Archive for the ‘Uncategorized’ Category

cj news __

Posted: November 23, 2017 in Uncategorized

Consultor Jurídico
Notícias ConJur – 22/11/2017
Jurisprudência da corte
Processo complexo permite que prisão preventiva
seja estendida, define Supremo Tribunal Federal

2ª Turma negou Habeas Corpus a advogado preso desde 2012. Ministros destacaram
que processo envolve mais de 40 réus e sentença soma mais de 1,8 mil páginas.
 

Fora da corte
Disputa entre Petrobras e ANP deve
ser resolvida em arbitragem, julga STJ
 Pensão especial
Morte de autor antes de ajuizar
ação extingue mandato de advogado

Necessidades atendidas
Participação nos lucros não se
incorpora diretamente à pensão
 Criação de jurisprudência
Revolta com voto de minerva no
Carf pode gerar corrida ao Judiciário


Tempos modernosProblema técnico do STJ impede réu de recorrer contra condenação
Direito Comparado
O modelo de pós-graduação: o dilema da qualidade e da produção Consultor Tributário
MP de royalties de mineração está repleta de inconstitucionalidades
Mais notícias
STJ aprova nova súmula sobre aplicação da Lei Maria da Penha
22/11 19h54 CNI pede para participar de ações no Supremo contra terceirização
22/11 CCJ do Senado aprova PL que criminaliza vingança pornográfica 
22/11 18h42Bancos são contra projeto que pode restringir transporte de valores
22/11 17h41 União é quem decide sobre licenciamento ambiental em manobra militar
22/11 17h13 Polícia não pode autorizar jornalista a acompanhar operação em casa
22/11 16h58 TJ-DF libera Liliane Roriz de pagar R$ 300 mil por deixar PRTB
22/11 16h25 Encontro de advogados terá mais de 50 eventos paralelos aos painéis
22/11 15h57 Saul Leal: O que a renúncia de Mugabe ensina sobre constitucionalismo
22/11 15h39 Em uma tirinha, Laerte explica o novo Direito Penal brasileiro
22/11 14h42 Kenarik Boujikian integrará 15ª Câmara Criminal do TJ-SP
22/11 14h17 Jornalista pede apoio contra “recuos” da operação “lava jato”
22/11 13h27 Tales Castelo Branco é eleito defensor das prerrogativas da advocacia
22/11 12h35 Livro discute investigação criminal e segurança pública
22/11 11h43 Ex-governadores do Rio de Janeiro, casal Garotinho é preso
22/11 11h26 Judiciário faz acordo com Exército para destruir armas apreendidas
22/11 10h56 TJ-RJ suspende efeitos da sessão da Alerj que soltou deputados
22/11  9h44 Restaurante de estrada terá de pagar gorjeta a chefe de cozinha
22/11  9h16 TJ do Rio inaugura espaço para atender conflitos familiares ]
22/11  8h00 Natureza do prazo do parágrafo 1º, artig 18, do CDC é decadencial
22/11  7h44 Parodi: Falsificação de documento digital traz desafios para perícia
22/11  7h43 Juízes brasileiros faltam pouco por motivo de saúde, diz levantamento
22/11  6h49 Opinião: O STJ e os meios para superação dos precedentes
22/116h17Opinião: Anvisa extrapolou limites ao proibir ingredientes em cigarros

Advertisements

Sambadores e Sambadeiras

Posted: November 10, 2017 in Uncategorized

Saubara recebe a última etapa do projeto Sambas de Roda Mirins

O projeto, que iniciou suas atividades em agosto de 2017, já passou pelas cidades de Maragojipe, Irará, Acupe e São Francisco do Conde

A cidade de Saubara será palco do encerramento do projeto “Sambas de Roda Mirins, foi meu Mestre que ensinou”, que tem como principal objetivo salvaguardar, preservar, recriar e difundir o Samba de Roda, mediante os grupos de samba de roda mirins formados através da Rede das Casas de Samba de Roda, por meio de diversas ações formativas, artísticas e educativas. A programação acontece domingo (12), na Escola Luís Eduardo Magalhães, a partir das 14h.

O projeto, que iniciou suas atividades em agosto de 2017, já passou pelas cidades de Maragojipe, Irará, Acupe e São Francisco do CondeEm Saubara, haverá a participação de todos os 11 grupos de samba de roda mirins, formados por crianças e jovens e será lançado também o vídeo documentário produzido durante o projeto.

A partir do ano de 2005 foi dado início ao plano de salvaguarda do samba de roda que ganhou ainda mais força e visibilidade quando em 2010 um grupo de sambadores e sambadeiras começaram juntamente com a Associação dos Sambadores e Sambadeiras do Estado da Bahia uma articulação para a criação da “Rede de Casas do Samba” (espaços simples, a serem usados coletivamente pelos sambadores para ensaios, atividades educativas, reuniões e o que mais necessitarem) (dossiê IPHAN nº04, pg 90). Esta ação possibilitou a implantação de 14 Casas do Samba de roda em 14 cidades da Bahia. Uma série de atividades foi desenvolvida, a partir da execução da Rede de Casas do Samba com destaque para o trabalho de transmissão de saber ministrados por Mestres do Samba de Roda, por meio de oficinas e encontros que resultaram na constituição de grupos mirins de samba de roda compostos na sua maioria por filhos e netos de sambadores.

Este projeto é realizado com o apoio financeiro do Governo do Estado, e Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional – IPAC, através do Fundo de Cultura do Estado da Bahia, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia”, por meio do Edital 23/2016 – Setorial de Patrimônio Cultural, Arquitetura e Urbanismo.

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br

Programação:

5º Encontro “Sambas de Roda Mirins, foi meu Mestre que ensinou”

Data: 12 de novembro, domingo
14h – Exibição do vídeo documentário Sambas Mirins

15h- Roda de conversa com os Mestres do Samba de Roda e os grupos

17h – Performance musical dos grupos

Local: Escola Luis Eduardo Magalhães

 

10/11/2017

Assessoria de Comunicação – SecultBA

(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278
http://plugcultura.wordpress.com

http://www.flickr.com/photos/secultba/

http://twitter.com/SecultBA

http://www.cultura.ba.gov.br

====================================

Secretaria de Cultura do Estado da Bahia

Gabinete do Secretário Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia

 Exibindo Cartaz Samba Mirim - Saubara (1).jpg

ConJur

Posted: November 1, 2017 in Uncategorized

Consultor Jurídico

Notícias ConJur – 31/10/2017
Voltando atrás
Não é possível cobrar taxa de corretagem quando desistência da compra de imóvel foi motivada
Superior Tribunal de Justiça deu razão a pessoas que desistiram do negócio por não
terem sido informadas sobre uma ação de execução fiscal contra o proprietário.
Sem diferença
Por meio de MP, governo muda tributação de fundos de investimento fechados
Sem proibição
Justiça Federal autoriza inscrição de honorários de sucumbência no Pert
Biênio 2018-2019
Desembargadores já estão em campanha informal no Tribunal de Justiça de SP
Liberdade de expressão
Ao criticar impeachment de Dilma, juízes não violaram Constituição, diz Lenio Streck
Um dia a mais Dollar Photo Club
32 tribunais começam feriadão de Finados nesta quarta-feira (1º/11)
Contas à Vista
O homem deve vir em primeiro lugar na análise do Direito Financeiro
Tribuna da Defensoria
Oitiva de adolescente
e a extensão de seu
direito ao silêncio
Mais notícias
31/10  20h12  STJ nega mais um Habeas Corpus aos irmãos Batista, donos da JBS
31/10  19h45  TJ-RJ absolve advogado de calúnia e difamação contra juiz criminal
31/10  19h42  Opinião: Retroatividade de nova tributação de fundos é discutível
31/10  19h32  Justiça Federal aceita denúncia contra 14 pessoas na zelotes
31/10  17h08  Moro é homenageado nos EUA por ‘liderar movimento anticorrupção’
31/10  16h55  Andrea Marighetto: Apologia ao acordo de colaboração e sua rescisão
31/10  16h25  TJ-RJ valida lei que obriga pôr tipo sanguíneo de aluno em uniforme
31/10  15h46  TJ-BA não pode excluir MP de investigação contra juiz, diz ministro
31/10  15h16  Publicada MP que adia reajuste de parte dos servidores para 2019
31/10  15h11  Justiça de SP autoriza cartórios a protestar contrato de honorários
31/10  14h43  Sem ordem judicial, PM não pode deter quem viola monitoramento
31/10  14h35  Justiça do Trabalho debate homologação de acordos extrajudiciais
31/10  14h00  Lewandowski é internado em São Paulo após fraturar costelas
31/10  13h34  MBL e Frota devem remover textos ofensivos a Caetano e Lavigne
31/10  12h51  Gilmar Mendes suspende transferência de Cabral para prisão federal
31/10  11h46  STF remete à primeira instância conflito pontual entre municípios
31/10  10h58  Incidente de falsidade ideológica é possível em ação de alimentos
31/10   9h25  Luciano Timm: Justiça trabalhista colocava óbices na arbitragem
31/10   9h16  Defesa de Lula pede ao TRF-4 a inutilização de conversas grampeadas
31/10   7h17  Fábio de Andrade: Para manter importância, Carf deve corrigir rumos
31/10   6h43  Manoel Brandão: Acesso a informações públicas não exige motivação
31/10   6h19  Opinião: Nova lei preenche lacuna ao regular “garantia guarda-chuva”
Esta edição do boletim é patrocinada pelo Animus Coworking

Revista eletrônica Consultor Jurídico https://www.conjur.com.br

Se você não deseja mais receber o Boletim Conjur, edite sua conta aqui.
Caso haja problemas, envie um email para tecnologia@consultorjuridico.com.br

q.com: prêmio polo __

Posted: August 25, 2017 in Uncategorized

Camisas Polo Salvador conquista Selo Verde
Localizada no Condomínio Bahia Têxtil, a Camisas Polo Salvador é a primeira indústria brasileira de pequeno porte, no segmento em que atua, a conquistar o Selo Verde – Categoria Ouro
Salvador, 25 de agosto de 2017 – A Camisas Polo Salvador celebra mais uma vitória na caminhada rumo à ecoeficiência. A fábrica Localizada no Condomínio Bahia Têxtil, no bairro do Uruguai, em Salvador, acaba de conquistar o Selo Verde Ouro.
Trata-se de uma certificação socioambiental concedida pela Ecolmeia, uma organização sem fins lucrativos (OSCIP), com sede em São Paulo, que desde 2008 reconhece empresas e organizações cujos processos produtivos e o modelo de gestão estão alinhados com a valorização do ser humano e a sustentabilidade ambiental.
A solenidade de reconhecimento e entrega do Selo Verde ocorrerá na próxima quinta-feira (31.08), às 16h, na sede da empresa, em Salvador. “É a primeira vez que concedemos essa certificação para uma fábrica de camisas de pequeno porte”, ressalta o consultor ambiental da Ecolméia, Reginaldo Almeida, auditor do Selo Verde.
“Portanto, a Camisas Pólo Salvador é pioneira nesse segmento. A indústria alcançou a categoria Ouro, com méritos, visto que foram evidenciadas ações tecnológicas e ambientais, que promovem o desenvolvimento sustentável nas áreas social, ambiental e econômica”, destaca o auditor Reginaldo Almeida.
Atualmente, a Rede Selo Verde Ecolmeia mantém 99 organizações certificadas. Todo o processo produtivo das candidatas à certificação é auditado, e são avaliados os modelos de gestão, que devem estar alinhados com o conceito de ecoeficiência. Que significa produzir mais, com o menor impacto possível ao meio ambiente, minimizando o consumo de matérias-primas e otimizando o uso de energia.
“Estamos muito felizes com mais esse reconhecimento externo, comprovando que o nosso trabalho na área de sustentabilidade é cada vez mais consistente”, afirma o sócio diretor da empresa, Hari Hartmann.
Selo Solar
Modelo de eficiência energética, a Camisas Polo Salvador conquistou recentemente o 50º Selo Solar, um reconhecimento do Instituto IDEAL, com apoio do WWF-Brasil e da Cooperação Alemã para o Desenvolvimento Sustentável. É a primeira indústria de pequeno porte do Brasil a ter 100% de suas necessidades atendidas pela energia solar fotovoltaica.
Hoje, a empresa possui capacidade instalada para produção de até 2.000 camisas polo por dia e consome cerca de 4 mil quilowatts/hora. Esse consumo é atendido por 98 Painéis Solares, que ainda geram energia excedente. O investimento no sistema fotovoltaico foi iniciado em 2014.
40 Ações verdes
Os processos produtivos da unidade fabril estão ancorados nos pilares da sustentabilidade, com mais de 40 ações verdes de “boas práticas ambientais”, a exemplo do uso da energia solar, lâmpadas de LED, sensores de presença, motores eletrônicos, sistema de reaproveitamento da água da chuva nos banheiros, bicicletário, cadeiras ergonômicas, embalagens biodegradáveis e doação de retalhos.
Adotar soluções sustentáveis reduz o impacto ambiental, otimiza custos e aumenta a competitividade. “Medidas essenciais num momento de turbulência econômica”, ensina Hari. No primeiro semestre de 2017, a Camisas Polo Salvador cresceu em relação ao ano passado. “Foi o melhor dos últimos anos, em relação ao faturamento”, afirma o empresário.
Produtos diferenciados
A fábrica localizada no Condomínio Bahia Têxtil, na Rua do Uruguai, em Salvador, produz as linhas Clássica – para fardamento empresarial; Ecoline – camisas ecológicas em malha pique, a partir da matéria prima com 50% de poliéster de garrafa PET e 50% algodão; Ecofibra – tecido composto em fibras de PET recicladas e de um mix feito a partir do desfibramento de tecidos (retalhos), com diferentes composições, e a linha 100, fabricada em tecido com 100% de algodão nobre ou 100% de algodão orgânico.
Assessoria de Imprensa: Núbia Cristina 71 99197-7494 / Renato Barbosa 71 99192-5807


RELIGIÃO LITURGIA DIÁRIA
Dia 7 de Agosto – Segunda-feira
XVIII SEMANA DO TEMPO COMUM
(Verde – Ofício do Dia)

Antífona de Entrada
Meus Deus, vinde libertar-me, apressai-vos, Senhor, em socorrer-me. Vós sois o meu socorro e o meu libertador; Senhor, não tardeis mais (Sl 69,2.6).

Oração do dia
Manifestai, ó Deus, vossa inesgotável bondade para com os filhos e filhas que vos imploram e se gloriam de vos ter como criador e guia, restaurando para eles a vossa criação e conservando-a renovada. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Números 11,4-15)
Leitura do livro dos Números.
Naqueles dias, 11 4 a população que estava no meio de Israel foi atacada por um desejo desordenado; e mesmo os israelitas recomeçaram a gemer: “Quem nos dará carne para comer?”, diziam eles.
5 “Lembramo-nos dos peixes que comíamos de graça no Egito, os pepinos, os melões, os alhos bravos, as cebolas e os alhos.
6 Agora nossa alma está seca. Não há mais nada, e só vemos maná diante de nossos olhos.”
7 O maná assemelhava-se ao grão de coentro e parecia-se com o bdélio.
8 O povo dispersava-se para colhê-lo; moía-o com a mó ou esmagava-o num pilão, cozia-o numa panela e fazia bolos com ele, os quais tinham o sabor de um bolo amassado com óleo.
9 Enquanto de noite caía o orvalho no campo, caía também com ele o maná.
10 Ouviu Moisés o povo que chorava, agrupado por famílias, cada uma à entrada de sua tenda. A cólera do Senhor acendeu-se com violência. Moisés entristeceu-se.
11 E disse ao Senhor: “Por que afligis vosso servo? Por que não acho eu favor a vossos olhos, vós que me impusestes a carga de todo esse povo?”
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 80/81
Exultai no Senhor, nossa força.
Mas me povo não ouviu a minha voz,

Israel não quis saber de obedecer-me.
Deixei, então, que eles seguissem seus caprichos,
abandonei-os ao seu duro coração.

Quem me dera que meu povo me escutasse!
Que Israel andasse sempre em seus caminhos!
Seus inimigos, sem demora, humilharia
e voltaria minha mão contra o opressor.

Os que odeiam o Senhor o adulariam,
seria este seu destino para sempre;
eu lhe daria de comer a flor do trigo
e, com o mel que sai da rocha, o fartaria.

Evangelho (Mateus 14,13-21)
Aleluia, aleluia, aleluia.
O homem não vive somente de pão, mas de toda palavra da boca de Deus (Mt 4,4).
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
14 13 Ao saber da morte de João Batista, Jesus partiu dali numa barca para se retirar a um lugar deserto, mas o povo soube e a multidão das cidades o seguiu a pé.
14 Quando desembarcou, vendo Jesus essa numerosa multidão, moveu-se de compaixão para ela e curou seus doentes.
15 Caía a tarde. Agrupados em volta dele, os discípulos disseram-lhe: “Este lugar é deserto e a hora é avançada. Despede esta gente para que vá comprar víveres na aldeia”.
16 Jesus, porém, respondeu: “Não é necessário: dai-lhe vós mesmos de comer”.
17 “Mas”, disseram eles, “nós não temos aqui mais que cinco pães e dois peixes”.
18 “Trazei-mos”, disse-lhes ele.
19 Mandou, então, a multidão assentar-se na relva, tomou os cinco pães e os dois peixes e, elevando os olhos ao céu, abençoou-os. Partindo em seguida os pães, deu-os aos seus discípulos, que os distribuíram ao povo.
20 Todos comeram e ficaram fartos, e, dos pedaços que sobraram, recolheram doze cestos cheios.
21 Ora, os convivas foram aproximadamente cinco mil homens, sem contar as mulheres e crianças.
Palavra da Salvação.

Comentário ao Evangelho
COMPRAR OU DAR?
A situação delicada em que se encontrava a multidão faminta deu ocasião para os discípulos manifestarem sua mentalidade e serem corrigidos pelo Mestre. Quando julgavam que a solução seria despedir a multidão para que fosse comprar algo para comer, Jesus ordenou que eles mesmos lhe dessem de comer. Esta ordem só seria entendida se os discípulos se abrissem para o novo projeto de sociedade subjacente à pregação do Mestre. É para esta novidade que Jesus quer levá-los a se converter.
Comprar os pães supunha orientar as relações sociais pelas leis da economia, onde impera a concentração de bens e a exploração injusta. Neste contexto, quem tem dinheiro tem o direito de comer; quem não tem, torna-se vítima da fome. Aos comerciantes importa apenas o lucro. As pessoas, contaminadas pelo egoísmo, acabam virando as costas para o próximo em dificuldade. Estamos muito distantes do ideal do Reino!
Dar os pães comporta uma dinâmica diferente. Tudo parte do amor ao próximo, cuja penúria torna-se um apelo para a solidariedade e a partilha. Quem possui algo para comer, deixa-se tocar por quem não o tem, e abre mão, generosamente, do que lhe pertence para saciar a fome do próximo. Esta atitude funda-se na pura gratuidade e exclui qualquer desejo de recompensa. A alegria já é sentida no ato mesmo de repartir. Nesta direção é que os discípulos devem caminhar!
Oração
Pai, abre meu coração para a solidariedade, a fim de que, diante de meu semelhante necessitado eu sinta a alegria partilhar com ele o que me deste.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Sobre as Oferendas
Dignai-vos, ó Deus, santificar estas oferendas e, aceitando este sacrifício espiritual, fazei de nós uma oferenda eterna para vós. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
Vós nos destes, Senhor, o pão do céu, que contém todo sabor e satisfaz todo paladar (Sb 16,20).
Depois da Comunhão
Acompanhai, ó Deus, com proteção constante os que renovastes com o pão do céu e, como não cessais de alimentá-los, tornai-os dignos da salvação eterna. Por Cristo, nosso Senhor.

MEMÓRIA FACULTATIVA
SÃO SISTO II (Vermelho – Ofício da Memória)
Oração do Dia
Pai todo-poderoso, que concedestes a são Sisto e seus companheiros a graça de dar a vida por causa da vossa palavra e do testemunho de Jesus, pela força do Espírito Santo fazei-nos dóceis para acolher a fé e fortes para proclamá-la. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.
Sobre as Oferendas
Recebei, Pai santo, as nossas oferendas na comemoração dos vossos santos mártires e dai-nos a graça de não vacilar ao proclamarmos nossa fé. Por Cristo, nosso Senhor.
Depois da Comunhão
Ó Deus, que, de modo admirável, manifestastes em vossos mártires o mistério da cruz, concedei que, fortalecidos por este sacrifício, possamos seguir fielmente a Cristo e participar na Igreja da obra de salvação. Por Cristo, nosso Senhor.

Santo do Dia / Comemoração (SÃO SISTO II)
Xisto II foi o vigésimo quarto sumo pontífice de Roma. Era grego, nasceu em Atenas e assumiu a direção da Igreja em 30 de agosto de 257. O seu governo durou apenas onze meses, tempo em que não poderia ter feito muitas obras.
Mas fez uma das mais importantes para a Igreja. Com seu caráter reto e bondoso, conseguiu solucionar as discórdias que haviam atormentado a Santa Sé desde o governo de Vítor I. A questão polêmica era a seguinte: se um herege quisesse retornar à Igreja, após ter renegado a fé, deveria ser batizado de novo ou seria suficiente o batismo que havia recebido a primeira vez? Isso dividia a Igreja. De um lado, a de Roma, que aceitava o retorno apenas com a confirmação por meio do crisma. De outro, a do Oriente, em especial a da Antioquia e da Alexandria, que exigia um novo batismo. A discórdia aumentou quando o papa Vitor I impôs o procedimento romano a ser seguido por todos, sob pena de excomunhão.
Moderado e pacifista, Xisto II neutralizou a excomunhão. Dizendo que não estava em jogo a fé comum, nem a união com o sucessor de Pedro, cada Igreja ou grupo de igrejas devia resolver a questão com independência e de acordo com as circunstâncias dos fatos, resolvendo o antigo problema. Assim, trouxe de volta à Igreja os cristãos da Antioquia e da Alexandria que se haviam distanciado, e a harmonia estabeleceu-se. Em meados de 258, o imperador Valeriano, por meio de um segundo decreto, obrigou que os cristãos renegassem a própria religião publicamente, sob pena de terem os bens confiscados e sofrerem morte por decapitação. Para os sacerdotes e integrantes da Igreja, seriam confiscados até mesmo os cemitérios.
Xisto II fez o traslado das relíquias de são Pedro e são Paulo para um local seguro após esse decreto. Depois, surpreendido pelos soldados enquanto celebrava a santa missa, no cemitério, foi preso com outros sete religiosos. Durante as perseguições, os cristãos encontravam-se nos cemitérios subterrâneos para receberem a eucaristia, era lá que escondiam os livros sagrados e os objetos litúrgicos. Foram condenados, pelo imperador, à decapitação e houve o confisco dos bens. O papa Xisto II morreu junto com seis diáconos – Agapito, Estêvão, Feliz, Januário, Magno e Vicente -, no dia 6 de agosto de 258. O sétimo, Lourenço, foi morto quatro dias depois.
A festa de são Xisto II e seus companheiros, com a reforma do calendário da Igreja, passou a ser celebrada no dia 7 de agosto. No livro dos papas, sua morte foi definida como “soglio pontificio”, pois estava em exercício da santa missa. As suas relíquias estão na cripta dos papas de São Calisto, em Roma.

ae bullet __

Posted: July 14, 2017 in Uncategorized

Link
</a
square   EMPRESAS
</aExclusivo: MPT planeja ações coletivas contra Uber e similares
square   SEGURANÇA
O que fazer se alguém publicar suas imagens íntimas na internet
square   FINANÇAS
<class=”m_8992535666824276366titulonewsletter”>CVM edita norma que regulamenta crowdfunding de investimento
As últimas do Link irBlogs e Colunas

SEU BOLSO NA ERA DIGITAL
A reação dos bancos americanos

FELIPE MATOS

Quer economizar nas férias de julho? Estas startups te ajudam
Mais blogs e colunas irVídeo do dia
square   BITCOIN O que é Bitcoin?
A primeira moeda digital do mundo não é controlada por bancos ou governo, mas por usuários cadastrados. Entenda em um minuto seu funcionamento.
Mais em TV Estadãoir

governo -‘viagens __

Posted: July 14, 2017 in Uncategorized

SEGUE ÁUDIO DO GOVERNADOR ANEXO

Prestes a completar 300 viagens ao interior, Rui diz que “dá vontade de trabalhar mais”

Na próxima segunda-feira (17), o governador Rui Costa fará a visita de número 300 ao interior do Estado, com uma viagem para o município de Santaluz, onde às 10h assina ordem de serviço para a pavimentação de um trecho da BA-120, que liga Santaluz a Queimadas, e realiza ações na área do desenvolvimento rural. Durante assinatura de convênios do Programa Bahia Produtiva, nesta quinta (13), em Santa Luzia, no sul do Estado, Rui destacou a marca: “é um momento de maior satisfação pessoal, porque a gente caminha, se emociona e isso tudo dá vontade de trabalhar mais e se dedicar mais. Vale a pena todo esforço físico e mental que a gente está fazendo. É o número 300 de viagens e a correria não para”.

Agenda da semana

Nesta sexta-feira (14), a partir das 10h40, o governador Rui Costa estará no município de América Dourada, que fica na microrregião de Irecê, para a inauguração da estrada de sete quilômetros que liga a BA-052 ao distrito de Prevenido. A obra recebeu investimento de mais de R$ 1,5 milhão. Rui ainda faz a entrega de certificados do Cadastro Estadual Florestal de Imóveis Rurais (CEFIR) e do Cadastro Ambiental Rural (CAR) para produtores da região.

No sábado (15), Rui irá ao município de Guanambi, na região sudoeste. A agenda começa às 10h, com a entrega de uma Unidade Básica de Saúde (UBS). Em seguida, o governador participa da inauguração de uma escola e visita a Policlínica do Consórcio de Saúde da Região de Guanambi.