem, ó Senhor Jesus! Amém!

Vinde, exultemos de alegria no Senhor,
aclamemos o Rochedo que nos salva!
Ao seu encontro caminhemos com louvores,
e, com cantos de alegria, o celebremos!

Na verdade, o Senhor é o grande Deus,
o grande rei, muito maior que os deuses todos.
Tem nas mãos as profundezas dos abismos,
e as alturas das montanhas lhe pertencem;
o mar é dele, pois foi ele quem o fez,
e a terra firme suas mãos a modelaram.

Vinde adoremos e prostremo-nos por terra,
e ajoelhemos ante o Deus que nos criou!
Porque ele é o nosso Deus, nosso pastor,
e nós somos o seu povo e seu rebanho,
as ovelhas que conduz com sua mão.

Evangelho (Lucas 21,34-36)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Vigiai e orai para ficardes de pé ante o filho do homem! (Lc 21,36).

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
Naquele tempo, 21 34 disse Jesus aos seus discípulos: “Velai sobre vós mesmos, para que os vossos corações não se tornem pesados com o excesso do comer, com a embriaguez e com as preocupações da vida; para que aquele dia não vos apanhe de improviso.
35 Como um laço cairá sobre aqueles que habitam a face de toda a terra.
36 Vigiai, pois, em todo o tempo e orai, a fim de que vos torneis dignos de escapar a todos estes males que hão de acontecer, e de vos apresentar de pé diante do Filho do Homem”.
Palavra da Salvação.

cirilo de alexandria

Comentário ao Evangelho
O DISCÍPULO CAUTELOSO
À espera da vinda do Senhor, o discípulo corre o risco de deixar-se contaminar com posturas contrárias ao Reino. Poderá endurecer seu coração com os prazeres, a embriaguez e as preocupação da vida. Desta forma, perderá uma oportunidade única de experimentar a comunhão que o Pai lhe reservou com tanto carinho.
Seu desafio maior consiste em “permanecer em pé diante do Filho do Homem”, quando ele vier. Em outras palavras, manter viva a chama da fé em meio a tribulações e tentações; acreditar no amor, embora em meio ao egoísmo e à violência; ser solidário e generoso, onde grassa a cobiça e a ganância; estar sempre pronto a perdoar e a viver reconciliado, embora o ambiente possa incentivar a vingança; pôr-se a serviço da justiça e da verdade, mesmo onde impera a injustiça e a mentira. “Permanecer em pé”, nestas circunstâncias, será obra da graça divina no coração humano. Sem esta força, o discípulo será incapaz de resistir às solicitações do mal e do pecado, e sucumbirá na própria fraqueza.
O discípulo cauteloso mantém-se vigilante e em oração a fim de ter forças para sair vitorioso diante das provações que advirão. Sabendo que não será poupado de se apresentar diante do Filho do Homem, cujo dia “cairá como uma rede” sobre toda a humanidade, volta-se confiante para o Pai, de quem espera o auxílio necessário para perseverar. Vigilância e oração serão sempre dois apelos indispensáveis para ele.

semeador

Oração
Pai, ajuda-me a estar em permanente vigilância e oração, preparando-me para o encontro com teu Filho Jesus e ser acolhido por ele.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Sobre as Oferendas
Acolhei, ó Deus, estes dons que nos mandastes consagrar em vossa honra e, para que eles nos tornem agradáveis aos vossos olhos, Dai-nos guardar sempre os vossos mandamentos. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
Cantai louvores ao Senhor, todas agentes; povo todos, festejai-o! Pois comprovado é seu amor para convosco, para sempre ele é fiel! (Sl 116,1s)
Depois da Comunhão
Fazei, ó Deus todo-poderoso, que nunca nos separemos de vós, pois nos concedeis a alegria de participar da vossa vida. Por Cristo, nosso Senhor.

Imagem relacionada

MEMÓRIA FACULTATIVA
TIAGO ALBERIONE (Branco – Ofício da Memória)
Oração do Dia
Ó Deus, que suscitastes na vossa Igreja o bem-aventurado Tiago Alberione para anunciar ao mundo, com as multíplices formas da comunicação, vosso filho, que é caminho, verdade e vida, concedei que, imitando o seu exemplo, nos dediquemos com pleno amor ao anúncio do evangelho a todos os povos. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Sobre as Oferendas
Sejam aceitos por vós, ó Deus, os frutos do nosso trabalho que trazemos ao vosso altar em honra do bem-aventurado Tiago Alberione e concedei que, livres da avidez dos bens terrenos, tenhamos em vós a única riqueza. Por Cristo, nosso Senhor.
Depois da Comunhão
Ó Deus, pela força deste sacramento, conduzi-nos constantemente no vosso amor, a exemplo do bem-aventurado Tiago Alberione, e completai, até a vinda do Cristo, a obra que começastes em nós. Por Cristo, nosso Senhor.

 tiago alberione

Santo do Dia / Comemoração (TIAGO ALBERIONE)
Na noite da passagem do século, 31 de dezembro de 1900 para 1o de janeiro de 1901, o jovem seminarista permanece quatro horas em oração na catedral de Alba (Itália). Uma luz vem do Tabernáculo e o envolve. – “Fazer alguma coisa por Deus e pelas pessoas do novo século, com as quais conviveria!” Sente fortemente o convite e o apelo de Deus. O mundo passava por profundas mudanças sociais e tecnológicas, era necessário utilizar as novas descobertas, as novas forças do progresso para fazer o bem, para evangelizar. O jovem seminarista, com apenas dezesseis anos, era Tiago Alberione, futuro fundador da Família Paulina, que nunca deixou que essa chama luminosa se apagasse em sua vida. Alberione nasceu em 4 de abril de 1884, em São Lourenço de Fossano, norte da Itália, de uma família de camponeses simples e laboriosos. Vinte quatro horas após o nascimento, foi batizado e recebeu o nome de “Tiago”. Buscando melhores terras para a lavoura, a família Alberione mudou para a cidade de Cherasco, onde Tiago passou sua infância e adolescência. Foi lá que se manifestou a vocação para o sacerdócio. – Quero ser padre! foi a resposta que deu à professora, Rosina Cardona, que perguntava aos seus oitenta alunos o que queriam ser quando crescessem. A resposta, que poderia parecer impensada, veio de um menino de bom coração e piedoso. Com o passar do tempo, a vocação fortificou-se e ele foi encaminhado para o seminário, onde não perdia tempo e procurava aprender de todos e de tudo. Inquietavam Alberione as transformações que aconteciam na sociedade e os apelos do papa, Leão XIII, para que todos se voltassem para Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, salvação da humanidade. Foi ordenado sacerdote no dia 29 de junho de 1907, com vinte e três anos de idade. Todas as organizações de renovação existentes, então, na Igreja foram acolhidas por padre Alberione, que participou, ativamente, dos movimentos: missionário, litúrgico, pastoral, social, bíblico, teológico e, mais tarde, do movimento ecumênico. Em todos os movimentos Alberione-profeta vislumbrava espaços carentes de evangelização e atualização. Impulsionado pelo Espírito Santo, tornou realidade sua intuição carismática com a fundação de várias congregações e institutos para, juntos, anunciar Jesus Cristo, Caminho, Verdade e Vida, com os meios da comunicação social. Padres e irmãos Paulinos em 1914; Irmãs Paulinas em 1915; Discípulas do Divino Mestre em 1924; Irmãs Pastorinhas em 1938; e Irmãs Apostolinas em 1957. Fundou, também, os institutos seculares de Nossa Senhora da Anunciação e São Gabriel Arcanjo em 1958; os institutos Jesus Sacerdote e Sagrada Família em 1959; além da Associação dos Cooperadores Leigos em 1917. Hoje, os membros dessas fundações estão presentes em todos os continentes mostrando que é possível santificar-se e comunicar, a todas as pessoas, Jesus Cristo com os meios técnicos e eletrônicos. Após a fundação dos dois primeiros ramos – Paulinos e Paulinas – a vida de Alberione fundiu-se com suas obras nascentes. Acompanhava de perto a vida de seus filhos e filhas da Itália e do exterior com numerosas e prolongadas viagens. Preocupava-se não só com fundações e organizações, mas principalmente com a formação e a vida religiosa de seus seguidores, apesar do conturbado contexto histórico em que viveu: duas grandes guerras, revolução industrial, conflagrações nacionalistas e sociais, emancipação dos operários e da mulher, além de crises institucionais na família e na Igreja. Padre Tiago Alberione, jamais esmoreceu, continuou firme na sua fé, acreditando que a obra que realizava era querida e abençoada por Deus. Com humildade e coragem, o fundador da Família Paulina, o profeta e o apóstolo de uma evangelização moderna chegou ao fim de seus dias em 26 de novembro de 1971, aos oitenta e sete anos. O reconhecimento da santidade de Alberione já acontecera antes da declaração oficial da Igreja, especialmente com algumas declarações de dois papas seus amigos: o bem-aventurado João XXIII e Paulo VI. “Padre Alberione, veio ao meu encontro” – dizia o “papa bom”. “Parecia-me ver a humildade personificada. Ele, sim, éi um grande homem!” E Paulo VI, na audiência concedida aos Paulinos em 27 de novembro de 1974, recordava: “Lembro-me do encontro edificante com padre Alberione, ajoelhado, em profunda humildade. Este é um homem, direi, que está entre as maravilhas do nosso século”. O processo de beatificação percorreu um longo caminho. Após a morte de Alberione, foram apresentados à Igreja documentos sobre sua vida, sua missão apostólica e suas fundações, assim como documentos sobre sua santidade. Baseados em um meticuloso exame desses elementos e reconhecidas as virtudes praticadas em grau heróico pelo servo de Deus, padre Tiago Alberione, o papa João Paulo II, em 25 de junho de 1996, declarou-o “venerável”. Passaram-se sete anos à espera de um milagre que fosse reconhecido como autêntico pela Igreja. E o milagre chegou. A cura milagrosa atribuída ao padre Tiago Alberione, que o conduziu à beatificação, salvou Maria Librada Gonzáles Rodriguez, uma mexicana de Guadalajara. Em 1989, ela foi internada por causa de uma insuficiência respiratória provocada por uma tromboembolia pulmonar, com muitas crises. Pedindo a Deus a cura por intercessão de padre Alberione, doze dias depois teve alta. A cura foi reconhecida pela Congregação das Causas dos Santos, após a declaração da comissão médica que considerava a recuperação de Maria rápida, completa, duradoura e não-explicável à luz da ciência. E o dia da beatificação chegou: 27 de abril de 2003. Padre Tiago Alberione é proclamado “bem-aventurado” num reconhecimento oficial da Igreja àquele homem que foi um santo, um profeta e o pioneiro na evangelização eletrônica. Festa litúrgica do bem-aventurado Tiago Alberione Preparo-me para a Leitura Orante, fazendo uma rede de comunicação e comunhão em torno da Palavra com todas as pessoas que se encontram neste ambiente virtual. Rezo, em sintonia com o Bem-aventurado Tiago Alberione, sacerdote e fundador da Família Paulina. Tiago Alberione nasceu a 4 de Abril de 1884, em São Lourenço de Fossano (Itália). Quando ainda era jovem seminarista, na noite da passagem do século XIX para o século XX, durante uma longa Adoração Eucarística, viveu uma intensa experiência de Deus. Nela compreendeu claramente qual devia ser a sua missão: viver e dar ao mundo Jesus Cristo, Verdade, Caminho e Vida. Para esse fim, usar todos os meios mais rápidos e eficazes que o progresso humano oferece para a comunicação entre as pessoas. Para realizar esta missão, fundou a «Família Paulina», composta por cinco Congregações religiosas, quatro Institutos agregados e uma Associação de leigos. Terminou a sua existência terrena no dia 26 de Novembro de 1971, depois de ter recebido a visita do Papa Paulo VI. Foi proclamado bem-aventurado no dia 27 de abril de 2003, pelo papa João Paulo II. A Família Paulina é constituída de cinco congregações religiosas: Sociedade de São Paulo (fundação 20/8/1914), Filhas de São Paulo (fundação 15/6/1915), Discípulas do Divino Mestre (fundação 10/2/1924), Irmãs de Jesus Bom Pastor (7/10/1938), Irmãs de Maria Santíssima Rainha dos Apóstolos ou Apostolinas (8/9/1959) e quatro Institutos agregados (8/4/1960): “Jesus Sacerdote” (para sacerdotes diocesanos), “São Gabriel Arcanjo” (para jovens e homens), “Anunciatinas (para moças) e “Santa Família” (para cônjuges e famílias). E também, a Associação dos Cooperadores Paulinos. “Tudo nos vem de Deus. Tudo nos leva ao Magnificat”, dizia Alberione.

Resultado de imagem para tiago alberione


https://i2.wp.com/www.sei.ba.gov.br/templates/rhuk_milkyway/images/topo/cabecalho_fundo.jpgBahia contabiliza saldo negativo de 5.601 postos de trabalho em outubro de 2016
As informações do Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), sistematizadas pela Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), apontam que o estado contabilizou um saldo negativo de 5.601 postos de trabalho com carteira assinada em outubro de 2016. O resultado expressa a diferença entre o total de 43.240 admissões e 48.841 desligamentos. O saldo registrado em outubro situou-se em um patamar superior ao contabilizado em igual mês do ano anterior (-10.409 postos), e inferior ao do mês de setembro de 2016 (-337 postos), incluindo as declarações fora do prazo.
Setorialmente, sete segmentos exibiram saldos negativos na Bahia em outubro: Serviços (-2.163 postos), Construção Civil (-1.136 postos), Comércio (-1.125 postos), Administração Pública (-711 postos), Agropecuária (-482 postos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (-162 postos) e Extrativa Mineral (-101 postos). Em contrapartida, apenas o setor Indústria de Transformação (+279 postos) absorveu trabalhadores celetistas nesse mês.
No acumulado dos últimos dez meses, seis setores de atividade registraram saldos negativos, destes, o pior desempenho foi o de Serviços (-22.533 postos), seguido por Comércio (-15.747 postos), Construção Civil (-13.808 postos), Indústria de Transformação (-1.272 postos), Serviços Industriais de Utilidade Pública (-942 postos) e Extrativa Mineral (-921 postos). Os setores que apresentaram saldos positivos foram: Agropecuária (+5.515 postos) e Administração Pública (+1.879 postos).
Análise regional – A Bahia (-5.601 postos) ocupou a 9ª posição no saldo de postos de trabalho dentre os estados nordestinos e a 23ª posição no Brasil, em outubro de 2016. Na Região Nordestina, sete estados apresentaram saldos negativos. O estado com o menor saldo foi a Bahia (-5.601 postos), seguido por Pernambuco (-3.549 postos), Ceará (-2.136 postos), Piauí (-1.797 postos), Paraíba (–850 postos), Rio Grande do Norte (-736 postos), e Maranhão (-410 postos). Duas unidades criaram posições de trabalho com carteira assinada: Alagoas (+5.832 postos) e Sergipe (+1.932 postos).
Acumulado do ano – No acumulado dos dez últimos meses, a Bahia apresentou um saldo de emprego da ordem de -47.829 postos de trabalho, levando-se em conta a série ajustada, que incorpora as informações declaradas fora do prazo. Este resultado fez com que o estado ocupasse a 24ª posição no país e a nona no Nordeste no que diz respeito à geração de empregos com carteira assinada. A Bahia (-47.829 postos) foi seguida por Pernambuco (-34.247 postos), Ceará (-30.431 postos), Sergipe (-13.109 postos), Rio Grande do Norte (-11.790 postos), Piauí (-10.892 postos), Maranhão (-10.752 postos), Alagoas (-10.610 postos) e Paraíba (-7.567 postos). Todos os estados nordestinos totalizaram saldo negativo no acumulado de janeiro a outubro de 2016.
Análise RMS e Interior – Analisando-se os dados referentes aos saldos de empregos distribuídos no estado em outubro de 2016 constata-se que o resultado do emprego foi negativo tanto na RMS como no interior. De forma mais precisa, na Região Metropolitana de Salvador foram fechados 2.793 postos de trabalho e o interior fechou 2.808 posições celetistas.
Quanto ao saldo de emprego de janeiro a outubro de 2016, enfatiza-se que a RMS fechou 44.439 postos de trabalho celetista e o interior encerrou 3.390 postos de trabalho com carteira assinada.
Análise municipal – Entre os municípios com mais de 30 mil habitantes que tiveram os menores saldos de empregos em outubro de 2016, ressaltam-se Salvador (-2.891 postos), Feira de Santana (-554 postos) e Juazeiro (-427 postos). Em contrapartida, Camaçari (+482 postos), Itabuna (+238 postos) e Morro do Chapéu (+178 postos) se destacaram na criação de novas oportunidades de trabalho formal na Bahia.
Análise das admissões e dos desligamentos – Na Bahia, em outubro, o saldo total, ou seja, a diferença entre todas as admissões e desligamentos contabilizou -5.601. Porém, a subtração apenas dos desligamentos por demissões do somatório de todas as formas de admissões revela saldo de 9.451.
ASCOM – SEI
3115-4729

plug __

Posted: November 25, 2016 in roteiro _ programação, secult_


informativos do Plug Cultura envie um email para: ascom@cultura.ba.gov.brsolicite o seu


carná cult

Posted: November 25, 2016 in Uncategorized

Exibindo card-carnaval-inscricao.pngSecultBA abre inscrições para contratações artísticas no Carnaval 2017
As inscrições podem ser feitas do dia 28 de novembro até o dia 20 de dezembro de 2016
A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia abre a partir da próxima segunda-feira, 28 de novembro de 2016, as inscrições para os projetos Carnaval do Pelô e Carnaval Pipoca 2017. O prazo final é 20 de dezembro de 2016. O formulário de credenciamento e o regulamento completo estão disponíveis no site da SecultBA. O recebimento das propostas será no Palácio Rio Branco – Centro, de 9h às 12h e 14h às 17h.
Carnaval Pipoca
Como destaques dos últimos anos, os microtrios e nanotrios do projeto Pipoca democratizam e agitam a folia dos circuitos Batatinha, Dodô e Osmar em desfiles sem cordas e mantém o espírito de acolhimento, o que tornou o Carnaval a maior festa popular do mundo. No último ano, mais de 80 artistas divididos em 12 criativos e irreverentes projetos selecionados participaram da folia. Entre eles Chico César, Ivan Huol, Peu Meurray, Verlando Gomes, Banda Marana, e muitos outros.
Carnaval do Pelô
É o carnaval da diversidade, alegria e boa música. Para tocar nos Largos do Pelourinho, Pedro Archanjo, Quincas Berro D’Água e Tereza Batista, podem participar do credenciamento artistas e bandas dos estilos afro, reggae, arrocha, pop rock, afro pop, axé, antigos carnavais, samba, hip-hop e guitarra baiana. Sem abrir mão da tradicional festa de rua, também serão convocadas bandas de sopro e percussão, bandinhas de percussão, bandinha de corda e percussão, bandão e performances. E pelo segundo ano consecutivo, os bailes infantis prometem animar a garotada com uma programação lúdica e variada.
Também estão sendo selecionados projetos compostos por três artistas diferentes, para participar da programação no palco principal do Largo do Pelourinho, que já tem como marca ser cenário de inesquecíveis encontros musicais durante a folia. Entre os grandes shows desta categoria na última edição, ocorreram as participações de Zezé Motta, Ganhadeiras de Itapuã e Aiace Félix, de Larrisa Luz, Paula Lima e Karla Silva, e de Riachão, Carla Visi e Claudete Macêdo, entre outras.
Informações sobre o Carnaval Pipoca (Clique Aqui)
Informações sobre o Carnaval do Pelô  (Clique Aqui)
SERVIÇO
Carnaval Pipoca e Carnaval Pelô 2017
Data de inscrição: de 28 de novembro de 2016 a 20 de dezembro de 2016.
Candidatos: Pessoas Físicas e Jurídicas.
Como proceder: preencher formulário de inscrição disponibilizado no site da SecultBA (cultura.ba.gov.br) e apresentar todos os documentos descritos e endereçados conforme consta no Regulamento do Processo de Credenciamento para Serviços Artísticos no Carnaval 2017.
Endereço: Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SECULT – Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro, CEP:40.020-010 – Salvador, Bahia.
Horário: de 9h às 12h e das 14h às 17h.
25/11/2016
Assessoria de Comunicação – SecultBA
(71) 3103-3412 / 3103-3442 / 3103-3452 (71) 9983-5278
http://plugcultura.wordpress.com

http://www.flickr.com/photos/secultba/
http://twitter.com/SecultBA
http://www.cultura.ba.gov.br
====================================
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Gabinete do Secretário Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia


“Domingo no TCA” encerra temporada 2016 com bate-papo “Você é o que lê”
Gregório Duvivier, Maria Ribeiro e Xico Sá Evento será no dia 04/12, às 11h, na Sala Principal do TCA, com ingressos a R$ 1
Fazer uma abordagem dinâmica e criativa da literatura como prazer e diversão. Este é o convite para o bate-papo “Você é o que Lê”, evento de encerramento da temporada 2016 do projeto Domingo no TCA, em cartaz no próximo dia 4 de dezembro, domingo, na Sala Principal do Teatro Castro Alves, às 11h. O bate-papo com o público vai reunir no palco três autores e representantes da atual cena literária, jornalística, artística e cultural brasileira: Gregório Duvivier, Maria Ribeiro e Xico Sá. O ator e escritor baiano Lázaro Ramos será o mediador especial da roda.  E a apresentação do evento ficará por conta da jornalista Pâmela Lucciola. O projeto “Você é o que Lê” é um evento realizado pela Noarr Cultura e Conteúdo com o apoio da Livraria Cultura.
Os ingressos para o projeto “Você é o que Lê” custam R$ 1,00 (inteira) e R$ 0,50 (meia) e serão vendidos somente no dia do evento, a partir das 9h, com acesso imediato do público. O Domingo no TCA é uma iniciativa do Teatro Castro Alves, através da Fundação Cultural do Estado da Bahia (Funceb) e da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA).
Boas histórias – O projeto “Você é o que lê” nasceu em maio deste ano, em Salvador, e já passou por cidades como Brasília e Paraty (RJ), durante a realização da Flip (Festa Literária Internacional de Paraty); além de três edições em São Paulo e Rio de Janeiro. O projeto aborda a leitura e a literatura como espelho do mundo contemporâneo. Durante a roda, o trio compartilha com o público uma conversa descontraída em que tudo é incluído como literatura: redes sociais, correntes do WhatsApp, as cartas de amor e os ganhadores do prêmio Nobel.
“O que importa é o encantamento que um bom livro e boas histórias podem produzir”, garantem os idealizadores do projeto. Os livros dão o tom da conversa, mas também estão lá as narrativas pessoais. Gregório Duvivier, Maria Ribeiro e Xico Sá contam como diferentes autores marcaram fases distintas das suas vidas e contribuíram nas suas trajetórias como artistas e escritores. Discussões sobre a sociedade, política e educação também são constantes nos encontros. Em 2017, como uma grande banda literária, o trio também partirá para uma turnê em países de língua portuguesa, começando por Portugal, Moçambique e Angola.
SERVIÇO
PROJETO “DOMINGO NO TCA” APRESENTA:
“VOCÊ É O QUE LÊ”, com GREGÓRIO DUVIVIER, MARIA RIBEIRO E XICO SÁ.
Mediação especial: Lázaro Ramos – Apresentação: Pâmela Lucciola
Local: Sala Principal do Teatro Castro Alves (Pç. Dois de Julho, Campo Grande)
Data: 04 de dezembro (domingo)
Horário: 11h
Ingressos*: R$ 1,00/R$ 0,50
*Vendas somente no dia, a partir de 9h, com acesso imediato do público
25/11/2016

Exibindo -Você é o que lê- (foto de Carla Galrão) (1).jpg