Religião Liturgia Diária
Dia 15 de Junho – Sexta-feira
X SEMANA DO TEMPO COMUM
(Verde – Ofício do Dia)

Antífona de Entrada
O Senhor é minha luz e minha salvação, a quem poderia eu temer? O Senhor é o baluarte de minha vida, perante quem tremerei? Meus opressores e inimigos, são eles que vacilar e sucumbem (Sl 26,1s).

Oração do dia
Ó Deus, fonte de todo bem, atendei ao nosso apelo e fazei-nos, por vossa inspiração, pensar o que é certo e realizá-lo com vossa ajuda. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (1 Reis 19,9.11-16).Leitura do primeiro livro do Reis.
19 9 Chegando ali, passou a noite numa caverna. Então a palavra do Senhor foi-lhe dirigida: “Que fazes aqui, Elias?” 11 O Senhor desse-lhe: “Sai e conserva-te em cima do monte na presença do Senhor: ele vai passar”. Nesse momento passou diante do Senhor um vento impetuoso e violento, que fendia as montanhas e quebrava os rochedos; mas o Senhor não estava naquele vento. Depois do vento, a terra tremeu; mas o Senhor não estava no tremor de terra.
12 Passado o tremor de terra, acendeu-se um fogo; mas o Senhor não estava no fogo. Depois do fogo ouviu-se o murmúrio de uma brisa ligeira.
13 Tendo Elias ouvido isso, cobriu o rosto com o manto, saiu e pôs-se à entrada da caverna. Uma voz disse-lhe: “Que fazes aqui, Elias?”
14 Ele respondeu: “Consumo-me de zelo pelo Senhor, Deus dos exércitos. Porque os israelitas abandonaram a vossa aliança, derrubaram os vossos altares e passaram os vossos profetas ao fio da espada. Só eu fiquei, e agora querem tirar-me a vida”.
15 O Senhor disse-lhe: “Retoma o caminho do deserto, na direção de Damasco. Ali chegando, ungirás Hazael como rei da Síria, 16 Jeú, filho de Namsi, como rei de Israel, e Eliseu, filho de Safat, de Abel-Meula, como profeta em teu lugar”.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 26/27
Senhor, é vossa face que eu procuro!
Ó Senhor, ouvi a voz do meu apelo,
Atendei por compaixão!
Meu coração fala convosco confiante,
é vossa face que eu procuro.

Não afasteis em vossa ira o vosso servo,
sois vós o meu auxílio!
Não me esqueçais nem me deixeis abandonado,
meu Deus e salvador!

Sei que a bondade do Senhor eu hei de ver
na terra dos viventes.
Espera no Senhor e tem coragem,
espera no Senhor!

Evangelho (Mateus 5,27-32)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Como astros no mundo brilheis, pregando a palavra da vida! (Fl 2,15s)
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.
Naquele tempo, 27 disse Jesus: “Ouvistes que foi dito aos antigos: Não cometerás adultério.
28 Eu, porém, vos digo: todo aquele que lançar um olhar de cobiça para uma mulher, já adulterou com ela em seu coração.
29 Se teu olho direito é para ti causa de queda, arranca-o e lança-o longe de ti, porque te é preferível perder-se um só dos teus membros, a que o teu corpo todo seja lançado na geena.
30 E se tua mão direita é para ti causa de queda, corta-a e lança-a longe de ti, porque te é preferível perder-se um só dos teus membros, a que o teu corpo inteiro seja atirado na geena.
31 Foi também dito: Todo aquele que rejeitar sua mulher, dê-lhe carta de divórcio.
32 Eu, porém, vos digo: todo aquele que rejeita sua mulher, a faz tornar-se adúltera, a não ser que se trate de matrimônio falso; e todo aquele que desposa uma mulher rejeitada comete um adultério”.
Palavra da Salvação.

Imagem relacionada

Comentário ao Evangelho
A PUREZA DE CORAÇÃO
Na perspectiva de Jesus, a maneira como se encarava o 6º mandamento do Decálogo era insuficiente. Considerava-se o adultério como uma espécie de injustiça cometida contra uma propriedade alheia, um atentado ao bem mais precioso de um homem: sua mulher. O casamento era uma transação de compra e venda, pela qual um homem adquiria uma mulher como esposa, a qual passava a fazer parte de seus bens. O respeito pela mulher do próximo, portanto, colocava-se no contexto de respeito ao conjunto de seus bens.
O mandamento assim interpretado fundava-se na coisificação da mulher, cuja dignidade não era reconhecida. Colocada no rol dos bens do marido, ela se via privada da igualdade com o homem, o que não correspondente ao desejo do Criador. Assim, Jesus viu-se forçado a opor-se a isso, pois era contrário ao projeto de seu Pai.
A exigência do Mestre recupera o respeito pela mulher, enquanto ser humano. O discípulo do Reino é exortado a olhar para a mulher do próximo com pureza de coração, sem se deixar envolver pelo desejo de possui-la. Caso isto aconteça, infringirá o mandamento de Deus, a partir do momento em que consentir nos pensamentos libidinosos.
Enquanto seus contemporâneos preocupavam-se com o ato exterior de adultério, Jesus preocupava-se com o ato interior, onde tem início o desrespeito ao mandamento divino.

Oração
Espírito que dignifica, reforça no coração de todos o sentimento de respeito ao ser humano, especialmente às mulheres, cuja dignidade é vilipendiada, sem escrúpulos.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Sobre as Oferendas
Senhor nosso Deus, vede nossa disposição em vos servir e acolhei nossa oferenda, para que este sacrifício vos seja agradável e nos faça crescer na caridade. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
Sois minha rocha, meu refúgio e salvador! Ó meu Deus, sois o rochedo que me abriga! (Sl 17,3)

Depois da Comunhão
Ó Deus, que curais nossos males, agi em nós por esta eucaristia, libertando-nos das más inclinações e orientando para o bem a nossa vida. Por Cristo, nosso Senhor.

Advertisements

Objetos litúrgicos Eucaristia
EM IMAGENS: o nome de cada objeto litúrgico da Missa e da Adoração Eucarística!

Redação da Aleteia | Jun 06, 2018   ESPIRITUALIDADE

 Você sabe o que são o cibório e a píxide? E a diferença entre o manustérgio, a pala e o corporal? Ou o sacrário e a custódia? Maravilhe-se com a nossa liturgia!

A extraordinária riqueza litúrgica da Igreja é manifestação visível do culto católico dedicado a Deus de coração, mente, espírito e corpo.
A “corporeidade” da fé católica é um dos seus mais fascinantes matizes, recordando a presença de Deus, que é Espírito puro, também na materialidade da Sua criação. Não se pode esquecer, para começo de conversa, que Deus se encarnou, fazendo-Se homem e tornando-Se matéria conosco. Além disso, Ele intervém na história, com a Sua Revelação se realizando mediante uma longa série de manifestações sensíveis, e instituiu sinais visíveis da Sua graça, como os sacramentos. Os aspectos de “materialidade”presentes em nossa fé, juntamente com os seus aspectos imateriais, espirituais, também enriquecem a nossa experiência do divino e do sagrado, evocando Deus e a nossa união com Ele mediante as belezas da arquitetura sacra, as imagens em escultura e pintura, os livros, as relíquias, os sacramentais e todo o fascinante conjunto dos objetos e paramentos litúrgicos.
Nesta galeria de fotos, veremos apenas uma parte desses elementos: trata-se de uma série de objetos litúrgicos ligados à Eucaristia, tanto na liturgia eucarística da Santa Missa quanto na Adoração ao Santíssimo Sacramento.
Para apreciá-los e aprender mais sobre eles, clique no botão “Abrir a galeria de fotos“:
Abrir a galeria de fotos  Altar
Apoie os valores cristãos
Nossa sociedade precisa mais do que nunca de valores sólidos. Precisamos apoiar a construção de uma sociedade mais valorosa. Por isso, pedimos a você: ajude a promover os valores cristãos na sociedade. Os valores cristãos são um farol seguro, pois trazem a marca do próprio Jesus Cristo. Hoje em dia é muito difícil manter uma plataforma de difusão de valores cristãos como a Aleteia. Os leitores e as exigências crescem a cada dia, mas a publicidade está caindo de forma drástica. Certamente você já notou que muitos sites estão exigindo assinatura paga. Para nós, no entanto, esta não é uma opção, já que a nossa missão é promover e inspirar a vida cristã para o maior número possível de pessoas. Nós gostaríamos de reduzir o número de anúncios no site, mas simplesmente não podemos fazer isso, a menos que consigamos de outras formas a renda necessária para sustentar nossa missão. É por isso que precisamos da sua ajuda. O conteúdo da Aleteia requer muito trabalho e tem um custo alto de produção e distribuição. Se cada um que nos lê e aprecia desse um pequeno apoio, o futuro desta missão seria mais seguro. Com apenas $1, você pode apoiar a Aleteia, e isso só leverá um minuto. Obrigado por pensar nisso!
Apoie a Aleteia Tags:ADORACAOIMAGENSLITURGIAMISSA
Top Stories
“Aquele que manda deve ser como aquele que serve”, afirma o Papa…

5 coisas que você talvez não saiba sobre São José 

graxaim do campo! __

Posted: June 15, 2018 in ecologia_

>Graxaim -nos campos de Santa Catarina

Esse mamífero canino encontrado no sul do Brasil, norte da Argentina, Paraguai e Uruguai é popularmente chamado de ‘raposa-dos-pampas’. Mas sentimos informar que ao contrário do que o nome sugere, ele não é uma raposa.
O graxaim-do-campo ou simplesmente graxaim pertence a outro gênero e é uma das três espécies de canídeos silvestres que habitam os campos sulinos. É um animal solitário, que só costuma sair da toca no fim da tarde ou à noite, e só se reúne em pares na época da reprodução.

Ameaçado pela caça e expansão de plantações de soja e eucalipto, ele tem sido visto cada vez mais próximo a áreas urbanizadas, o que pode ser bom para observá-lo, mas não é exatamente uma boa notícia.

Onde fica · Mais imagens
.graxaim baies -on g search

‘hype -secult!” __

Posted: June 15, 2018 in música, secult_

ASCOM CULTURA

Festival Hmarca.jpgYPE tem primeira edição no fim de semanaEspaços públicos servirão de palco para apresentações artísticas e diálogos musicais. Festival tem apoio do Fazcultura Ocupando praças, ruas e avenidas; celebrando a criação artística e a multiplicidade de ritmos baianos; reconhecendo a vocação da rua viva e do seu povo criativo, nasce em Salvador o Festival HYPE. Um grande encontro entre iguais e diferentes. Diferentes sonoridades que se conectam para criar um novo cenário na cultura urbana da cidade, impulsionada pela efervescência da música baiana, que faz ecoar por todos os cantos a sua potência, swing e versatilidade. Exibindo Quabales Foto Divulgação.jpg
 Programado para acontecer em oito edições (entre junho/2018 e janeiro/2019), o Festival Hype é uma experiência de resgate e conexão com a cultura de rua, transformada em um grande espaço de celebração, como forma de melhorar a relação da população com os espaços públicos. A edição 2018 do Festival acontece nos dias 16 e 17/06, 07 e 08/07, 11 e 12/07, 06 e 07/10 e 11 e 11/11. Consciente da sua missão de dar vez a quem tem voz e revelar o que as ruas falam, o Festival fomentará encontros musicais inesquecíveis, percorrendo oito diferentes bairros de Salvador – da Ribeira a Stella Maris – e apresentando artistas que representam a cena musical contemporânea.
A cada edição, serão selecionados quatro artistas/bandas/grupos via curadoria, dois artistas/bandas/grupos via curadoria no Mapa Musical da Bahia – iniciativa da Fundação Cultural do Estado da Bahia/SecultBA que objetiva mapear, reconhecer e difundir a diversidade da música produzida no estado – e uma atração infantil a se apresentarem no Palco Sounds.
Neste primeiro fim de semana, a programação acontece Praça Flora- Pituba (Rua Guillard Muniz). Além dos artistas inscritos e selecionados por curadoria, o Festival Hype conta também com a presença de músicos e bandas reconhecidos nacionalmente como Márcia Castro e Gerônimo, promovendo assim um intercâmbio entre artistas consagrados e talentos locais.
Valorizando a cultura colaborativa e estimulando a representatividade artística e das ruas, o Festival Hype nasce da experiência vivida pelo Coreto Hype – reconhecida por reunir o melhor da gastronomia, moda, música, arte e sustentabilidade desde 2016, contando com mais de 100 empreendedores criativos por edição e extensa programação artística e de lazer para crianças, jovens, adultos e idosos.
Trabalhando sempre com os eixos da economia criativa, música, kids, sustentabilidade e ocupação, a Feira Coreto Hype se consolidou como uma iniciativa transformadora, estimulando na população soteropolitana ao capitalismo consciente, a economia criativa e ao reconhecimento dos pequenos produtores, reforçando a atitude construtiva e o cooperativismo do grupo.
O Festival Hype tem patrocínio da Brahma Extra e do Governo da Bahia, através do Fazcultura, Secretaria da Fazenda e Secretaria de Cultura do Estado da Bahia. 
Exibindo Marcia Castro Foto Sidney Rocharte.jpg
MAPA MUSICAL DA BAHIA – O Mapa Musical da Bahia é uma ação prioritária dentro das políticas públicas de fomento à música no estado. Desde 2012, o programa da Fundação Cultural do Estado (Funceb/SecultBa) mapeia, reconhece e difunde a diversidade musical de artistas baianos que produzem trabalhos autorais. O Mapa Musical mantém um diálogo aberto e constante entre a sociedade civil e o Estado, permitindo a elaboração de estratégias de ação em resposta às demandas apresentadas. O mapeamento funciona através do portal do Mapa Musical da Bahia [mapamusical.ba.gov.br], um sistema online que reúne músicas e informações sobre os artistas.  A iniciativa se focaliza na produção musical representativa dos 27 Territórios de Identidade do estado e busca revelar a diversidade dos cenários musicais da Bahia.
FAZCULTURA – Parceria entre a SecultBA e a Secretaria da Fazenda (Sefaz), o mecanismo integra o Sistema Estadual de Fomento à Cultura, composto também pelo Fundo de Cultura da Bahia (FCBA). O objetivo é promover ações de patrocínio cultural por meio de renúncia fiscal, contribuindo para estimular o desenvolvimento cultural da Bahia, ao tempo em que possibilita às empresas patrocinadoras associar sua imagem diretamente às ações culturais que considerem mais adequadas, levando em consideração que esse tipo de patrocínio conta atualmente com um expressivo apoio da opinião pública.
PROGRAMAÇÃO COMPLETA  Festival HypePraça Flora- Pituba (Rua Guillard Muniz)Entrada Gratuita Sábado (16/06) 14h / 17h – Irará do Forró + Intervenção Grupo Cabrueira (fora do palco Sounds)17h – Alex Pochat e os 5 Elementos18h – Retro_Visor19h – Kainná Tawa20h – Márcia Castro convida Gerônimo e Hiran  Domingo (17/07) 12h – Cadeiradebrin13h – Ba_co14h – Neto Bala15h – Transmissão ao vivo do jogo Brasil X Suíça16h – Quabales17h – Diamba convida Mosiah *Intervalos – Dj ElCabong  Próximas edições07 e 08/07 – Av. Centenário 11 e 12/08 – Lauro de Freitas 15 e 16/07 – Paripe 06 e 07/10 – Campo Grande 10 e 11/11 – Ribeira   Assessoria de Comunicação – SecultBA(71) 3103-3442 (71) 3103-3452 (71) 99983-5278
http://plugcultura.wordpress.com
http://www.flickr.com/photos/secultba/http://twitter.com/SecultBAhttp://www.cultura.ba.gov.br====================================Secretaria de Cultura do Estado da BahiaGabinete da Secretária – Palácio Rio Branco, Praça Thomé de Souza, s/n – Centro CEP: 40.020-010 – Salvador, Bahia 4 anexos  para ASCOM  18_Festival HYPE tem primeira edição no fim de semana.doc

Exibindo Geronimo Foto Rosilda Cruz.jpg

‘pasep liberado -agbr! __

Posted: June 15, 2018 in Uncategorized

Brasil                           https://bit.ly/2JTfNzI
Comunicar Mais
Imprimir13/06/2018 14:00
PIS/Pasep tem seu saque liberado para contas inativas de todas as idades
Liberação do pagamento deve injetar R$ 39,5 bilhões na economia
O presidente Michel Temer sancionou hoje (13) a lei e assinou o decreto que regulamentam os saques das contas inativas dos fundos dos programas de Integração Social (PIS) e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (Pasep), para todas as pessoas quem tenham o benefício. O pagamento das cotas deve injetar R$ 39,5 bilhões na economia. O impacto potencial no PIB é na ordem de 0,55 ponto percentual.
Temer pediu à equipe do governo que haja uma ampla divulgação da medida, nas redes sociais, televisão e jornais, para que todas as pessoas que tenham direito possam sacar o dinheiro. “São valores depositados até 1988 e estão lá paralisados, engordando um pouco a Caixa e o Banco do Brasil, enquanto devem engordar financeiramente aqueles que são beneficiários, os trabalhadores”, disse.
O objetivo, segundo o presidente, é movimentar a economia brasileira, assim como ocorreu com o saque das contas inativas do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS), que injetou cerca de R$ 43 bilhões na economia. “E são valores preciosos”, ressaltou Temer. “Aqui são R$ 39 bilhões que podem não só satisfazer aqueles que vão buscá-los, mas também inserir isso na economia brasileira.”
Quem tem direito – Tem direito ao saque servidores públicos e pessoas que trabalharam com carteira assinada de 1971, quando o PIS/Pasep foi criado, até 1988. Quem contribuiu após 4 de outubro de 1988 não tem direito ao saque. Isso ocorre porque a Constituição, promulgada naquele ano, passou a destinar as contribuições do PIS/Pasep das empresas para o Fundo de Amparo ao Trabalhador (FAT), que paga o seguro-desemprego e o abono salarial, e para o Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).
A partir da próxima segunda-feira (18) até o dia 28 de setembro, qualquer pessoa titular de conta do PIS/Pasep ou seu herdeiro podem sacar os recursos. Quem puder aguardar para resgatar o dinheiro a partir de agosto, poderá ganhar um pouquinho a mais, pois o reajuste dos valores nas contas para o exercício 2017/2018 será feito em julho. No exercício passado, o reajuste foi de 8%.

O Projeto de Lei de Conversão 8/2018, decorrente da Medida Provisória (MP) 813/2017, que permitiu os saques, foi aprovado pelo Senado, no dia 28 de maio.

Desde a criação do PIS/Pasep, em 1971, o saque total só podia ser feito quando o trabalhador completasse 70 anos, se aposentasse, tivesse doença grave ou invalidez ou fosse herdeiro de titular da conta. No segundo semestre do ano passado, o governo já tinha enviado ao Congresso duas MPs reduzindo a idade para o saque a partir de 60 anos, sem alterar as demais hipóteses de acesso a esses recursos.
Beneficiados – O público total beneficiado pela medida é de 28,7 milhões de pessoas e, dessas, cerca de 3,6 milhões já fizeram o saque até maio de 2018. Do total dos recursos, R$ 5 bilhões já foram resgatados pelos cotistas e R$ 34,3 bilhões ficarão disponíveis para serem sacados no Banco do Brasil e na Caixa Econômica Federal.
Para saber se tem direito ao benefício, o trabalhador pode acessar os sites www.caixa.gov.br/cotaspis e www.bb.com.br/pasep.
Nos próximos dias, o Ministério do Planejamento detalhará os cronogramas de saques. Aqueles que tiverem conta-corrente na Caixa Econômica Federal ou no Banco do Brasil terão o depósito feito automaticamente a partir de 8 de agosto. Os demais cotistas poderão fazer os saques diretamente nas agências da Caixa e Banco do Brasil ou solicitar a transferência sem ônus para suas contas em outros bancos.  Fale Conosco



dtl

dom total uplog

Religião Liturgia Diária
Dia 11 de Junho – Segunda-feira
SÃO BARNABÉ APÓSTOLO
(Vermelho, Prefácio dos Apóstolos – Ofício da Memória)

Antífona de Entrada
Feliz foi Barnabé, santo de Deus, que mereceu ser contado entre os apóstolos. Era na verdade um homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé (At 11,24).

Oração do dia
Ó Deus, que designastes são Barnabé, cheio de fé e do Espírito Santo, para converter as nações, fazei que a vossa Igreja anuncie por palavras e atos o evangelho de Cristo que ele proclamou intrepidamente. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Atos 11,21- 26; 13,1-3)
Leitura dos Atos dos Apóstolos.
Naqueles dias, 11 21 A mão do Senhor estava com eles e grande foi o número dos que receberam a fé e se converteram ao Senhor.
22 A notícia dessas coisas chegou aos ouvidos da Igreja de Jerusalém. Enviaram então Barnabé até Antioquia.
23 Ao chegar lá, alegrou-se, vendo a graça de Deus, e a todos exortava a perseverar no Senhor com firmeza de coração,
24 pois era um homem de bem e cheio do Espírito Santo e de fé. Assim uma grande multidão uniu-se ao Senhor.
25 Em seguida, partiu Barnabé para Tarso, à procura de Saulo. Achou-o e levou-o para Antioquia.
26 Durante um ano inteiro eles tomaram parte nas reuniões da comunidade e instruíram grande multidão, de maneira que em Antioquia é que os discípulos, pela primeira vez, foram chamados pelo nome de cristãos. 13 1 Havia então na Igreja de Antioquia profetas e doutores, entre eles Barnabé, Simão, apelidado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, companheiro de infância do tetrarca Herodes, e Saulo.
2 Enquanto celebravam o culto do Senhor, depois de terem jejuado, disse-lhes o Espírito Santo: “Separai-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho destinado”.
3 Então, jejuando e orando, impuseram-lhes as mãos e os despediram.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 97/98
O Senhor fez conhecer seu poder salvador
E, às nações, sua justiça.

Cantai ao Senhor Deus um canto novo,
Porque ele fez prodígios!
Sua mão e o seu braço forte e santo
Alcançaram-lhe a vitória.

O Senhor fez conhecer a salvação
E, às nações, sua justiça;
Recordou o seu amor sempre fiel
Pela casa de Israel!

Os confins do universo contemplam
A salvação do nosso Deus.
Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,
Alegrai-vos e exultai!

Cantai salmos ao Senhor ao som da harpa
E da cítara suave!
Aclamai, com os clarins e as trombetas,
Ao Senhor, o nosso rei!

Evangelho (Mt 10,7-13)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Ide ao mundo e ensinai a todas as noções!
Eis que eu estou convosco até o fim do mundo! (Mt 28,19s)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.
Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 10 7 “Por onde andardes, anunciai que o Reino dos céus está próximo.
8 Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!
9 Não leveis nem ouro, nem prata, nem dinheiro em vossos cintos,
10 nem mochila para a viagem, nem duas túnicas, nem calçados, nem bastão; pois o operário merece o seu sustento.
11 Nas cidades ou aldeias onde entrardes, informai-vos se há alguém ali digno de vos receber; ficai ali até a vossa partida.
12 Entrando numa casa, saudai-a: ‘Paz a esta casa’.
13 Se aquela casa for digna, descerá sobre ela vossa paz; se, porém, não o for, vosso voto de paz retornará a vós”.
Palavra da Salvação.

Resultado de imagem para Religião Liturgia DiáriaDia 11 de Junho - Segunda-feiraSÃO BARNABÉ APÓSTOLO (Vermelho, Prefácio dos Apóstolos ?? Ofício da Memória)Antífona de EntradaFeliz foi Barnabé, santo de Deus, que mereceu ser contado entre os apóstolos. Era na verdade um homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé (At 11,24).Oração do diaÓ Deus, que designastes são Barnabé, cheio de fé e do Espírito Santo, para converter as nações, fazei que a vossa Igreja anuncie por palavras e atos o evangelho de Cristo que ele proclamou intrepidamente. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.Leitura (Atos 11,21- 26; 13,1-3)Leitura dos Atos dos Apóstolos.Naqueles dias, 11 21 A mão do Senhor estava com eles e grande foi o número dos que receberam a fé e se converteram ao Senhor.22 A notícia dessas coisas chegou aos ouvidos da Igreja de Jerusalém. Enviaram então Barnabé até Antioquia.23 Ao chegar lá, alegrou-se, vendo a graça de Deus, e a todos exortava a perseverar no Senhor com firmeza de coração,24 pois era um homem de bem e cheio do Espírito Santo e de fé. Assim uma grande multidão uniu-se ao Senhor.25 Em seguida, partiu Barnabé para Tarso, à procura de Saulo. Achou-o e levou-o para Antioquia.26 Durante um ano inteiro eles tomaram parte nas reuniões da comunidade e instruíram grande multidão, de maneira que em Antioquia é que os discípulos, pela primeira vez, foram chamados pelo nome de cristãos. 13 1 Havia então na Igreja de Antioquia profetas e doutores, entre eles Barnabé, Simão, apelidado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, companheiro de infância do tetrarca Herodes, e Saulo.2 Enquanto celebravam o culto do Senhor, depois de terem jejuado, disse-lhes o Espírito Santo: "Separai-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho destinado".3 Então, jejuando e orando, impuseram-lhes as mãos e os despediram.Palavra do Senhor.Salmo Responsorial 97/98O Senhor fez conhecer seu poder salvadorE, às nações, sua justiça.Cantai ao Senhor Deus um canto novo,Porque ele fez prodígios!Sua mão e o seu braço forte e santoAlcançaram-lhe a vitória.O Senhor fez conhecer a salvaçãoE, às nações, sua justiça;Recordou o seu amor sempre fielPela casa de Israel!Os confins do universo contemplamA salvação do nosso Deus.Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,Alegrai-vos e exultai!Cantai salmos ao Senhor ao som da harpaE da cítara suave!Aclamai, com os clarins e as trombetas,Ao Senhor, o nosso rei!Evangelho (Mt 10,7-13)Aleluia, aleluia, aleluia.Ide ao mundo e ensinai a todas as noções!Eis que eu estou convosco até o fim do mundo! (Mt 28,19s)Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 10 7 "Por onde andardes, anunciai que o Reino dos céus está próximo.8 Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!9 Não leveis nem ouro, nem prata, nem dinheiro em vossos cintos,10 nem mochila para a viagem, nem duas túnicas, nem calçados, nem bastão; pois o operário merece o seu sustento.11 Nas cidades ou aldeias onde entrardes, informai-vos se há alguém ali digno de vos receber; ficai ali até a vossa partida.12 Entrando numa casa, saudai-a: ‘Paz a esta casa’.13 Se aquela casa for digna, descerá sobre ela vossa paz; se, porém, não o for, vosso voto de paz retornará a vós".Palavra da Salvação.Comentário ao EvangelhoO REINO CHEGOUOs discípulos foram enviados em missão com a tarefa de dar continuidade à missão de Jesus. A dupla face do messianismo de Jesus se expressaria no ministério dos apóstolos. Não somente com palavras, mas também com obras eles se poriam a serviço do Reino.Aos apóstolos competia proclamar a chegada do Reino dos Céus na pessoa de Jesus. De que modo? Deus foi plenamente Senhor da vida de Jesus. Nada nem ninguém jamais o desviou do caminho traçado pelo Pai. Somente ao querer do Pai ele se submeteu. Jamais cedeu a qualquer tipo de tentação. Por isso, o Reino dos Céus se encarnou na sua pessoa e ação. Este evento deveria ser proclamado a todos os povos.Por outro lado, como sucedeu com Jesus, a pregação dos apóstolos encontraria apoio nos milagres realizados por eles. Os quatro milagres apontados relacionam-se com a proteção da vida humana da investida das doenças, da morte e dos espíritos impuros. O ministério apostólico, portanto, estava destinado a colocar-se a serviço da vida. Onde a vida fosse defendida, restaurada ou garantida, aí estaria acontecendo o milagre do Reino, cuja presença seria historicamente perceptível.A vida de Jesus é o ponto de referência da ação do apóstolo. A fidelidade à missão acontece na medida em que realmente Jesus continua atuando na pessoa de seus enviados.OraçãoSenhor Jesus, dá-me coragem suficiente para levar adiante tua missão, proclamando a chegada do Reino e me colocando a serviço da vida.(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês).Sobre as OferendasNós vos pedimos, ó Deus, que santifiqueis a vossa bênção as nossas oferendas; acendam elas em nós a caridade que impeliu São Barnabé a levar aos gentios a luz do evangelho. Por Cristo, nosso Senhor.Antífona da ComunhãoJá não vos chamo servos, diz o Senhor, porque o servo não sabe o que faz o seu Senhor. Chamei-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai (Jô 15,15).Depois da ComunhãoAo recebemos, ó Deus, o penhor da vida eterna, dai-nos gozar, na vossa luz, o que celebramos, sob o véu do sacramento, em honra do apóstolo São Barnabé. Por Cristo, nosso Senhor.Santo do Dia / Comemoração (SÃO BARNABÉ)Barnabé não fez parte dos primeiros doze apóstolos escolhidos por Jesus. Mas acompanhou o Senhor e os apóstolos naqueles primeiros dias. Quando assistiu a um milagre realizado por Jesus Cristo, que diante de seus olhos curou um paralítico, aquele bondoso judeu resolveu pedir admissão entre seus discípulos. Aceito, vendeu um campo de plantações que possuía para doar seu dinheiro aos apóstolos, como conta Lucas nos Atos. Assim era Barnabé, homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé, segundo narram as Sagradas Escrituras. Ele era da tribo de Levi e veio ao mundo na ilha de Chipre. Foi ali que estudou, na companhia de Paulo, com o célebre mestre Gamaliel, com quem aprendeu a firmeza de caráter, as ciências e as virtudes. Chamava-se José e, quando foi admitido entre os apóstolos, recebeu o nome de Barnabé, que significa "filho da consolação", devido ao seu maravilhoso dom de acalmar e de consolar os aflitos. No quarto capítulo do Ato dos Apóstolos, Barnabé também é chamado de o "filho da exortação". Foi pelas mãos de Barnabé que Paulo de Tarso, o terrível perseguidor dos cristãos, ingressou nos círculos judeo-cristãos, sendo apresentado a Pedro, Tiago e aos fiéis de Jerusalém depois de sua conversão. Barnabé também o acompanhou em sua primeira viagem apostólica e foram parceiros na grande obra de conversão realizada em Antioquia, onde estabeleceram e firmaram a primeira comunidade a chamar de cristãos aos fiéis seguidores de Cristo. Depois, aos dois se juntou João Marcos, e viajaram por Salamina, Patos, Chipre, Panfília, Pisídia, Icônio e Listra, pregando e realizando milagres como testemunho da presença do Espírito Santo. Todo esse trabalho foi reconhecido pelo Concílio de Jerusalém, bem como o trabalho que realizou depois de passar a pregar separado de João Marcos e de Paulo, deste último por decisão pessoal, após uma divergência. Barnabé estava em Chipre quando foi martirizado no ano 61. Segundo uma antiga tradição, Barnabé pregava na sinagoga da Salamina quando foi interrompido por uma multidão de judeus fanáticos. O apóstolo foi seqüestrado, levado para fora da cidade e apedrejado. Entretanto existe uma outra, tão antiga quanto esta, que narra Barnabé pregando em Alexandria e em Roma, e que diz, ainda, que teria sido consagrado o primeiro bispo de Milão, cidade que o tem como seu padroeiro até hoje.250 × 374

Comentário ao Evangelho
O REINO CHEGOU
Os discípulos foram enviados em missão com a tarefa de dar continuidade à missão de Jesus. A dupla face do messianismo de Jesus se expressaria no ministério dos apóstolos. Não somente com palavras, mas também com obras eles se poriam a serviço do Reino.
Aos apóstolos competia proclamar a chegada do Reino dos Céus na pessoa de Jesus. De que modo? Deus foi plenamente Senhor da vida de Jesus. Nada nem ninguém jamais o desviou do caminho traçado pelo Pai. Somente ao querer do Pai ele se submeteu. Jamais cedeu a qualquer tipo de tentação. Por isso, o Reino dos Céus se encarnou na sua pessoa e ação. Este evento deveria ser proclamado a todos os povos.
Por outro lado, como sucedeu com Jesus, a pregação dos apóstolos encontraria apoio nos milagres realizados por eles. Os quatro milagres apontados relacionam-se com a proteção da vida humana da investida das doenças, da morte e dos espíritos impuros. O ministério apostólico, portanto, estava destinado a colocar-se a serviço da vida. Onde a vida fosse defendida, restaurada ou garantida, aí estaria acontecendo o milagre do Reino, cuja presença seria historicamente perceptível.
A vida de Jesus é o ponto de referência da ação do apóstolo. A fidelidade à missão acontece na medida em que realmente Jesus continua atuando na pessoa de seus enviados.

Oração
Senhor Jesus, dá-me coragem suficiente para levar adiante tua missão, proclamando a chegada do Reino e me colocando a serviço da vida.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês).
Sobre as Oferendas
Nós vos pedimos, ó Deus, que santifiqueis a vossa bênção as nossas oferendas; acendam elas em nós a caridade que impeliu São Barnabé a levar aos gentios a luz do evangelho. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
Já não vos chamo servos, diz o Senhor, porque o servo não sabe o que faz o seu Senhor. Chamei-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai (Jô 15,15).
Depois da Comunhão
Ao recebemos, ó Deus, o penhor da vida eterna, dai-nos gozar, na vossa luz, o que celebramos, sob o véu do sacramento, em honra do apóstolo São Barnabé. Por Cristo, nosso Senhor.
Santo do Dia / Comemoração (SÃO BARNABÉ)
Barnabé não fez parte dos primeiros doze apóstolos escolhidos por Jesus. Mas acompanhou o Senhor e os apóstolos naqueles primeiros dias. Quando assistiu a um milagre realizado por Jesus Cristo, que diante de seus olhos curou um paralítico, aquele bondoso judeu resolveu pedir admissão entre seus discípulos. Aceito, vendeu um campo de plantações que possuía para doar seu dinheiro aos apóstolos, como conta Lucas nos Atos. Assim era Barnabé, homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé, segundo narram as Sagradas Escrituras. Ele era da tribo de Levi e veio ao mundo na ilha de Chipre. Foi ali que estudou, na companhia de Paulo, com o célebre mestre Gamaliel, com quem aprendeu a firmeza de caráter, as ciências e as virtudes. Chamava-se José e, quando foi admitido entre os apóstolos, recebeu o nome de Barnabé, que significa “filho da consolação”, devido ao seu maravilhoso dom de acalmar e de consolar os aflitos. No quarto capítulo do Ato dos Apóstolos, Barnabé também é chamado de o “filho da exortação”. Foi pelas mãos de Barnabé que Paulo de Tarso, o terrível perseguidor dos cristãos, ingressou nos círculos judeo-cristãos, sendo apresentado a Pedro, Tiago e aos fiéis de Jerusalém depois de sua conversão. Barnabé também o acompanhou em sua primeira viagem apostólica e foram parceiros na grande obra de conversão realizada em Antioquia, onde estabeleceram e firmaram a primeira comunidade a chamar de cristãos aos fiéis seguidores de Cristo. Depois, aos dois se juntou João Marcos, e viajaram por Salamina, Patos, Chipre, Panfília, Pisídia, Icônio e Listra, pregando e realizando milagres como testemunho da presença do Espírito Santo. Todo esse trabalho foi reconhecido pelo Concílio de Jerusalém, bem como o trabalho que realizou depois de passar a pregar separado de João Marcos e de Paulo, deste último por decisão pessoal, após uma divergência. Barnabé estava em Chipre quando foi martirizado no ano 61. Segundo uma antiga tradição, Barnabé pregava na sinagoga da Salamina quando foi interrompido por uma multidão de judeus fanáticos. O apóstolo foi seqüestrado, levado para fora da cidade e apedrejado. Entretanto existe uma outra, tão antiga quanto esta, que narra Barnabé pregando em Alexandria e em Roma, e que diz, ainda, que teria sido consagrado o primeiro bispo de Milão, cidade que o tem como seu padroeiro até hoje.

Resultado de imagem para Religião Liturgia DiáriaDia 11 de Junho - Segunda-feiraSÃO BARNABÉ APÓSTOLO (Vermelho, Prefácio dos Apóstolos ?? Ofício da Memória)Antífona de EntradaFeliz foi Barnabé, santo de Deus, que mereceu ser contado entre os apóstolos. Era na verdade um homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé (At 11,24).Oração do diaÓ Deus, que designastes são Barnabé, cheio de fé e do Espírito Santo, para converter as nações, fazei que a vossa Igreja anuncie por palavras e atos o evangelho de Cristo que ele proclamou intrepidamente. Por nosso Senhor Jesus Cristo, vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.Leitura (Atos 11,21- 26; 13,1-3)Leitura dos Atos dos Apóstolos.Naqueles dias, 11 21 A mão do Senhor estava com eles e grande foi o número dos que receberam a fé e se converteram ao Senhor.22 A notícia dessas coisas chegou aos ouvidos da Igreja de Jerusalém. Enviaram então Barnabé até Antioquia.23 Ao chegar lá, alegrou-se, vendo a graça de Deus, e a todos exortava a perseverar no Senhor com firmeza de coração,24 pois era um homem de bem e cheio do Espírito Santo e de fé. Assim uma grande multidão uniu-se ao Senhor.25 Em seguida, partiu Barnabé para Tarso, à procura de Saulo. Achou-o e levou-o para Antioquia.26 Durante um ano inteiro eles tomaram parte nas reuniões da comunidade e instruíram grande multidão, de maneira que em Antioquia é que os discípulos, pela primeira vez, foram chamados pelo nome de cristãos. 13 1 Havia então na Igreja de Antioquia profetas e doutores, entre eles Barnabé, Simão, apelidado o Negro, Lúcio de Cirene, Manaém, companheiro de infância do tetrarca Herodes, e Saulo.2 Enquanto celebravam o culto do Senhor, depois de terem jejuado, disse-lhes o Espírito Santo: "Separai-me Barnabé e Saulo para a obra a que os tenho destinado".3 Então, jejuando e orando, impuseram-lhes as mãos e os despediram.Palavra do Senhor.Salmo Responsorial 97/98O Senhor fez conhecer seu poder salvadorE, às nações, sua justiça.Cantai ao Senhor Deus um canto novo,Porque ele fez prodígios!Sua mão e o seu braço forte e santoAlcançaram-lhe a vitória.O Senhor fez conhecer a salvaçãoE, às nações, sua justiça;Recordou o seu amor sempre fielPela casa de Israel!Os confins do universo contemplamA salvação do nosso Deus.Aclamai o Senhor Deus, ó terra inteira,Alegrai-vos e exultai!Cantai salmos ao Senhor ao som da harpaE da cítara suave!Aclamai, com os clarins e as trombetas,Ao Senhor, o nosso rei!Evangelho (Mt 10,7-13)Aleluia, aleluia, aleluia.Ide ao mundo e ensinai a todas as noções!Eis que eu estou convosco até o fim do mundo! (Mt 28,19s)Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo João.Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 10 7 "Por onde andardes, anunciai que o Reino dos céus está próximo.8 Curai os doentes, ressuscitai os mortos, purificai os leprosos, expulsai os demônios. Recebestes de graça, de graça dai!9 Não leveis nem ouro, nem prata, nem dinheiro em vossos cintos,10 nem mochila para a viagem, nem duas túnicas, nem calçados, nem bastão; pois o operário merece o seu sustento.11 Nas cidades ou aldeias onde entrardes, informai-vos se há alguém ali digno de vos receber; ficai ali até a vossa partida.12 Entrando numa casa, saudai-a: ‘Paz a esta casa’.13 Se aquela casa for digna, descerá sobre ela vossa paz; se, porém, não o for, vosso voto de paz retornará a vós".Palavra da Salvação.Comentário ao EvangelhoO REINO CHEGOUOs discípulos foram enviados em missão com a tarefa de dar continuidade à missão de Jesus. A dupla face do messianismo de Jesus se expressaria no ministério dos apóstolos. Não somente com palavras, mas também com obras eles se poriam a serviço do Reino.Aos apóstolos competia proclamar a chegada do Reino dos Céus na pessoa de Jesus. De que modo? Deus foi plenamente Senhor da vida de Jesus. Nada nem ninguém jamais o desviou do caminho traçado pelo Pai. Somente ao querer do Pai ele se submeteu. Jamais cedeu a qualquer tipo de tentação. Por isso, o Reino dos Céus se encarnou na sua pessoa e ação. Este evento deveria ser proclamado a todos os povos.Por outro lado, como sucedeu com Jesus, a pregação dos apóstolos encontraria apoio nos milagres realizados por eles. Os quatro milagres apontados relacionam-se com a proteção da vida humana da investida das doenças, da morte e dos espíritos impuros. O ministério apostólico, portanto, estava destinado a colocar-se a serviço da vida. Onde a vida fosse defendida, restaurada ou garantida, aí estaria acontecendo o milagre do Reino, cuja presença seria historicamente perceptível.A vida de Jesus é o ponto de referência da ação do apóstolo. A fidelidade à missão acontece na medida em que realmente Jesus continua atuando na pessoa de seus enviados.OraçãoSenhor Jesus, dá-me coragem suficiente para levar adiante tua missão, proclamando a chegada do Reino e me colocando a serviço da vida.(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês).Sobre as OferendasNós vos pedimos, ó Deus, que santifiqueis a vossa bênção as nossas oferendas; acendam elas em nós a caridade que impeliu São Barnabé a levar aos gentios a luz do evangelho. Por Cristo, nosso Senhor.Antífona da ComunhãoJá não vos chamo servos, diz o Senhor, porque o servo não sabe o que faz o seu Senhor. Chamei-vos amigos, porque vos dei a conhecer tudo o que ouvi de meu Pai (Jô 15,15).Depois da ComunhãoAo recebemos, ó Deus, o penhor da vida eterna, dai-nos gozar, na vossa luz, o que celebramos, sob o véu do sacramento, em honra do apóstolo São Barnabé. Por Cristo, nosso Senhor.Santo do Dia / Comemoração (SÃO BARNABÉ)Barnabé não fez parte dos primeiros doze apóstolos escolhidos por Jesus. Mas acompanhou o Senhor e os apóstolos naqueles primeiros dias. Quando assistiu a um milagre realizado por Jesus Cristo, que diante de seus olhos curou um paralítico, aquele bondoso judeu resolveu pedir admissão entre seus discípulos. Aceito, vendeu um campo de plantações que possuía para doar seu dinheiro aos apóstolos, como conta Lucas nos Atos. Assim era Barnabé, homem bom, cheio do Espírito Santo e de fé, segundo narram as Sagradas Escrituras. Ele era da tribo de Levi e veio ao mundo na ilha de Chipre. Foi ali que estudou, na companhia de Paulo, com o célebre mestre Gamaliel, com quem aprendeu a firmeza de caráter, as ciências e as virtudes. Chamava-se José e, quando foi admitido entre os apóstolos, recebeu o nome de Barnabé, que significa "filho da consolação", devido ao seu maravilhoso dom de acalmar e de consolar os aflitos. No quarto capítulo do Ato dos Apóstolos, Barnabé também é chamado de o "filho da exortação". Foi pelas mãos de Barnabé que Paulo de Tarso, o terrível perseguidor dos cristãos, ingressou nos círculos judeo-cristãos, sendo apresentado a Pedro, Tiago e aos fiéis de Jerusalém depois de sua conversão. Barnabé também o acompanhou em sua primeira viagem apostólica e foram parceiros na grande obra de conversão realizada em Antioquia, onde estabeleceram e firmaram a primeira comunidade a chamar de cristãos aos fiéis seguidores de Cristo. Depois, aos dois se juntou João Marcos, e viajaram por Salamina, Patos, Chipre, Panfília, Pisídia, Icônio e Listra, pregando e realizando milagres como testemunho da presença do Espírito Santo. Todo esse trabalho foi reconhecido pelo Concílio de Jerusalém, bem como o trabalho que realizou depois de passar a pregar separado de João Marcos e de Paulo, deste último por decisão pessoal, após uma divergência. Barnabé estava em Chipre quando foi martirizado no ano 61. Segundo uma antiga tradição, Barnabé pregava na sinagoga da Salamina quando foi interrompido por uma multidão de judeus fanáticos. O apóstolo foi seqüestrado, levado para fora da cidade e apedrejado. Entretanto existe uma outra, tão antiga quanto esta, que narra Barnabé pregando em Alexandria e em Roma, e que diz, ainda, que teria sido consagrado o primeiro bispo de Milão, cidade que o tem como seu padroeiro até hoje.799 × 994

 

´´´

Posted: June 11, 2018 in ativismo, comportamento

Gabriel Carneiro Costa: que brasileiro queremos ser?

Existe um prazo de validade para culparmos os outros pelos nossos problemas, diz escritor e palestrante

Estou cansado. Aliás, estamos todos nós, brasileiros, cansados.

Não se trata de um cansaço da esquerda, do centro ou da direita. É o cansaço da vergonha alheia independentemente da visão política. Talvez seja o único ponto que una toda a população: o cansaço do atual cenário brasileiro.

Cresci escutando que eu era a geração do futuro e que precisávamos pensar que país gostaríamos de ter. O problema é que pouco me ensinaram a respeito de qual brasileiro eu gostaria de ser.

Não podemos esquecer que toda mudança significativa começa no “eu”

Quando refletimos sobre o país que desejamos ter, estamos criando um pensamento crítico, julgador e de senso coletivo (quem me dera se a solução do Brasil dependesse de uma única pessoa). Mas todo processo de mudança se inicia em uma esfera individual. Portanto, me parece mais lógico o questionamento de qual brasileiro queremos ser.

Mas aí a cena muda. O dedo em riste do julgamento acaba se virando para nós mesmos. Nós somos os brasileiros que gostaríamos de ver? Agimos no trânsito da forma como nos orgulharíamos de ser? E no troco do supermercado? E na vaga especial de que não necessitamos? E na regra do condomínio? E na declaração do Imposto de Renda? E no tema de casa do filho? E na fila do cinema? E na hora de confirmar o voto nas urnas?

Isto me cansa mais. Porque não podemos ampliar a hipocrisia de que o problema do Brasil é somente a política. Independentemente do que vá acontecer com o atual cenário político brasileiro, estamos diante de um bom momento para pensarmos nas nossas crenças sobre nossos comportamentos enquanto cidadãos. Existe um prazo de validade para culparmos os outros pelos nossos problemas. Desligar um pouco desse grande seriado chamado “política brasileira” e encarar as nossas próprias novelas particulares. Afastar um pouco a mudança ideal e se aproximar da mudança possível. Inverter o “veja o que eles estão fazendo” para “veja o que eu estou fazendo”.

Que possamos seguir indignados todo esse jogo político atual, cada um a sua maneira, de acordo com seus ideais. Vivemos em democracia e isto precisa ser respeitado. Mas não podemos esquecer que toda mudança significativa começa no “eu”.

dessert -fragata surprise]