Author Archive


dom total liturgiaReligião Liturgia Diária
Dia 22 de Agosto – Quinta-feira
NOSSA SENHORA RAINHA
(Branco, Prefácio de Maria – Ofício da Memória)

Antífona de Entrada
A rainha está à vossa direita com suas vestes de ouro, ornada de esplendor (Sl 44,10).

Oração do dia
Ó Deus, que fizestes a mãe do vosso filho nossa mãe e rainha, dai-nos, por sua intercessão, alcançar o reino do céu e a glória prometida aos vossos filhos e filhas. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Isaías 9,1-6)
Leitura do livro do profeta Isaías.
9 1O povo que andava nas trevas viu uma grande luz; sobre aqueles que habitavam uma região tenebrosa resplandeceu uma luz.
2Vós suscitais um grande regozijo, provocais uma imensa alegria; rejubilam-se diante de vós como na alegria da colheita, como exultam na partilha dos despojos.
3Porque o jugo que pesava sobre ele, a coleira de seu ombro e a vara do feitor, vós os quebrastes, como no dia de Madiã.
4Porque todo calçado que se traz na batalha, e todo manto manchado de sangue serão lançados ao fogo e tornar-se-ão presa das chamas;
5porque um menino nos nasceu, um filho nos foi dado; a soberania repousa sobre seus ombros, e ele se chama: Conselheiro admirável, Deus forte, Pai eterno, Príncipe da paz.
6Seu império será grande e a paz sem fim sobre o trono de Davi e em seu reino. Ele o firmará e o manterá pelo direito e pela justiça, desde agora e para sempre. Eis o que fará o zelo do Senhor dos exércitos.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 112/113
Bendito seja o nome do Senhor,
agora e por toda a eternidade!

Louvai, louvai, ó servos do Senhor,
louvai, louvai o nome do Senhor!
Bendito seja o nome do Senhor,
agora e por toda a eternidade.

Do nascer do sol até o seu ocaso,
louvado seja o nome do Senhor!
O Senhor está acima das nações,
sua glória vai além dos altos céus.

Quem pode comparar-se ao nosso Deus,
ao Senhor, que no alto céu tem o seu trono
e se inclina para olhar o céu e a terra?

Levanta da poeira o indigente
e do lixo ele retira o pobrezinho,
para fazê-lo assentar-se com os nobres,
assentar-se com os nobres do seu povo.

Evangelho (Lucas 1,26-38)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Maria, alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor é contigo;
és bendita entre todas as mulheres da terra! (Lc 1,28)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
1 26 No sexto mês, o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galiléia, chamada Nazaré,
27 a uma virgem desposada com um homem que se chamava José, da casa de Davi e o nome da virgem era Maria.
28 Entrando, o anjo disse-lhe: “Ave, cheia de graça, o Senhor é contigo”.
29 Perturbou-se ela com estas palavras e pôs-se a pensar no que significaria semelhante saudação.
30 O anjo disse-lhe: “Não temas, Maria, pois encontraste graça diante de Deus.
31 Eis que conceberás e darás à luz um filho, e lhe porás o nome de Jesus.
32 Ele será grande e chamar-se-á Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi; e reinará eternamente na casa de Jacó,
33 e o seu reino não terá fim”.
34 Maria perguntou ao anjo: “Como se fará isso, pois não conheço homem?”
35 Respondeu-lhe o anjo: “O Espírito Santo descerá sobre ti, e a força do Altíssimo te envolverá com a sua sombra. Por isso o ente santo que nascer de ti será chamado Filho de Deus.
36 Também Isabel, tua parenta, até ela concebeu um filho na sua velhice; e já está no sexto mês aquela que é tida por estéril,
37 porque a Deus nenhuma coisa é impossível”.
38 Então disse Maria: “Eis aqui a serva do Senhor. Faça-se em mim segundo a tua palavra”. E o anjo afastou-se dela.
Palavra da Salvação.
Comentário ao Evangelho

https://encrypted-tbn0.gstatic.com/images?q=tbn:ANd9GcTnYVp63RJcjcFEmieoLun7XRjJSuGJ9FqL7c8Va72Y6BQJM4Al

SUPERANDO O PECADO ORIGINAL
A celebração da Imaculada Conceição de Maria leva-nos reconhecer a possibilidade de superar a marca do pecado, que acompanha a história da humanidade. É possível considerar isso como uma forma de reversão da história: finalmente, alguém viu-se totalmente livre da tirania do pecado.
A experiência de Maria é melhor entendida, se a confrontamos com a de Eva. A primeira mulher, criada para a plena comunhão com Deus, deixou-se envolver pela força dos instintos, a ponto de romper com o Criador. Maria, a mãe do Redentor, mostrou-se tão radicalmente fiel a Deus, a ponto de não ser contaminada pelo pecado. Aquela foi a “mãe de todos os viventes”, que contaminara, com sua infidelidade e pecado, todas as gerações humanas. Aquela que traria em seu ventre o Salvador, ao invés, por sua fidelidade transformou-se em fonte de bênção para a humanidade que seria redimida por seu Filho. Enquanto Eva representa a humanidade que passa da graça ao pecado, Maria, pelo contrário, aponta para a humanidade que supera o pecado, e se volta totalmente para a graça de Deus.
Quando o anjo chamou Maria de “cheia de graça”, estava indicando a profundidade do enraizamento da graça no coração dela. Com isto, apresentava-a como exemplo de humanidade salva por Jesus: o ser humano como saíra das mãos do Criador.

Oração
Espírito de perfeita santidade, como Maria, plenifica com a graça de Deus o meu coração, de forma a não sobrar espaço para o egoísmo e o pecado.
O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês.
Sobre as Oferendas
Ó Deus, celebrando a memória da virgem Maria, nós vos trazemos nossas oferendas e suplicamos que o Cristo venha em nosso socorro, pois se ofereceu por nós na cruz como sacrifício sem mancha. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
Feliz és tu, que acreditaste, porque se cumprirá o que te foi dito da parte do Senhor (Lc 1,45).
Depois da Comunhão
Alimentados, ó Deus, pelo sacramento celeste, ao celebrarmos a realeza de Maria, concedei que participemos eternamente do banquete do vosso reino. Por Cristo, nosso Senhor.

Santo do Dia / Comemoração (NOSSA SENHORA RAINHA)
“O Espírito Santo virá sobre ti, e o poder do Altíssimo vai te cobrir com a sua sombra; por isso o Santo que nascer será chamado Filho de Deus”. Disse, então, Maria: “Eu sou a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” Lc. 1,37-38. Ainda Lucas, nos Atos dos apóstolos, coloca Maria no meio dos apóstolos, recolhida com eles em oração. Ela constitui o vínculo que mantém unidos ao Ressuscitado aqueles homens ainda não robustecidos pelos dons do Espírito Santo. Pois a sua extraordinária humildade e fé total na palavra do anjo, que fez descer sobre a Terra um Deus ainda mais humilde do que ela. E, através de suas virginais virtudes e pureza de coração, Maria ficou ainda mais próxima de seu Filho. Maria é Rainha, porque é a Mãe de Jesus Cristo, o Rei. Ela é Rainha porque supera todas as criaturas em santidade. “Ela encerra em si toda a bondade das criaturas”, diz Dante na Divina Comédia. Tudo que se refere ao Messias traz a marca da divindade. Assim, todos os cristãos vêem em Maria a superabundante generosidade do amor divino, que a acumulou de todos os bens. A Igreja convida o povo a invocá-la não só com o nome de Mãe, mas também com aquele de Rainha, porque ela foi coroada com o duplo diadema, de virgindade e de maternidade divina. A Virgem Maria Rainha resplandece em todos os tempos, no horizonte da Igreja e do mundo, como sinal de consolação e de esperança segura para todos os cristãos, já cobertos pela dignidade real do Senhor através do Batismo. O Papa Pio XII instituiu em 1955 a festa da Virgem Maria Rainha, como conseqüência daquela de Cristo Rei. Inicialmente era celebrada no dia 31 de maio, mês de Maria, encerrando as comemorações com o coroamento desta singular devoção. O dia 22 de agosto era reservado à homenagem ao Coração Imaculado de Maria. Mas, a Igreja desejando aproximar a festa da realeza de Maria à da sua gloriosa assunção ao céu, inverteu estas datas a partir da última reforma do seu calendário litúrgico em 1969.

Advertisements

ConJur

Posted: August 21, 2019 in DIREITO _, divulgação

Consultor Jurídico

Notícias ConJur 20/08/2019
Ponto de equilíbrio
Advogado é que tem de provar que devedor pode passou a poder pagar sucumbência, determina TRT-10
Para tribunal, trecho da reforma trabalhista que obriga o be>neficiário de Justiça gratuita a pagar honorários caso receba dinheiro de outro processo em dois anos é inconstitucional
Crise política
Juiz condena Fernando Haddad por caixa dois na campanha para eleição de 2012

Sem censura prévia
TRF-4 estende decisão que autorizou ex-presidente Lula a conceder entrevistas

Aluguel de plataforma
Carf cancela autuação de R$ 5 bilhões da Petrobras em contrato de afretamento

reação desproporcional
1ª Turma do STF nega Habeas Corpus contra decisão do tribunal do júri

Movimentação financeira
Reprodução
Medida Provisória determina mudança do antigo Coaf para o Banco Central

Tribuna da Defensoria
Debate sobre população em situação de rua, estudos, dinheiro e amor

Contas à Vista
O federalismo (s)em juízo e judicializado que predomina no Brasil
Mais notícias

20/08 21h35 Celso mantém extradição de sequestrador de Washington Olivetto
20/08 21h02 Deputados dos EUA questionam governo sobre ajuda a “lava jato”
 20/08 19h49 MP-RJ pede a Moro apoio em veto ao PL de abuso de autoridade
 20/08 18h35 CNJ suspende auxílio para juiz comprar livros e computadores
 20/08 18h21 Justiça impede que Enel corte energia de devedor em briga na Justiça
20/08 17h19 OAB-SP desagrava advogado que foi agredido por policiais militares
20/08 16h43 INSS só paga porte de remessa e retorno se for vencido na demanda
20/08 16h43 1ª Turma do STF revoga HC concedido a Cunha no ano passado
20/08 16h31 Juíza suspende licitação no Rio que contratava agência de publicidade
20/08 15h53 OAB aprova princípio da “não surpresa” para processo administrativo
20/08 15h38 Conselho Federal de Medicina pode vetar divulgação de titulações
20/08 15h23 TST reduz de R$ 300 mil para R$ 100 mil indenização a trabalhadora
20/08 15h19 Ligado a Moro, Roberto Leonel deixa comando do antigo Coaf
20/08 14h33 RJ questiona lei que impede estado de legislar sobre previdência
20/08 13h49 Marco Aurélio suspende prisão de condenado em 2ª instância
20/08 12h46 Fux suspende processo de desapropriação que violou decisão do STF
20/08 12h09 Lenio Streck: Moro indica livro que não leu. E quer chumbar a lei!
20/08 11h40 Assumir cargo não dá direito ao mesmo salário de antigo funcionário
20/08 11h31 TRT-18 afasta validade de anotações em carteira de trabalho
20/08 10h51 Liminar do STF suspende multa do TCU a advogado parecerista
20/08 10h40 Comitê de credores não é órgão essencial em processo de falência
20/08 9h50 Marco Aurélio remete à Justiça Federal ação penal contra Ivo Cassol
20/08 9h23 Intimação da penhora inicia prazo para impugnar valor de execução
20/08 8h39 TST restabelece sindicato dos trabalhadores de fast-food no CE
20/08 8h32 STJ transmite seminário que discute direito e economia
20/08 8h03 TJ-RJ valida verba de sucumbência para procuradores de Nova Iguaçu
20/08 8h00 Debate sobre reajuste por faixa etária é um trabalho de Sísifo
20/08  7h46

Escritório de Oliveira Lima muda de nome e endereço
20/08  6h47</a TJ-SP condena universidade que reteve financiamento estudantil
20/08  6h15 Luiza Veiga: TSE julga abuso de poder e desvio de repasse do fundo

20/08  6h11 Condenação de assédio moral precisa de prova além de depoimento
<a”>Animus Coworking JurídicoRevista eletrônica Consultor Jurídico https://www.conjur.com.br
20/08
  6h47 Opinião: especificações sem projeto podem levar a improbidade


Artigos
Uma nova era para as marcas business-to-consumer-B2C
sábado, 17 de agosto de 2019
Sergio Mansilha Visualizar meu perfil completo

Os consumidores já não compram apenas com base no produto ou no preço. Eles estão no mercado para comprar experiências, essa é a palavra que está regendo o mercado. Assim, as marcas estão enfrentando uma concorrência sem precedentes de seus pares, bem como indústrias adjacentes na economia em desenvolvimento.

Fora isso, há uma crescente demanda dos consumidores de que as marcas com as quais eles interagem conhecem e entendem todas em tempo real.

Uma grande parte dos consumidores acham que é muito importante que as marcas ajustem automaticamente o conteúdo com base no contexto do cliente e outros tantos se aborrecem quando o conteúdo não é personalizado.

A jornada linear do cliente agora é uma coisa do passado, sem mencionar que cada consumidor segue um caminho único para a compra, é óbvio que uma mudança para o alcance de um para um é imperativa. Dessa forma, experiências personalizadas ajudam a criar vínculos emocionais entre um consumidor e uma marca, que por sua vez, impulsionam o engajamento, a lealdade, a repetição de compras e os retornos financeiros de longo prazo.

Evidente que os consumidores precisam estar dispostos a compartilhar pelo menos algumas de suas informações pessoais para que isso aconteça. Muitos dos consumidores estão dispostos a fazê-lo, desde que seja benéfico para eles e seja usado de forma responsável.

Pessoal, embora muitas empresas tenham uma estratégia de personalização, muitas não têm o foco certo e estão usando a personalização como outro instrumento de vendas em vez de oferecer a melhor experiência ao cliente.

Vou elencar algumas abordagens que as empresas podem adotar para atualizar suas estratégias de personalização e melhorar a experiência do cliente.

Remova incoerências e espaços entre departamentos e parceiros.

As instituições devem garantir que os dados coletados por suas unidades de negócios sejam compartilhados incessantemente e nenhum seja desperdiçado. Eles também devem se tornar progressivamente abertos para permitir que os parceiros aproveitem seus dados para criar uma experiência on-line / off-line perfeita para os consumidores.

Considere um cenário em que um cliente visita o site de uma marca de perfumes. Eles mostram interesse em um perfume e preenchem um formulário de preferência. Os detalhes são armazenados em um código QR que pode ser compartilhado com um representante em qualquer loja local. Assim que o cliente compartilhar o código QR com o revendedor local, todos os detalhes e preferências da pessoa estarão disponíveis para o revendedor. Em um clique, o cliente desfruta de uma experiência personalizada sem ter que repetir as preferências.

Faça com que os consumidores participem do processo de personalização.

Peça aos clientes o que eles querem que seja recomendado, em vez de bombardear suas telas com sugestões de venda cruzada ou upselling. A manutenção de um ciclo de feedback para personalização com seus clientes pode ajudar muito a aumentar as taxas de retenção e conversão.

Aumente a personalização da sequência de raciocínio com tomada de decisão humana.

Para certos segmentos de consumidores, como high end, o toque humano pode ser a chave para ganhar a batalha da experiência. Infelizmente, de acordo com uma pesquisa da PwC, grande parte dos consumidores dos EUA acham que as empresas perderam esse contato.

Assim, independentemente da escala ou inovação, as marcas podem chegar à personalização genuína quando combinam um toque humano com suas percepções algorítmicas.

E por fim, interagir a personalização com inteligência artificial e aprendizado de máquina.

Costumo dizer que para os profissionais de marketing que realmente buscam alcançar a individualização em escala, a inteligência artificial (IA) e o aprendizado de máquina (ML) serão suas chaves para o sucesso. Para personalizar em grande escala, grandes volumes de dados devem ser processados de forma confiável e repetível usando modelos ML para decidir a próxima melhor ação para os usuários. A qualidade e a granularidade dos dados usados pelos modelos de ML tornam-se extremamente cruciais para prever uma recomendação significativa para os clientes.

Enfim, os profissionais de marketing precisam decidir se querem aproveitar essas expectativas e liderar a personalização ou se tornarem retardatários e perderem relevância aos olhos dos consumidores.
Pense nisso.
Sergio Mansilha
j’admire, respecte, envie l’égalité, la fraternité et la liberté

ConJur _

Posted: August 20, 2019 in DIREITO _, divulgação

Consultor JurídicoNotícias ConJur – 19/08/2019
Inviabilização Jurisdicional
Ministério da Justiça dá parecer contrário ao projeto de Lei de Abuso de Autoridade e sugere veto a 11 artigos
Segundo assessoria técnica do ministro Sergio Moro, limitar a discricionariedade dos juízes os impediria de agir na “zona cinzenta” entre a norma e a sociedade<
Prisão mantida
Excesso na execução de alimentos não pode ser analisado em Habeas Corpus
Zero estrelasUber é condenada a pagar por danos para cliente que perdeu carteira no carro
Coisa julgada
Decisão relativa a grupo de policiais não vale para toda a categoria, decide TST
Nat-Jus Nacional
Médicos vão ajudar juízes a avaliar pedidos urgentes de remédio apresentados à Justiça
Imagem imparcialRéu preso pode usar suas próprias roupas no júri, decide STJ
Direito Civil Atual
Para que serve o contrato de seguro D&O?– parte IIIMP no Debate
Cláusula rebus sic stantibus e o caráter definitivo na execução
Mais notícias
19/08 21h16 TRE-SE cassa mandato do governador e vice de Sergipe
19/08 21h05 Secretário de FHC será indenizado por publicidade opressiva do MP
19/08 20h17 Corregedor do CNJ edita regra para cumprir metas
19h34
Lei que proíbe estacionamento no Aterro do Flamengo segue inválida
19/08 19h15
CVM instaura inquérito para investigar executivos da Vale
19/08 18h55
Defesa de Lula reitera pedido de suspeição de procuradores
19/08 18h47
Gilmar e ministros do STJ discutem Processo Penal na OAB

19/08 18h11 TCU volta a analisar “bônus de eficiência” dos auditores da Receita<
19/08 18h01 Faap promove palestra sobre segurança patrimonial em condomínio
19/08 17h57 TJ-SP lança edital para contratar banco para folha de pagamento
19/08 17h45 Justiça determina que Estado trate em 72 horas idoso com fibrose
19/08 17h34 Estudante não pode ser negativado por falta de excelência acadêmica
19/08 16h59 PSB quer volta da regra que zera redação contra direitos humanos
19/08 16h55 Transferência de valores entre ações trabalhistas é contestada no STF
19/08 16h34 Veja como o STJ tem julgado casos de emancipação e maioridade civil>
19/08 15h28 Gilmar Mendes: o legado de um garantista que não se nega a inovar
19/08 13h32 Juiz extingue ação de diretório municipal do PT contra João Doria
19/08 13h08 Jurídico e ouvidoria trabalham juntos para diminuir ações
19/08 12h58 Médicos auxiliarão juízes em pedidos urgentes sobre remédios
19/08 12h36 Juiz condena administrador de página a indenizar idoso por memes
19/08 12h21 TRF-4 confirma nulidade de ato de desagravo contra juiz de SC
19/08 11h59 Ação penal contra Cid Gomes é devolvida à Justiça Eleitoral do CE
19/08 11h41 TJ-SP abre inscrições para três vagas de desembargador
19/08 11h29 Empresa responde por acidente com trabalhador que usa moto
19/0811h19 Ministro Marco Buzzi assume a presidência da 4ª Turma do STJ<
19/08  9h53 Anulatória não pode discutir prova nova após trânsito em julgado
19/08  9h33 Decisão jurídica não pode inviabilizar operadora de saúde
19/08  9h28 Mattos Filho é eleito melhor em fundos de investimento
19/08  8h46 Governo Trump diz que lei permite discriminar transgêneros
19/08  8h00 Liberalismo não pode ser reduzido apenas à dimensão econômica
19/08  7h32 Mandado de segurança não é substitutivo de ação de cobrança
19/08  7h12 Médicos podem divulgar titulações, apesar de veto do conselho<
19/08  7h03 Cesar Dias: movimentação financeira e tributação na era digital
19/08  6h34 Opinião: a tributação do Funrural sobre exportação indireta
19/08  6h11 Paulo Iotti: STF não legislou ao equiparar homofobia ao racismo
Animus Coworking Jurídico
Revista eletrônica Consultor Jurídico https://www.conjur.com.br

comuniq se

Posted: August 20, 2019 in comunicação, comunique se, Uncategorized


Escola Digitalista: projeto educacional é criado para oferecer cursos de extensão a jornalistas
Iniciativa com sede em São Paulo chega ao mercado disponibilizando 10 cursos.
Internacional
Com Lava Jato, projeto combina sátira e jornalismo
Criado por Juan Ravell, Ampli mistura jornalismo explicativo e humor.


Entrevista
As vantagens de produzir conteúdo com equipe diversa
“Há uma dimensão de mercado e de comunicação. Gera dinheiro”.


Opinião
Jornalismo: testemunha ocular da história
“Alguns coleguinhas exageram na omissão de responsabilidades”.


Contas
Fitdance, Facamp e Liz Lingerie têm novas assessorias
Eempresas fecharam novas parcerias no quesito relações públicas.


Relato
Como acabei amando a profissão com que nunca sonhei
Confira o texto escritor por Edson de Oliveira, que é revisor de textos.


Galeria
Os “Mestres do Jornalismo” do Prêmio Comunique-se
Entre no clima do “Oscar do Jornalismo” e veja os destaques da história.


Creators
Influenciadores artificiais: dá para confiar neles?
Saiba a resposta no texto de Cassio Politi para o blog do Influency.me


Já viu?
Globo convive com demissão, reintegração e afastamento
Departamento de jornalismo da emissora tem enfrentado baixas.


PRÓXIMO WEBINAR GRATUITO
Baixe AGORA
Por que anunciar no Portal Comunique-se!
Maior site sobre jornalismo do país está no ar desde setembro de 2001. Com conteúdos sobre os bastidores da imprensa, oferece diversas oportunidades comerciais para a divulgação de marcas e empresas.

história negra

Posted: August 20, 2019 in evento, homenagem

Leci Brandão homenageia Professor Eduardo de Oliveira na Alesp sexta-feira (23)
Por Publicado em 17 de agosto de 2019

Na próxima sexta-feira (23), a Assembleia Legislativa de São Paulo realiza uma homenagem ao saudoso Professor Eduardo de Oliveira, que neste mês de agosto, completaria 93 anos.
A iniciativa da deputada Leci Brandão (PCdoB) e da Frente Parlamentar para Promoção da Igualdade Étnico-Racial em Defesa dos Povos Indígenas e Comunidades Tradicionais em conjunto com mais 16 organizações do movimento negro tem o objetivo de “exaltar o legado da luta do povo negro pela liberdade no Brasil”.
Eduardo de Oliveira, primeiro vereador negro da Câmara Municipal de São Paulo, foi fundador do Congresso Nacional Afro-Brasileiro (CNAB) e do Partido Pátria Livre (PPL), legenda que se uniu, recentemente, ao PCdoB após um processo de fusão partidária.
Aos 16 anos de idade, compôs o “Hino Treze de Maio” que passou a ser chamado, posteriormente, de “Hino à Negritude”. A composição foi registrada em 13 de maio de 1966 na antiga Escola Nacional de Música. A execução do Hino em todos os eventos públicos relativos ao tema se tornou Lei Federal (nº 12.981) sancionada pela Presidência da República em 28 de maio de 2014.
Eduardo de Oliveira foi advogado, poeta, escritor, político e um grande líder do povo brasileiro. Defensor da democracia e da soberania nacional, o professor reivindicava que os negros ocupassem cadeiras dos parlamentos e considerava ser esta uma causa a ser defendida por toda a sociedade. Em suas palavras, “a luta do combate ao racismo é a luta de todos os brasileiros” e “enquanto os negros não forem libertos o Brasil não se libertará”.

Para Alfredo de Oliveira Neto, atual presidente da CNAB, o Professor Eduardo deixou um legado de resistência, luta e determinação por um Brasil livre e soberano. “O povo brasileiro está sob ameaça de um governo fascista que quer tirar todos os direitos conquistados. Certamente, o professor estaria na luta contra todo o retrocesso deste governo junto conosco”, afirma Neto. Eduardo faleceu em 12 de julho de 2012, aos 86 anos, deixando seis filhos, netos e bisnetos.
Serviço
O Ato Solene “Legado da Resistência Pela Liberdade do Negro e do Brasil – Homenagem Especial ao Professor Eduardo de Oliveira” será realizado no Auditório Paulo Kobayashi, na Alesp, no dia 23 de agosto, sexta-feira às 18h30min.
Confirme presença no evento:
https://www.facebook.com/events/ical/upcoming/?uid=1155900906&key=AQCFkGJWkxLjScK

…’cáritas -fome!_

Posted: August 17, 2019 in ação social, literatura

http://bit.ly/3descenso a dsclpa ideal para precarizar
CORDEL – Por que a pobreza nasce e por que a riqueza cresce?
16 de dezembro de 2013
por Erivan Camelo*
Peço licença aos leitores
Que gosta de poesia
Para falar de um tema
Presente no dia a dia
A fome irmã da miséria
Coisa cada vez mais séria
Está virando tirania

Entre a fome e o comer
Existe uma ponte injusta
Com pilhares de egoísmo
Arquitetura que assusta
Poucos metros de riqueza
Com quilômetros de pobreza
São dois lados que me frustra

A riqueza e o poder
Não pertencem a criação
Pois corrompem a natureza
Traz miséria pra o povão
Mascaram-se de santinhos
Mas são malvados cretinos
E filhos da maldição

Se Deus fez a criação
Não priorizou riqueza
Fez todo o universo
Não pensou em avareza
Mulher e homem igual
Sem tendência para o mau
E para o bem da natureza

Jesus Cristo criador
Nasceu junto aos animais
Maria não achou repouso
Para ter seu filho em paz
Junto ao burro e o cavalo
Cristo veio sem um abalo
Sem riqueza e nada mais

Milênios já se passaram
E a pobreza aqui chegou
E agora o capital
É quem quer ser criador
Com a riqueza em suas mãos
E os corruptos em ação
Igual Judas o traidor

Hoje em dia a economia
Que cresce a cada instante
Assim cresce a escravidão
E aumenta a fome gritante
É assim com a energia
Que se enrica noite e dia
E se empobrece mais que antes

Se o País fica mais rico
O povo é quem padece
Pois lá em cima sobe mais
E aqui de baixo mais desce
Do que vale mais dinheiro
Se o Brasil é dos primeiro
Onde a desigualdade cresce

Tem gente ganhando muito
Sem nunca ter trabalhado
Gente vive trabalhando
E ganha apenas trocado
Uns que ainda são injustos
Outros mais que são corruptos
E outros que são roubados

Uns vivem em sua mansão
E muitos lá na favela
Lugar a comida sobra
Em outros nem tem panela
Poucos mandam no trabalho
Muito trabalho é mandado
E a fome vira sequela

Se aqui falta comida
Comida ali vai pra o lixo
Se falta à criança pobre
O rico lá dá pra bicho
Desigualdade crescendo
E o povo aos pouco morrendo
No mais cruel dos caprichos

Esse tal capitalismo
É criminoso e voraz
Formou a grande quadrilha
Chamada neoliberais
Que se juntaram ao mercado
Outro ente mascarado
Com alma de satanás

Se juntássemos o dinheiro
De toda corrupção
Daria pra alimentar
Toda e qualquer nação
Sobrava mais pra o lazer
Pra saúde e bem viver
Moradia e educação

O mercado traiçoeiro
Todo dia lhe oferece
Mil coisas como oferenda
Como se alguma coisa preste
Tira todo seu dinheiro
Tu deve agora ao banqueiro
E a frente sempre padece

Vestido de fantasia
Lá vem o Papai Noel
Rindo se faz de bonzinho
Mas de fato é coronel
Vendedor de ilusão
Do capitalismo irmão
Que faz do povo esmoléu

Como já diz o ditado
Sai da boca pra comprar
Coisa que não tem valor
Para com fome ficar
Troca pão por geladeira
Ovo pela frigideira
E fome começa a passar

Pois num adianta ter
Como fazer a comida
Se ela mesmo faltou
O estoque está batida
E pra os moveis ficar olhando
Com a barriga roncando
Sem comer para as lombrigas

Nunca vi menti igual
A essa tal televisão
Pois diz que o senhor é santo
E o santo Deus é o cão
Diz que a fome está matando
E eles só enricando
Numa corja de ladrão

Diz que a fome está pior
Mas num diz qual a razão
Só se ver a Rede Globo
Onde tem corrupção
Lá se concentra riqueza
Fazendo assim a pobreza
Pedir esmola ao o cão

Outra coisa que é nojenta
É o tempo de eleição
Que promete Deus ao mundo
Comida para a nação
Quando passa a safadeza
Todos entram na cerveja
Começa a corrupção

Eu posso até tá errado
Mas político que promete
É por que num vai cumprir
Ganha e sai pintando o sete
Engana os eleitores
Fazendo lhe os favores
Coisa que ninguém merece

E os mais descriminados
É mulher, negro e menino
Pois tem fome de comida
E do preconceito assassino
Sofre sem educação
Sem água sem terra e pão
Nesse sistema cretino

E as grandes empresas malditas
Falam de a fome acabar
A Nestlé e Monsanto
Querem o mundo dominar
Acabar com a agricultura
Trocar miséria em fartura
E cada vez mais enricar

Pois pegam a matéria prima
Transformam em puro veneno
O milho, a soja e feijão
Que o povo está comendo
Diminuí sua saúde
A fome entre em atitude
E a miséria vai crescendo

O povo entra na onda
De querer ir pra cidade
Vai esvaziando o campo
Da comadre e do compadre
A metrópole fica inchada
E camponês sem morada
Crescendo a desigualdade

Se o campo fica vazio
Quem produz o alimento
Como que um País agrícola
Continua seu sustento?
Vai depender do negócio
Que produz o agrotóxico
Fazer da vida um lamento?

Se o campo não produz
A fome tende aumentar
Diminui a autonomia
A segurança alimentar
Pois sem a soberania
Aumenta-se cada dia
Gente pra vim nos roubar

O povo quer vida plena
E o governo dar esmola
Nunca fez Reforma Agrária
Só distribui a sacola
Com pedaço de comida
Assistência colorida
Na família e na escola

Se dar esmola pra muitos
Vai milhões pra minoria
Muito que ficam calados
Lambe a panela vazia
Se sujeita ao comodismo
Partindo pra o grande abismo
Da fome pra maioria

Tem a fome de comida
E a fome de beber
Fome de educação
De saúde e de lazer
A fome de liberdade
E da solidariedade
De justiça e bem querer

Fome de democracia
De respeito à criação
Fome de governo sério
Que respeite a nação
E distribua a riqueza
Pra ter comida na mesa
Dar um fim na precisão

Mas em meio a essa crise
Temos várias soluções
Enfrentar o capital
Na luta contra os barões
Quebrar a hegemonia
Na batalha noite e dia
Para sair dos porões

Tem várias alternativas
Para a fome acabar
Pois o que comer não falta
Falta o querer partilhar
Gente séria no poder
Pra de vez fazer valer
A vontade popular

Tem que a terra repartir
Tirar de quem tem demais
Passar pra quem tem de menos
Pra todos sermos iguais
Pois sem panela vazia
Virá à democracia
Que tanto fala os jornais

Nesse dia a fome morre
Nem que seja de desgosto
A concentração naufraga
O poder fica indisposto
Os corruptos na cadeia
Mentiroso leva peia
E o mundo tem novo rosto

Pão justiça para todos
E qualquer família humana
Como diz o evangelho
Da terra a comida emana
Sem distinção e nem cor
O principio é o amor
Pois só partilha quem ama

Você que leu estes versos
Divulgue pra o mundo afora
Comece você também
Denunciar quem explora
Se junte a outras pessoas
Seja a pé ou de canoa
Vamos começar agora

Agora já estou com fome
A caneta está tremendo
É preciso ir comer
Pra depois ir escrevendo
Mas você que passa fome
Vai atrás do que se come
Deixe o que está fazendo.
*Erivan Camelo, é da Cáritas Regional Ceará e atualmente está em missão no Haiti pela Cáritas Brasileira