Archive for the ‘cultura’ Category

secult teatro griô __

Posted: April 19, 2018 in assessoria, cultura

Projeto Histórias Afro-Brasileiras promove Ações de leitura e literatura oral
De 23 a 29 de abril, Companhia de Teatro Griô realiza programação com apoio do Fundo de Cultura

A Cia Teatro Griô oferecerá uma semana repleta de atividades em homenagem ao Dia Mundial do Livro, com o projeto “HISTÓRIAS AFRO-BRASILEIRAS – Ações de leitura e literatura oral”. O projeto acontece de 23 a 29 de abril com sessões de histórias, oficinas de narração e outras ações artísticas do grupo Teatro Griô, inspiradas nas histórias da cultura afro-brasileira, nas bibliotecas comunitárias Bety Coelho e Jorge Amado. Além de apresentações das escritoras e narradoras Vanda Machado e Vovó Cici, e do espetáculo “Minha Aldeia – Sessão de histórias e cantigas do Teatro Griô”, no Teatro Eva Herz, da Livraria Cultura – Salvador Shopping.
Toda programação tem ações gratuitas como a Oficina A Arte de Narrar histórias, com os Fundadores e Coordenadores do grupo Teatro Griô – Rafael Morais e Tânia Soares (Narradores, Diretores e Professores de Teatro, Mestres em Artes Cênicas-UFBA) para educadores, mediadores de leitura e a comunidade em geral. Uma Oficina acontecerá no dia 23 de abril, das 14h às 17h, na Biblioteca Jorge Amado – Fundação Pierre Verger; e outra Oficina no dia 26 de abril, das 14h às 17h, na Biblioteca Betty Coelho. As inscrições para as oficinas poderão ser realizadas através do e-mail teatro@teatrogrio.com.br.
O público de todas as idades poderá assistir ao espetáculo Minha Aldeia, que traz mitos e contos populares de tradições africanas, afro-brasileira, indígenas e ibérica, entremeadas de cantigas. Ancestralidade e sabedoria popular são os fios condutores da montagem “Minha Aldeia”. As fábulas recheadas de magia trazem à cena os contos de autores como Mãe Beata de Yemonjá, Ruy do Carmo Póvoas e Vanda Machado. Nas tramas, sempre costuradas por músicas, traduzem-se a vida e o encanto da Cultura Afro-Brasileira, os mitos dos orixás e histórias de animais astutos e sagrados. O espetáculo consegue unir histórias densas e leves, engraçadas e líricas, que permaneceram vivas em nossa memória através dos tempos na tradição oral e levam a refletir sobre nós mesmos, nosso olhar, nossa vivência em comunidade e nossa presença no mundo.
Outro espetáculo que faz parte da programação é o “Minha Aldeia”, que vem encantando plateias como convidado em Festas e Encontros como Flipelô – Festa Literária Internacional do Pelourinho; Festa no Céu – Encontro Artístico Inspirado na Cultura da Infância; FLICA – Festa Literária Internacional de Cachoeira; Teatro Griô em Flor – Encontro Artístico Inspirado nas Narrativas de Tradição Oral e recentemente foi espetáculo convidado da programação do 12º Viva Teatro, Viva o Circo, do Teatro do SESC Pelourinho e realizará apresentações em maio no SESC Bom Retiro, em São Paulo, na programação do Boca do Céu – Encontro Internacional de Contadores de histórias. E agora poderá ser conferido no projeto Histórias Afro-Brasileiras nos dias 28 e 29 de abril, às 16 horas, com entrada franca, no Teatro Eva Herz (Livraria Cultura do Salvador Shopping).
Ainda no sábado e no domingo, 28 e 29 de abril, antes do espetáculo Minha Aldeia, o público poderá chegar mais cedo, às 15 horas, para escutar as sessões de histórias das narradoras Vanda Machado (Escritora, Doutora em Educação, Criadora do Projeto Irê Ayó na Comunidade de Terreiro Ilê Axê Opo Afonja), no sábado; e de Vovó Cici (Narradora de contos populares de tradição oral; Escritora, pesquisadora na Fundação Pierre Verger).
Já na biblioteca Jorge Amado, localizada no Espaço Cultural Pierre Verger, Ladeira da Vila Améria, 18, Engenho Velho de Brotas) e na Biblioteca Infanto Juvenil Betty Coelho, localizada na Rua Lavínia Magalhães, 42, Boca do Rio; acontecerão além das oficinas A Arte de Narrar histórias, Sessões de histórias com os narradores do Teatro Griô.
Todas as atividades do projeto Histórias Afro Brasileiras têm entrada franca e classificação livre para todos os públicos e são voltadas para crianças, adolescentes, adultos, educadores, mediadores de leitura e a comunidade em geral de todas as idades. O projeto tem o apoio financeiro do Governo do Estado da Bahia, através do Fundo de Cultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia.
Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: http://www.cultura.ba.gov.br
Serviço/Programação:
Projeto Histórias Afro-Brasileiras – Ações de leitura e literatura oral;
Dia 23 de abril, segunda-feira – Ação na Biblioteca Jorge Amado – Fundação Pierre Verger
Dia Mundial do Livro
Das 14 às 17 horas: Oficina A Arte de Narrar histórias – com Rafael Morais e Tânia Soares;
Às 17 horas: Sessão de Histórias com o Grupo Teatro Griô
Local: Biblioteca Jorge Amado, Espaço Cultural Pierre Verger, Ladeira da Vila América, 18, Engenho Velho de Brotas
Dia 26 de abril, quinta-feira, Ação na Biblioteca Betty Coelho:
Das 14 às 17 horas: Oficina A Arte de Narrar histórias – com Rafael Morais e Tânia Soares;
Às 17 horas: Sessão de Histórias com o Grupo Teatro Griô
Local: Biblioteca Infanto Juvenil Betty Coelho, Rua Lavínia Magalhães, 42, Boca do Rio
Dia 28 de abril, sábado, no Teatro Eva Herz:
Às 15 horas: Sessão de histórias com Vanda Machado;
Às 16 horas: Apresentação do espetáculo Minha Aldeia – Sessão de histórias e cantigas do Teatro Griô
Local: Teatro Eva Herz, Livraria Cultura, Salvador Shopping.
Dia 29 de abril, domingo, no Teatro Eva Herz:
Às 15 horas: Sessão de histórias com Vovó Cici;
Às 16 horas: Apresentação do espetáculo Minha Aldeia – Sessão de histórias e cantigas do Teatro Griô
Local: Teatro Eva Herz, Livraria Cultura, Salvador Shopping.
Ingresso: aberto ao público
Inscrições: via ficha de inscrição solicitada através do e-mail teatro@teatrogrio.com.br
Mais informações:
http://www.teatrogrio.com.br
http://www.fb.me/teatrogrio
Assessoria de Comunicação – SecultBA
(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278
http://plugcultura.wordpress.com
http:/www.flickr.com/phot0
os/secultba/

Exibindo Projeto_teatroGrio_divulgacao.jpg

Advertisements

itapoã cult! __

Posted: August 25, 2017 in cultura, evento

 Artistas celebram com música e poesia os dez anos do Sarau de Itapuã
O Espaço Cultural Casa da Música sedia o sarau desde a sua primeira edição
A Casa da Música, localizado às margens da Lagoa do Abaeté, recebeu na noite desta segunda-feira (21) uma edição comemorativa pelos dez anos do Sarau de Itapuã. Em uma noite de muita celebração, músicos, artistas, poetas, produtores culturais, agentes da cultura popular e comunidade participaram dessa edição especial do sarau que já faz parte do calendário cultural da cidade.

O mestre capoeirista Tyko Kamaleão, da Casa Clandestina Capoeira Mutações, abriu a noite com uma roda de capoeira holística, além dele se apresentaram, a cantora e compositora, Dona Salvadora e o músico Moacy Mendes, que tiveram o auxílio luxuoso de do coordenador do espaço, Amadeu Alves e do bandolinista, Fabrício Rios. Em seguida se apresentaram os músicos do grupo Os Andrades fez o público cair no samba.

Quem também encantou o público com um repertório ímpar foi o cantor cubano Alexey Martinez. Ele que já participou de outras edições também não podia faltar à noite de comemoração pelos dez anos do Sarau de Itapuã. Alexey ganhou projeção nacional após participar da quinta temporada do The Voice Brasil.

Nesses 10 anos ininterruptos de programação do sarau, foram realizados 240 encontros culturais, promovendo o acesso à arte e enriquecendo a produção local. Para Amadeu Alves, coordenador do espaço cultural, a programação tem papel fundamental na revitalização do bairro. “Vem sendo de grande valor no trabalho de revitalização cultural do bairro de Itapuã e especificamente na famosa Lagoa do Abaeté, voltando a ser visitada por famílias e pessoas de todas as idades interessadas em cultura”, conta o coordenador.

O Sarau de Itapuã é uma realização da Casa da Música, Espaço Cultura da SecultBA, em parceria com a IMA (Independência Musical Associada). O evento acontece há 10 anos, quinzenalmente, às segundas-feiras. O formato de Sarau permite a participação interativa do público em uma série de atividades.

Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais em diversos territórios de identidade baianos, geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), setor vinculado à Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult). Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro Cultural de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse:www.espacosculturais.wordpress.com. 22/08/2017 Comunicação – SecultBA  (71) 99983-5278=
Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia
mulherorando.jpg

convocatória

Posted: May 5, 2017 in assessoria, cultura

Divulgado resultado da convocatória Ocupe Seu Espaço
No total, 144 propostas foram apresentadas para realização de atividades artístico-culturais no período de 5 de maio a 31 de agosto de 2017, das quais 125 foram aprovadas
A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) divulga o resultado da convocatória de Ocupação de Pautas Artístico-Culturais dos Espaços Culturais da SecultBA – Ocupe Seu Espaço, que visa impulsionar a difusão, democratizar o acesso, dinamizar os espaços e contribuir para o cumprimento dos objetivos das políticas culturais na dimensão territorial da cultura. No total, 144 propostas foram apresentadas para realização de atividades artístico-culturais no período de 5 de maio a 31 de agosto de 2017, das quais 125 foram aprovadas. As inscrições foram avaliadas por comissões individuais para cada equipamento, estruturando uma agenda conjeturada a partir do diagnóstico concreto de demandas para um período de quatro meses. O resultado pode ser consultado no site www.cultura.ba.gov.br.
Os projetos vão ocupar as salas principais, anfiteatros, foyers/galerias, áreas externas e salas multiuso de espaços culturais em diversos municípios da Bahia: em Salvador, a Casa da Música, o Centro Cultural Plataforma, o Cine Teatro Solar Boa Vista, o Espaço Cultural Alagados e o Espaço Xisto Bahia; em outras cidades da Bahia, participam a Casa de Cultura de Mutuípe, o Centro de Cultura de Guanambi, o Centro de Cultura ACM (Jequié), o Centro de Cultura Adonias Filho (Itabuna), o Centro de Cultura Amélio Amorim (Feira de Santana), o Centro de Cultura de Alagoinhas, o Centro de Cultura de Porto Seguro, o Centro de Cultura João Gilberto (Juazeiro), o Centro de Cultura Olívia Barradas (Valença), o Cine-Teatro Lauro de Freitas e o Teatro Dona Canô (Santo Amaro).
“Para a primeira edição desta convocatória, avaliamos que os resultados são positivos e tendem a se desdobrar com sucesso”, considera Sandro Magalhães, superintendente de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult), ao qual a Diretoria de Espaços Culturais (DEC) é vinculada. “Este processo se compromete com avanços na institucionalidade, na democratização e na transparência do uso dos espaços, e vem também estimular o planejamento e a qualificação do relacionamento dos agentes culturais com os equipamentos públicos. O compromisso é de fomentar, formalizar e dar mais visibilidade para as práticas. É a primeira vez que nos posicionamos diante de um cenário real e amplo de solicitações, e isto é essencial para dar mais eficiência à gestão”, afirma ele.
Maria Marighella, diretora de Espaços Culturais, complementa: “A partir de agora, os produtores culturais podem se organizar antecipadamente para as próximas chamadas, criando uma rotina mais bem planejada destes procedimentos. O Ocupe Seu Espaço garante a reserva de pautas para as propostas integradas, mas as pautas que restaram vazias permanecem abertas a propostas, que podem ser negociadas diretamente com cada espaço, em sua autonomia e respeito às diretrizes da SecultBA”.
AVANÇOS – A convocatória de Ocupação de Pautas Artístico-Culturais dos Espaços Culturais da SecultBA – Ocupe Seu Espaço se apresenta como uma sistematização de práticas republicanas do uso de equipamentos públicos. Até este lançamento, as demandas de uso das dependências dos espaços culturais eram tratadas individualmente, com base em regulamentação e documentos oficiais e públicos, porém com limitações de alcance e de planejamento a médio prazo. A chamada garante a formatação de uma campanha para visibilizar os normativos, com os mesmos princípios e prazos para todos, estipulados a partir de regulamentos já existentes, sem qualquer burocratização do processo.
A avaliação das propostas se deu com base no mérito artístico e relevância artístico-cultural; na viabilidade de execução; na experiência e qualificação dos profissionais e artistas envolvidos; e na consonância com as políticas culturais. As selecionadas terão desconto de 50% sobre os valores de pauta ou percentual de bilheteria.
A SecultBA esclarece que o Centro de Cultura Camillo de Jesus Lima, em Vitória da Conquista, está em processo de licitação de obras para requalificação de sua sala principal. Para resguardar qualquer impasse de uso no período, o espaço não foi incluído nesta primeira chamada.04/05/2017
Assessoria de Comunicação – Secretaria de Cultura do Estado da Bahia – SecultBA
Telefone: (71) 3103-3442 / 3452
Email: ascom@cultura.ba.gov.br
www.cultura.ba.gov.br | www.facebook.com/secultba
www.flickr.com/photos/secultba | www.twitter.com/SecultBA

plug __

Posted: May 5, 2017 in cultura









cult pro __

Posted: April 12, 2017 in cultura, divulgação

Espaços Culturais da SecultBA tem programação dedicada ao Mês da DançaExibindo adonias filho - foto Rosilda Cruz (3).jpg
Em salvador e nos Territórios de Identidade diversas atrações marcam o dia 29 de abril
Centro Cultural Adonias Filho em Itabuna Foto: Rosilda Cruz
O mês de abril chega com muito ritmo, compasso e movimento! Em celebração ao Dia Internacional da Dança, 29 de abril, durante todo o mês os espaços culturais da Secretaria de Cultura do Estado da Bahia (SecultBA) apresentam uma programação variada dedicada à linguagem e aberta a públicos de todas idades, com classificação livre.
O Espaço Xisto Bahia recebe a 3ª edição do Movimento Xisto Bahia de Danças Urbanas. A mostra tem como objetivo a interação e a troca de conhecimento entre os grupos participantes. InRitmo, Insight, The Fabulous, Contagios e convidados se encontram no evento no dia 28 de abril, às 20h, com ingressos a R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia). No dia seguinte, 29, é a vez do ritmo espanhol ocupar o palco do Xisto. A Companhia de Danza Española apresenta o Encuentro Flamenco, cuja proposta é contar a história do flamenco através da própria dança. Os alunos se apresentam às 20h, com entrada de R$ 60 (inteira) e R$ 30 (meia) ou promocional única de R$ 25. Já no dia 30, 19h, shows e workshops fazem parte da programação do II Red Moon Dance, uma iniciativa que traz para a cidade artistas de expressão local, nacional e internacional, viabilizando o intercâmbio cultural. Ingressos a R$ 40 (inteira) e R$ 20 (meia).
No Espaço Cultural Alagados acontece a Oficina de Dança Afro. O projeto é uma ferramenta estratégica para fornecer noções sobre cultura, cidadania, autoestima e defesa de direitos humanos. Sua realização é fruto de uma ação conjunta do Programa Pacto pela Vida, da campanha Paz Absoluto, do Olodum, e do Plano Juventude Vida. As aulas serão ministradas entre os dias 17 e 19 de abril, às 14h, gratuitamente, com foco específico para jovens entre 15 e 21 anos.
No Cine Teatro Solar Boa Vista, o hip hop é o movimento que toma o espaço para fortalecer a cena local, onde artistas independentes têm a oportunidade de apresentar suas performances que focam o âmbito social, educacional, político, econômico, além do cultural. O Hip Hop do Solar acontece no dia 16, às 14h, com entrada de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Depois, no dia 22, às 14h, o Festival K-Pop BA A-Team une a dança e música pop asiática em formato de concurso, workshops e apresentações. Esse é o único evento que trabalha com o tema na Bahia. Ingressos por R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia) e 1kg de alimento não perecível.
Já em Itabuna, o projeto Abril com Dança convida o público a ver as cortinas do Centro de Cultura Adonias Filho se abrirem para uma noite de mostras coreográficas. As inscrições estão abertas no local até o dia 14 de abril, com 17 vagas a serem preenchidas por ordem. As apresentações, divididas em categorias de acordo com o estilo de dança, acontecem no dia 27 de abril, às 19h, com 10 minutos por participante. A entrada custa 1kg de alimento não-perecível.
O Cine Teatro Lauro de Freitas também participa do mês da dança, mesclando a capoeira e o samba. O Festival de Capoeira e Samba acontece no dia 29 de abril, às 18h, com entrada de R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia).
29 de abril: Dia Internacional da Dança – Esta data foi instituída em 1982 pelo Conselho Internacional de Dança (CID), uma organização não-governamental fundada em 1973 e vinculada à UNESCO, congregando todas as formas de dança em todos os países do mundo, através de membros representados por federações, associações, escolas, companhias e indivíduos atuantes na dança em 170 países. Entre os objetivos deste marco de celebração, estão o aumento da atenção pela importância da dança para os cidadãos e a cultura, mostrando sua universalidade e diversidade, o incentivo à inclusão da Dança nos sistemas de educação, do ensino infantil ao superior, e o estímulo para que o público prestigie a produção em Dança nos palcos e nos diversos locais que ela é capaz de ocupar.
Espaços Culturais da SecultBA – A Secretaria de Cultura do Estado da Bahia mantém 17 espaços culturais em diversos territórios de identidade baianos, geridos pela Diretoria de Espaços Culturais (DEC), setor vinculado à Superintendência de Desenvolvimento Territorial da Cultura (Sudecult). Destes, cinco encontram-se em Salvador – Cine Teatro Solar Boa Vista, Espaço Xisto Bahia, Casa da Música de Itapuã, Centro Cultural de Plataforma e Espaço Cultural Alagados – e 12 nos municípios de Alagoinhas, Feira de Santana, Guanambi, Itabuna, Jequié, Juazeiro, Lauro de Freitas, Mutuípe, Porto Seguro, Santo Amaro, Valença e Vitória da Conquista. Para mais informações, acesse: www.espacosculturais.wordpress.com.
11/04/ 2017
Assessoria de Comunicação – SecultBA
(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278 http://plugcultura.wordpress.com
http://www.flickr.com/photos/secultba/
http://twitter.com/SecultBA
http://www.cultura.ba.gov.br
====================================
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Gabinete do Secretário Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia

Exibindo adonias filho - foto Rosilda Cruz (1).jpg

plug __

Posted: March 17, 2017 in cultura, roteiro _

 plug versão web


















cult

Posted: March 16, 2017 in cultura

Travessia, filme do baiano João Gabriel tem pré-estreia em Salvador Fundo de Cultura - Travessia b.jpg
Evento que exibirá longa-metragem do diretor baiano, João Gabriel, contará com a presença dos atores Caio Castro, Chico Diaz, Camila Camargo e elenco baiano
Foto: Divulgação
No próximo sábado (18), às 20h30, será realizada, na sala 8, do UCI Orient, no Shopping Barra, a pré-estreia do longa Travessia, do diretor baiano João Gabriel. O evento, para convidados e imprensa, contará com a presença dos atores Caio Castro, Chico Diaz, Camila Camargo, além da equipe e elenco local, entre eles Caco Monteiro e Amaurih Oliveira. Travessia tem apoio financeiro do Governo do Estado, através do Fundo de Cultura com edital setorial de audiovisual, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura da Bahia. E conta com recursos do FSA, através da Ancine.
Gravado em Salvador, Travessia chega aos cinemas do país no dia 23 de março e apresenta Chico Diaz e Caio Castro como pai e filho em uma relação conflituosa. O trailer e o cartaz do longa-metragem, vencedor do Festival de Aruanda, já estão disponíveis. “Fazer o Travessia foi um desafio, um filme que fala da geração atual, dos relacionamentos familiares. E explorar uma trama que por mais que tenha uma pegada autoral, busque fisgar o espectador, fazer ele se envolver com o filme e principalmente despertar uma reflexão sobre a história”, comenta o diretor João Gabriel.
O longa teve sua estreia mundial na 39ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, recebeu os prêmios de Melhor Filme, Melhor Ator (Chico Diaz) e Melhor Montagem no 10° FestAruanda.
SINOPSE – Desentendimentos levaram Roberto (Chico Diaz) a se distanciar de Júlio (Caio Castro), seu único filho, que está envolvido com tráfico de drogas sintéticas em festas de música eletrônica. Ambos buscam novos caminhos, movidos por seus desejos. Um acidente inusitado pode fazer com que eles se unam novamente. Mas será que eles estão preparados para esse reencontro?
Segundo Alexandre Simões, superintendente de Promoção Cultural da SedeculBA, o Fundo de Cultura se consolida como a mais importante ferramenta de apoio a produção cultural do Estado, não só do ponto de vista financeiro, mas também político e social. “Isso se comprova por suas características de funcionamento, que permitem seleções públicas preconizadas, inclusive, na letra da sua lei, abrindo espaço para a participação da sociedade civil e dos agentes culturais e territoriais permitindo a participação desses agentes na escolha dos projetos, nas reflexões a cerca da construção do texto das chamadas públicas, e em diversas instâncias de consulta, como também acento na comissão gerenciadora”, ressalta.
Fundo de Cultura do Estado da Bahia (FCBA) – Criado em 2005 para incentivar e estimular as produções artístico-culturais baianas, o Fundo de Cultura é gerido pelas Secretarias da Cultura e da Fazenda. O mecanismo custeia, total ou parcialmente, projetos estritamente culturais de iniciativa de pessoas físicas ou jurídicas de direito público ou privado. Os projetos financiados pelo Fundo de Cultura são, preferencialmente, aqueles que apesar da importância do seu significado, sejam de baixo apelo mercadológico, o que dificulta a obtenção de patrocínio junto à iniciativa privada. O FCBA está estruturado em 4 (quatro) linhas de apoio, modelo de referência para outros estados da federação: Ações Continuadas de Instituições Culturais sem fins lucrativos; Eventos Culturais Calendarizados; Mobilidade Artística e Cultural e Editais Setoriais. Para mais informações, acesse: www.cultura.ba.gov.br
Página do filme: http://www.travessiaofilme.com.br/
Link com imagens: https://we.tl/xU7FFztTzK
ELENCO –
Chico Diaz – Roberto | Caio Castro – Júlio | Camilla Camargo – Marina| Caco Monteiro – Arnaldo |
Cyria Coentro – Leila | Amaurih Oliveira – Flávio
SERVIÇO:
Pré-estreia do filme Travessia

Quando:18 de março de 2017
Local: Sala 8, do UCI Orient, no Shopping Barra,
Horário: 20h30
Endereço: Av. Centenário, 292, Chame-Chame, Salvador, Bahia
16/03/2017
Assessoria de Comunicação – SecultBA
filme travessia-Foto-Divulgação.JPG
(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278
http://plugcultura.wordpress.com

http://www.flickr.com/photos/secultba/
http://twitter.com/SecultBA
http://www.cultura.ba.gov.br====================================
Secretaria de Cultura do Estado da Bahia
Gabinete do Secretário Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia