Archive for the ‘secult_’ Category


Exibindo Pelô_NetoDeProcópio_Divulgação.jpgÚltima semana de festejos juninos agita Largos do Pelourinho

>Última semana de festejos juninos agita Largos do PelourinhoDe 25 a 30 de junho o ciclo de festejos juninos encerra com muito forró e diversas atrações A agenda do mês de junho chega a sua última semana com o ciclo de festejos juninos que movimenta os Largos Tereza Batista, Pedro Archanjo e Quincas Berro D’Água. Os shows de forró são sempre abertos ao público e a animação fica por conta de artistas como Zé de Tonha, Cello Costa, Neto de Procópio, entre outros nomes da cena musical baiana. Já o bloco Cortejo Afro dá início aos ensaios 2018, e entra no clima junino com o evento LICORTEJO. A agenda também abre espaço para o Samba, com as bandas Fuzukada e Samba Trator. E a Banda Arapuka presta tributo a Raul Seixas. A programação encerra o mês de junho com o Festival da Liga do Samba Junino garantindo a animação da semana.

A agenda de eventos começa nesta segunda-feira (25), com mais uma edição da Oficina de Capoeira Angola, sob comando do Mestre Raimundo Noronha, a partir das 16h no Largo Tereza Batista. O evento é aberto ao público e acontece também na próxima quinta-feira (28), no mesmo local.

E o samba chega no Largo Pedro Archanjo na terça-feira (26) com o show do Samba Trator, o Avassalador como é mais conhecido, que em clima junino segue com repertório especial para o público, garantido a diversão às 20h. A noite ainda tem forró com a banda Zé de Tonha que envolve musicas autorais e sucessos de Luiz Gonzaga, além do Xote e Baião para animar o público em mais uma opção gratuita, às 20h, no Largo Quincas Berro D’Água.

No fim da tarde desta quarta-feira (27) às 16h tem show da Banda Simpatia que traz como convidados o Samba do Negro Lindo e Os Santinhos, no Largo Quincas Berro D’Água, aberto ao público. No mesmo dia acontece mais uma edição do evento Avante Brasil com show do Samba Fuzukada, às 17h no Largo Pedro Archanjo, aberto ao público.

Na quinta-feira (28) acontece a 1ª Raulzada no Pelô, em homenagem e tributo ao cantor e compositor Raul Seixas, que completaria 73 anos na data. O evento conta com show da Banda Arapuka liderada pelo vocalista Marcus Clemente que é considerado um dos maiores interpretes das músicas de Raul. A apresentação é às 20h no Largo Pedro Archanjo e aberto ao público. O dia ainda abre espaço para o primeiro ensaio do bloco Cortejo Afro com as batidas da percussão em clima junino, no evento intitulado LICORTEJO. Portella Açúcar, Aloísio Menezes e a performance de Veko Araújo garantem a animação da festa e repertório especial com músicas e clássicos do forró. O ensaio começa às 20h no Largo Quincas Berro D’Água com ingressos R$ 20,00 (meia) e 40,00 (inteira).
E nesta sexta-feira (29), dia dedicado a São Pedro, os três largos Largos do Pelô. No Largo Pedro Archanjo garantem muita animação em ritmo de forró com as presenças de Jorge Gonzaga e Trio Nordestino, a partir das 20h, em seguida no mesmo palco, às 22h30, é a vez de Dinho Oliveira animar o público com Forró Tradicional.Já no Largo Tereza Batista tem Forró Pé de Serra com Neto de Procópio e Trio Nordestino, e no mesmo palco às 22h30 quem sobe comanda a festa é a Banda Forró Sarakura levando o Forró Tradicional para o público.

E para quem quer curtir um ritmo no estilo elétrico não pode deixar de conferir o show da banda Arrankabeijo às 20h no Largo Quincas Berro D’Água e o Forró Tradicional e forrozeiro Cello Costa continua à festa às 22h30 no mesmo Largo.

A agenda da semana e o mês de junho encerra com o Festival da Liga de Samba Junino, que traz atrações como Os Muladtos, Roda de Samba Mucum’G e banda Bicho de Cana. O festival foi criado em 2013 com a Liga do Samba e chega a sua terceira edição neste sábado (30) levando muito samba em clima junino aos Largos Tereza Batista, Pedro Archanjo e Quincas Berro D’Água, das 19h às 23h e aberto ao público.

A programação do Pelourinho conta com eventos realizados e apoiados pela Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA), por meio do Centro de Culturas Populares e Identitárias (CCPI) e do Instituto do Patrimônio Artístico e Cultural (IPAC).Exibindo Pelô_Forró Arrankabeijo - Foto Rosilda Cruz.jpg

Serviço

Oficina de Capoeira Angola 
Mestre Raimundo Noronha
Local:
 Largo Tereza Batista

Quando: 25 de junho (segunda) às 16h
Gratuito

Samba Trator
Local:
 Largo Tereza Batista

Quando: 26 de junho (Terça) às 20h
Gratuito

Zé de Tonha
Local:
 Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 26 de junho (Terça) às 20h30
Gratuito

Avante Brasil – Banda Fuzukada 
Local:
 Largo Pedro Archanjo

Quando: 27 de junho (Quarta) às 17h
GratuitoBanda Simpatia e Convidados
Local:
 Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 27 de junho (Quarta) às 16h30
Gratuito

1ª Raulzada do Pelô
Banda Arapuka e convidados
Local: Largo Pedro Archanjo
Quando: 28 de junho (Quinta) às 20h
Gratuito LICORTEJO – Ensaio do Cortejo Afro
Local: Quincas Berro D’Água
Quando: 28 de junho (quinta-feira) às 20h
Ingresso: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)

Oficina de Capoeira Angola 
Mestre Raimundo Noronha
Local: 
Largo Tereza Batista

Quando: 28 de junho (Quinta) às 16h
Gratuito

Jorge Gonzaga e Trio Nordestino
Local:
 Largo Pedro Archanjo

Quando: 29 de junho (Sexta) às 20h às 22h
Gratuito

Dinho Oliveira – Forró Tradicional
Local:
 Largo Pedro Archanjo

Quando: 29 de junho (Sexta) às 22h30
Gratuito

Neto de Procópio e Trio Nordestino
Forró Pé de Serra
Local:
 Largo Tereza Batista

Quando: 29 de junho (Sexta) às 20h
Gratuito

Forró Sarakura – Forró Tradicional
Local:
 Largo Tereza Batista

Quando: 29 de junho (Sexta) às 22h30
Gratuito

Arrankabeijo – Forró Eletrônico
Local: 
Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 29 de junho (Sexta) às 20h
Gratuito

Cello Costa – Forró Tradicional
Local: 
Largo Quincas Berro D’Água

Quando: 29 de junho (Sexta) às 22h30
Gratuito

Festival da Liga do Samba Junino
Local:
 Largos Pedro Archanjo, Tereza Batista e Quincas Berro D’Água

Quando: 30 de junho (sábado) das 19h às 23
Gratuito 25/06/2018 Assessoria de Comunicação – Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBATelefone: (71) 3103-3442 / 3452Email: ascom@cultura.ba.gov.brwww.cultura.ba.gov.br | www.facebook.com/secultbawww.flickr.com/photos/secultba | www.twitter.com/SecultBA

 

 

Exibindo Pelô_ZéDeTonha_Divulgação.jpg

Advertisements

Sarau de Itapuã irá promover ressaca de São João na Casa da Música

marca.jpg

A programação acontece no dia 25 e é inteiramente gratuita

Para quem acha que São João acaba depois do dia 23, se ligue: segunda-feira ainda é dia de dançar quadrilha, comer canjica e soltar fogos no Arraiá da Casa da Música. Nesta edição especial do Sarau de Itapuã, que acontece dia 25 de junho, a partir das 18h, a comunidade recebe o som dos forrozeiros Del Feliz, Os Andrades, Verônica Padrão e Geovanne Souza, Arriba Cinta, Cacau com Leite, João Marcos, Chico Maia, além das participações especiais como uma grande forró-jam, misturando sanfona com saxsofone, onde uma banda base acompanhará os artistas em suas participações especiais.

 

A programação do Sarau é inteiramente gratuita, e a classificação etária é livre. Nesta edição, o público pode trazer um prato típico para compartilhá-lo com os demais na ocasião.

Sarau de Itapuã é uma realização da Casa da Música (SecultBA), em parceria com a IMA (Independência Musical Associada). O evento acontece há 10 anos, quinzenalmente, às segundas-feiras. O formato de Sarau permite a participação interativa do público em uma série de atividades.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais em diversos territórios de identidade baianos, geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), setor vinculado à Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult). Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro Cultural de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturais.wordpress.com.
Exibindo delfeliz_divulgacao.jpg

‘hype -secult!” __

Posted: June 15, 2018 in música, secult_

ASCOM CULTURA

Festival Hmarca.jpgYPE tem primeira edição no fim de semanaEspaços públicos servirão de palco para apresentações artísticas e diálogos musicais. Festival tem apoio do Fazcultura Ocupando praças, ruas e avenidas; celebrando a criação artística e a multiplicidade de ritmos baianos; reconhecendo a vocação da rua viva e do seu povo criativo, nasce em Salvador o Festival HYPE. Um grande encontro entre iguais e diferentes. Diferentes sonoridades que se conectam para criar um novo cenário na cultura urbana da cidade, impulsionada pela efervescência da música baiana, que faz ecoar por todos os cantos a sua potência, swing e versatilidade. Exibindo Quabales Foto Divulgação.jpg
 Programado para acontecer em oito edições (entre junho/2018 e janeiro/2019), o Festival Hype é uma experiência de resgate e conexão com a cultura de rua, transformada em um grande espaço de celebração, como forma de melhorar a relação da população com os espaços públicos. A edição 2018 do Festival acontece nos dias 16 e 17/06, 07 e 08/07, 11 e 12/07, 06 e 07/10 e 11 e 11/11. Consciente da sua missão de dar vez a quem tem voz e revelar o que as ruas falam, o Festival fomentará encontros musicais inesquecíveis, percorrendo oito diferentes bairros de Salvador – da Ribeira a Stella Maris – e apresentando artistas que representam a cena musical contemporânea.
A cada edição, serão selecionados quatro artistas/bandas/grupos via curadoria, dois artistas/bandas/grupos via curadoria no Mapa Musical da Bahia – iniciativa da Fundação Cultural do Estado da Bahia/SecultBA que objetiva mapear, reconhecer e difundir a diversidade da música produzida no estado – e uma atração infantil a se apresentarem no Palco Sounds.
Neste primeiro fim de semana, a programação acontece Praça Flora- Pituba (Rua Guillard Muniz). Além dos artistas inscritos e selecionados por curadoria, o Festival Hype conta também com a presença de músicos e bandas reconhecidos nacionalmente como Márcia Castro e Gerônimo, promovendo assim um intercâmbio entre artistas consagrados e talentos locais.
Valorizando a cultura colaborativa e estimulando a representatividade artística e das ruas, o Festival Hype nasce da experiência vivida pelo Coreto Hype – reconhecida por reunir o melhor da gastronomia, moda, música, arte e sustentabilidade desde 2016, contando com mais de 100 empreendedores criativos por edição e extensa programação artística e de lazer para crianças, jovens, adultos e idosos.
Trabalhando sempre com os eixos da economia criativa, música, kids, sustentabilidade e ocupação, a Feira Coreto Hype se consolidou como uma iniciativa transformadora, estimulando na população soteropolitana ao capitalismo consciente, a economia criativa e ao reconhecimento dos pequenos produtores, reforçando a atitude construtiva e o cooperativismo do grupo.
O Festival Hype tem patrocínio da Brahma Extra e do Governo da Bahia, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. 
Exibindo Marcia Castro Foto Sidney Rocharte.jpg
MAPA MUSICAL DA BAHIA – O Mapa Musical da Bahia é uma ação prioritária dentro das políticas públicas de fomento à música no estado. Desde 2012, o programa da Fundação Cultural do Estado (Funceb/SecultBa) mapeia, reconhece e difunde a diversidade musical de artistas baianos que produzem trabalhos autorais. O Mapa Musical mantém um diálogo aberto e constante entre a sociedade civil e o Estado, permitindo a elaboração de estratégias de ação em resposta às demandas apresentadas. O mapeamento funciona através do portal do Mapa Musical da Bahia [mapamusical.ba.gov.br], um sistema online que reúne músicas e informações sobre os artistas.  A iniciativa se focaliza na produção musical representativa dos 27 Territórios de Identidade do estado e busca revelar a diversidade dos cenários musicais da Bahia.
FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.
PROGRAMAÇÃO COMPLETA  Festival HypePraça Flora- Pituba (Rua Guillard Muniz)Entrada Gratuita Sábado (16/06) 14h / 17h – Irará do Forró + Intervenção Grupo Cabrueira (fora do palco Sounds)17h – Alex Pochat e os 5 Elementos18h – Retro_Visor19h – Kainná Tawa20h – Márcia Castro convida Gerônimo e Hiran  Domingo (17/07) 12h – Cadeiradebrin13h – Ba_co14h – Neto Bala15h – Transmissão ao vivo do jogo Brasil X Suíça16h – Quabales17h – Diamba convida Mosiah *Intervalos – Dj ElCabong  Próximas edições07 e 08/07 – Av. Centenário 11 e 12/08 – Lauro de Freitas 15 e 16/07 – Paripe 06 e 07/10 – Campo Grande 10 e 11/11 – Ribeira   Assessoria de Comunicação – SecultBA(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278
http://plugcultura.wordpress.com
http://www.flickr.com/photos/secultba/http://twitter.com/SecultBAhttp://www.cultura.ba.gov.br====================================Secretaria de Cultura do Estado da BahiaGabinete da Secretária – Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia 4 anexos  para ASCOM  18_Festival HYPE tem primeira edição no fim de semana.doc

Exibindo Geronimo Foto Rosilda Cruz.jpg


SecultBA oferece capacitação para 120 jovens empreendedores em três municípios baianos
Projeto executado através do Escritório Bahia Criativa é voltado para jovens atuantes na área da cultura

Apostando na força e criatividade da juventude para impulsionar a cultura como um elemento de integração entre as pessoas, e no potencial da economia criativa para contribuir com o crescimento do estado, a Secretaria de Cultura do Estado da Bahia lança o projeto Bahia Criativa – Jovens Empreendedores. A ação vai qualificar 120 jovens, entre 18 e 29 anos, que desenvolvem projetos ligados à cultura, através de capacitações e consultorias gratuitas, focadas no empreendedorismo e no estímulo à inovação.

Os cursos acontecerão em Salvador (duas turmas de 30 vagas), Vitória da Conquista e Ilhéus (30 vagas por turma), totalizando 64 horas de formação por grupo. A capacitação incluirá oficinas e consultorias coletivas, abordando temas como Financiamento de Empreendimentos Criativos; Marketing Cultural; Elaboração de Projetos; Preparação para pitching; Enquadramento de Projetos Culturais; Marketing para Empreendedores Culturais; e Formatação de Portfólio. As inscrições podem ser realizadas entre os dias 12 de junho e 06 de julho, no site da SecultBA (www.cultura.ba.gov.br).

O projeto é uma oportunidade para jovens interessados em construir ou estruturar projetos e empreendimentos voltados à economia criativa. A proposta é oferecer aos participantes um conjunto de técnicas e ferramentas que os possibilitem transformar suas ideias em projetos e empreendimentos tecnicamente viáveis.

Para se inscrever, é necessário preencher o formulário disponível no site e enviar materiais que demonstrem um pouco da atuação do candidato. Pode ser um vídeo, fotografias, um aplicativo ou uma publicação. Aqueles que cumprirem os requisitos poderão participar de entrevista presencial para apresentação da sua idéia ou projeto. A lista dos participantes será divulgada na primeira quinzena de julho, no site e redes sociais da SecultBA.

Jovens Empreendedores é um projeto do Escritório Bahia Criativa, da SecultBA, e conta com apoio do Ministério da Cultura via convênio.
Serviço
Curso Bahia Criativa – Jovens Empreendedores
Inscrições online: 12 de junho a 6 de julho de 2018 no site da SecultBA
Público alvo: Jovens de 18 a 29 anos com ensino médio completo e atuação de forma individual ou coletiva em projetos ligados à economia criativa
Contatos: bahia.criativa@cultura.ba.gov.br / (71) 3319-0033 / 3242-8960
Confira o conteúdo do Curso:
Capacitação técnica
ü Elaboração de Projetos (16 horas)
ü Financiamento de Empreendimentos Criativos (8 horas)
ü Marketing Cultural (8 horas)
ü Preparação para pitching (8 horas)
Mentoria (consultoria coletiva)
ü Enquadramento de Projetos Culturais (8 horas)
ü Marketing para Empreendedores Culturais (8 horas)
ü Formatação de Portfólio (8 horas)
Assessoria de Comunicação – SecultBA
(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278
http://plugcultura.wordpress.com
http://www.flickr.com/photos/secultba/
http://twitter.com/SecultBA
http://www.cultura.ba.gov.br
====================================
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Gabinete da Secretária – Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia]

 

Exibindo bahiacriativa.jpg


Ronei Jorge lança disco “Entrevista” em Salvadormarca.jpg
Show apresenta primeiro álbum solo do cantor e compositor baiano
No dia 13 de junho, às 20h, o Teatro Sesc-Senac Pelourinho será palco do aguardado show oficial de lançamento de “Entrevista”, primeiro disco solo do cantor e compositor baiano Ronei Jorge. Um dos mais respeitados nomes da música pop contemporânea da Bahia, representante de um sólido movimento independente que mantém o estado como uma referência inventiva e frutífera para a cena nacional, Ronei tem mais de 20 anos de estrada e se reinventa nesta nova estreia. A apresentação terá participação especial de Moreno Veloso e os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia), já disponíveis em www.sympla.com.br/giroplanejamento. Na ocasião, o CD estará pela primeira vez à venda, mas o lançamento digital está agendado para o dia 7 de junho, nas principais plataformas de música.
“É uma ideia que venho amadurecendo há um tempo, desde o fim da Ladrões de Bicicleta”, explica ele em referência à banda Ronei Jorge e Os Ladrões de Bicicleta, em que esteve à frente entre 2003 e 2010. Aliás, “Entrevista” tem produção musical de Pedro Sá, mesmo de “Frascos Comprimidos Compressas”, segundo e último CD do antigo grupo, feito através do programa Petrobras Cultural e considerado um dos melhores discos de 2009 em listas como a da revista Rolling Stone.
Com 10 faixas inéditas e autorais, “Entrevista” tem sonoridade oscilante entre vigor e sutileza, subversão e encantamento, explorando facetas diversas da música popular brasileira e criando uma obra de assinatura marcante. Se evidenciam os vocais das instrumentistas Aline Falcão (teclado, piano e sanfona) e Carla Suzart (baixo), que dividem protagonismo com a voz de Ronei, lembrando uma atmosfera de conjuntos da década de 1970, numa convivência harmônica entre tradições e atualidades. Maurício Pedrão (bateria) e Ian Cardoso (guitarra) completam a banda, batizada de DzigaTupi, que constrói coletivamente os arranjos do álbum junto com o artista.
Tudo vem reprocessado por anos e anos de cultura pop, de olhares atentos, mas resistentes à caricatura. “É um trabalho que se desdobra a partir do que eu muito vinha revirando e ouvindo. As vozes femininas presentes em trabalhos de Tom Jobim, Arrigo Barnabé, Itamar Assumpção e Caetano Veloso acabaram por ser inspiração para um desejo novo. Vem dessas vozes o ponto de partida estético, assim como a influência mineira e a brasilidade passível de ser colocada no rock”, descreve Ronei. Assim surgem molduras de frevo, samba, xote, ainda que as músicas não se pareçam de cara com nenhum desses gêneros. Canções para cantar junto, emocionar e causar estranhamento. Cheias de encontros, arestas e contradições.
O disco foi gravado no Estúdio Casa das Máquinas, em Salvador, e tem participações especiais de Moreno Veloso (voz e percussão), Joana Queiroz (clarinete e clarone) e Luana Carvalho (caxixi). A capa e encarte vêm das mãos de Edson Rosa, que também assina a música de “Parque de diversões”, única coautoria do álbum.
O projeto de gravação foi contemplado pelo Edital Setorial de Música, tendo apoio financeiro do Governo da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda, Fundação Cultural do Estado da Bahia e Secretaria de Cultura. A produção é da Giro Planejamento Cultural em parceria com a Tropicasa Produções, empresa responsável pelo agenciamento de carreira do artista. Uma bem-sucedida campanha de financiamento coletivo levantou recursos para a finalização e as ações de lançamento do álbum.
Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br
RONEI JORGE
Entrevista (2018)
 
FICHA TÉCNICA
Dziga Tupi é:
Carla Suzart – voz e baixo
Aline Falcão – voz, teclado, piano e sanfona
Mauricio Pedrão  – bateria
Ian Cardoso – guitarra
Participações especiais: Moreno Veloso, Joana Queiroz e Luana Carvalho
Produzido por Pedro Sá
Gravado por Tadeu Mascarenha
Mixado por Igor Ferreira
Masterizado por Daniel Carvalho
Arte do disco (pintura e design gráfico) por Edson Rosa
Produção executiva por Giro Planejamento Cultural
Gestão de carreira por Carol Morena (Tropicasa Produções)
Serviço
RONEI JORGE
Show de lançamento do disco “Entrevista”
Participação especial: Moreno Veloso
Quando: 13 de junho (quarta-feira), 20h
Onde: Teatro do Sesc-Senac Pelourinho (Largo do Pelourinho, 19 – Centro Histórico)
Quanto:R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia)
Venda antecipada: www.sympla.com.br/giroplanejamento
Preço do disco (à venda no local): R$ 30
Apoio financeiro: Funceb/ FCBA/ Sefaz/ SecultBA/ Governo da Bahia
Site:www.roneijorge.com
Facebook: www.facebook.com/roneijorgeoficial | Instagram: @roneijorge

Exibindo Ronei Jorge [Foto por João Milet Meirelles] (14) web.jpg

dança -cult __

Posted: April 4, 2018 in secult_

7ª edição AbriU Dança na Bahia acontece em Salvador e Valença

Programação conta com diálogos temáticos e mostra coreográfica

O AbriU Dança na Bahia propõe diálogos e conexões na diversidade da dança baiana e abrir novas possibilidades de intercâmbios e fusão com profissionais da dança com diferentes experiências artísticas. O projeto realiza em Salvador a sétima edição nos dias 6, 7 e 8 de abril no Teatro Gregório de Mattos, Praça Castro Alves em Salvador e nos dias 13 e 14 de abril no Centro de Cultura Olívia Barradas, Valença.

Um dos únicos projetos no seu perfil no estado, entrecruzando saberes, fazeres culturais em dança, tecendo redes nessa linguagem no seu território de realização. Tendo como principais ações Oficinas de Dança, Diálogos temáticos, Cinedança e Mostras Coreográficas, ampliando o conhecimento do horizonte artístico e sociocultural, promovendo também provocações e contribuições profissionais para os artistas e outros que são conectados com a área.

Além de Salvador e Valença, outras cidades como Camaçari e Senhor do Bonfim irão receber também a 7ª edição do evento, até o mês de maio de 2018, com apresentações, oficinas, diálogos entre artistas, técnicos, produtores e profissionais da dança no Estado da Bahia.

O AbriU Dança na Bahia, propõe ações que potencializa e valoriza os Grupos, Companhia e Profissionais da dança baiana, com diálogos e conexões dos fazeres artísticos, para além da celebração de um mês comemorativo, numa continuidade e expansão de atividades, acessibilidades e instrumentalização. O projeto tem apoio do Governo no Estado, por meio do Edital Setorial de Dança do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.
Programação
Salvador
Diálogos Temáticos: Produção em Dança “Gestão de Teatros Públicos e Espaços Culturais”
Quando: 06 de abril (sexta-feira) às 15h30
Onde: Teatro Gregório de Mattos – Praça Castro Alves
Ingresso: aberto ao público
Mostra Coreográfica I
Quando: 07 de abril (sábado) às 19h00
Onde: Teatro Gregório de Mattos – Praça Castro Alves
Ingresso: R$ 5,00(meia) e 10,00(inteira)
Participantes:
EXU – Cia da Mata.
RAÍZES DO SERTÃO – Grupo Urbanos.
ROVING – Koru cia de dança.
MORTOS – Kowalski Academia de Dança.
IDENTIDADE – Nanda Rachel – Direção Coreografia: Jorge Silva.
LATERITA – Flávio Bueno.
AMORE – Grupo de Valsa Novos Talentos.
ENTRE AS PERNAS – Cia Tempora de Dança.
Mostra Coreográfica II
Quando: 08 de abril (domingo) às 19h00
Onde: Teatro Gregório de Mattos – Praça Castro Alves
Ingresso: R$ 5,00(meia) e 10,00(inteira)
Participantes:
BUM…BÁ – Cia Bum…Bá.
JO – Clara Garcia – Direção e Coreografia: Claudio Machado.
NANQUIM – Coletivo Candaces.
EMISIÓN – Escola de Dança Juliana Stagliorio.
TRÍADE – Grupo Bastet Dança do Ventre e Fusões.
BATE MACUMBA – Amilton Lino Cia de Dança.
Valença
Oficina de dança afro – Nildinha Fonseca
Quando: 13 de abril (sexta) às 18h30
Onde: Centro de Cultura Olívia Barradas
Ingresso: aberto ao público
Oficina de Hells Dance – com Lucas Souza
Quando: 14 de Abril de 2018 – Sábado às 08h00 às 10h00
Centro de Cultura Olívia Barradas
Onde: Centro de Cultura Olívia Barradas
Ingresso: aberto ao público
Diálogos Temáticos: Produção em Dança “Mercado de Trabalho?”
Quando: 14 de Abril de 2018 – Sábado às 10h00 às 13h00
Centro de Cultura Olívia Barradas
Onde: Centro de Cultura Olívia Barradas
Ingresso: aberto ao público
Mostra Coreográfica
Quando: 14 de Abril (Sábado) 19h
Onde: Centro de Cultura Olívia Barradas
Ingresso: R$ 4,00(meia) e R$ 8,00 (inteira)
Participantes:
Pluralidade Singular – EB Cia de Artes
Entrerelações – ES Cia de Dança
Identidade – Uz Cavalcante
Direção e Coreografia: Jorge Silva
Psique: A ALMA DAS SOMBRAS – Marcelo Moreira
Fragmentos do Espetáculo “SALÃO” – Casa4
Colapso – Ariana Andrade

Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: http://www.cultura.ba.gov.br.

Assessoria de Comunicação – SecultBA
(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278
http://plugcultura.wordpress.com
http://www.flickr.com/photos/secultba/
http://twitter.com/SecultBA

mam __

Posted: April 4, 2018 in secult_

MAM realiza ‘Recital Bo Bardi, Villa e Volpi’
Evento com o violonista Mário Ulloa acontece na quarta-feira, às 20h

Integrando as atividades ligadas à Exposição Volpi, o Museu de Arte Moderna da Bahia (MAM-BA) promove nesta quarta-feira (04), às 20h, o Recital Bo Bardi, Villa e Volpi’, uma apresentação do violonista Mário Ulloa com repertório de obras de Villa Lobos.

A Bahia e Volpi flertam desde a década de quarenta. Em 1949, com a participação do 1º Salão Baiano de Belas Artes, posteriormente em 1954, com a exposição individual, e depois em 1966, em sala especial na 1ª Bienal da Bahia. Tudo pontuado pelo crítico de arte Theon Spanudis.

A exposição de Alfredo Volpi marca um momento importante para o MAM. Além das reformas já iniciadas, o museu tem trabalhado com o propósito de reforçar sua posição como lugar de difusão e incentivo à produção das artes visuais da Bahia. O MAM busca articular um programa de intercâmbio com artistas, curadores e museus, nacionais e internacionais, fortalecendo o circuito das artes visuais.

O MAM realiza a exposição em parceria com as galerias Almeida & Dale, Paulo Paulo Darzé Galeria, aos colecionadores, a Ladi Biezus e ao Instituto Volpi.
SERVIÇO
‘RECITAL Bo Bardi, Villa e Volpi’
Quando: 04 de Abril
Onde: MAM
Horário: 20h
Entrada gratuita
02/04/2018
Assessoria de Comunicação – Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA
Telefone: (71) 3103-3442 / 3452
Email: ascom@cultura.ba.gov.br
http://www.cultura.ba.gov.br | http://www.facebook.com/secultba
http://www.flickr.com/photos/secultba | http://www.twitter.com/SecultBA

Exibindo RECITAL NO MAMBo Bardi, Villa e Volpi.Um violão do Ulloa no MAM..jpg