moc

Posted: April 24, 2019 in ação social, capacitação

MOC por 
Nº 627: 23 de abril de 2019:  Feira de Santana-BA
REUNIÃO
Conselho Estadual da Criança e do Adolescente realizou reunião para planejamento estratégico
O Conselho Estadual da Criança e do Adolescente (CECA), realizou hoje, 17, uma reunião junto aos conselheiros/as, no salão Hotel Golden Park, no município de Salvador. O objetivo do evento foi realizar o Planejamento Estratégico, a partir dos principais problemas enfrentados por crianças e adolescentes. Para o Planejamento Estratégico 2019-2022 foi trabalhado cinco eixos de ação: 1. Promoção Direitos da Criança e Adolescente; 2. Defesa; 3. Proteção; 4. Gestão das Políticas e 5. Participação de Criança e Adolescente. Em cada eixo os grupos construíram os principais desafios-problemas, objetivos, estratégias, ações/atividades/responsáveis, prazos, indicadores e meios de avaliação e monitoramento. Para Vera Carneiro, presidente do CECA e coordenadora do Programa de Educação do Campo Contextualizada do Movimento de Organização Comunitária (MOC), fez uma avaliação positiva do evento. “Foi um momento muito importante para o CECA na Bahia, pois construir seu planejamento estratégico contando com a participação de conselheiros, suplentes e adolescentes dos Territórios do estado avaliando as condições reais para poder fortalecer a rede de proteção dos direitos de criança e adolescente no Estado da Bahia”, conclui Vera. O Planejamento vai servir para construção do Plano Decenal de Direitos da Criança e Adolescente.
SEMINÁRIO
MOC participou de Seminário Estadual sobre previdência
Aconteceu nos dias 16 e 17 de abril, em Feira de Santana, o Seminário Estadual sobre a Previdência: Estudos e Encaminhamentos, organizado pela Articulação Semiárido Brasileiro (ASA/BA), Articulação de Agroecologia da Bahia (AABA), Movimentos de Pequenos Agricultores (MPA), Fórum Baiano de Agricultura Familiar (FBAF) e Escolas Agrícolas. O objetivo foi realizar reflexões teórico prática sobre a reforma da previdência, além de discutir sobre políticas para a continuidade de ações que garantem acesso à água no Semiárido. As diversas organizações presentes, assumiram o compromisso coletivo de articular ações/atos em todos os territórios da Bahia, CONTRA O DESMONTE DA SEGURIDADE SOCIAL.
FORMAÇÃO
Equipe do PAPAA participou da oficina de formação para execução do Projeto Segunda Água
Parte da equipe do Programa de Água Produção de Alimentos (PAPAA), do Movimento de Organização Comunitária (MOC), participou hoje, 22, da oficina de formação para execução do Projeto Segunda Água, numa parceria com a Secretaria de Desenvolvimento Rural (SDR) do governo do estado da Bahia. O objetivo foi dialogar, tirar dúvidas e explicar sobre a execução do contrato que fortalece a agricultura familiar através da implementação de tecnologias sociais de captação e armazenamento de águas da chuva para produção. As tecnologias de barreiros trincheira e cisternas de produção serão construídas nas comunidades dos municípios de Itapicuru, Nova Soure, Biritinga e Crisópolis. Para Mateus Carneiro, coordenador do projeto pelo MOC, ressalta a importância do projeto para às famílias agricultoras e destaca que “o MOC busca junto aos parceiros ações que melhorem a qualidade de vidas das pessoas do campo, mas o projeto não visa simplesmente a construção de tecnologias sociais de captação de água, como também a capacitação/formação das pessoas para o bom gerenciamento dos recursos hídricos e da produção sustentável dentro de uma perspectiva agroecológica”, conclui. O projeto Segunda Água proporciona o acesso à água para a produção agroalimentar e animal às famílias de baixa renda, aumentam a capacidade produtiva voltada para a segurança alimentar e nutricional potencializando desde a produção de frutas e hortaliças à criação de pequenos animais, como aves, caprinos e ovinos.
ENCONTRO
MOC  participa do  3° Encontro  Estadual de Sementes em Vitória da Conquista
style=”color:#333300;”>Começou nesta terça-feira (23) de abril e segue até a quarta (24), em Vitória da Conquista/BA, o 3° Encontro Estadual de Sementes, com o tema: Sementes da Terra, da Resistência e da Soberania, com o objetivo de fortalecer as redes de Bancos Comunitários de Sementes, como ainda discutir sobre as ameaças dos transgênicos, bem como avaliar as ações do programa Sementes do Semiárido, além de articular políticas públicas de sementes na Bahia. O Encontro conta com a ação do projeto Sementes do Semiárido e tem participação das organizações que compõem a ASA Bahia, a exemplo do Movimento de Organização Comunitária (MOC) que está sendo representado pela coordenadora do Programa Água, Produção de Alimentos e Agroecologia (PAPAA) Ana Dalva Santana, a técnica Taina Lima, como por agricultores e agricultoras dos municípios de Araci, Retirolândia e Nova Fátima.

CONVENÇÃO 30 ANOS
Adolescentes e jovens participam de oficina sobre a Mobilização Internacional em volta dos 30 anos da Convenção dos Direitos da Infância
“A Convenção dos Direitos da Infância completa 30 anos: e eu com isso? Realizada nos dias 10 e 11 de abril, pela Terre Des Hommes Suisse (TDH), em Salvador, envolvendo adolescentes e jovens comunicadores/a das entidades parceiras, a exemplo do MOC que foi representado por Alex Araújo, Breno Santiago e Camila Vitória Lima. A atividade visou apresentar ao Coletivo de Adolescentes e Jovens a proposta de mobilização internacional em torno dos 30 anos da Convenção dos Direitos da Criança e pactuar um Plano de Ação para garantir a participação do grupo na criação de estratégias de incidência por meio da elaboração de produtos de comunicação. O oficina foi muito produtiva e construtiva, em torno de reflexões, atividades e boas trocas de saberes e experiências, sobre a Mobilização Internacional em volta dos 30 anos da Convenção e o papel de TdH nesse contexto, reflexões sobre a Convenções e acordos internacionais de direitos, atual momento político do Brasil e a importância da participação de crianças, adolescentes e jovens, bem como a importância da comunicação para divulgar contra-narrativas, teve roda de conversa sobre a importância de produzir outras narrativas sob o ponto de vista de crianças, adolescentes e jovens, a partir dos disparadores, como ainda fazeres de suas próprias contra-narrativas para visibilizar os 30 anos da Convenção. Houve também a construção de Círculos de Paz e Justiça Restaurativa: uma proposta de continuidade e planejamento de retomada do quebra-cabeça-das-ações (olhar para ele, ver o que sai e o que fica), além do planejamento final para o plano de ação com: ações, responsáveis, prazos, recursos, parcerias, entre outros.

Visite-nos nas redes sociais:

Facebook do MOC
Site do MOC
#2018MOCMaisde50anos
#PorUmSertaoJusto
<AGENDE-SE
23/04- Assembleia do MMTR Regional- Serrinha;
23 e 24/04- Formação do ASR’s e ACA’s- Santa Luz;
24/04-Reunião de Conselho e Rede- Ichu;
24/04- Seminário Municipal sobre as perspectivas das Juventudes Rurais- Araci e Conceição do Coité;
25/04- Reunião com Conselho e Rede- Araci;
25/04- Assembleia Geral Extraordinária da Rede de Produtoras da Bahia- Feira de Santana;
25/04-Seminário Regional de apresentação das ações do Projeto de Expansão, Fortalecimento, Estimulo e Desenvolvimento das Finanças Solidárias – Feira de Santana;
26/04- Reunião do CDDM- Salvador

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.