`,,´__’Por isso, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois constituirão uma só carne. 32 Este mistério é grande, quero dizer, com referência a Cristo e à Igreja. … !!!

Posted: October 25, 2016 in Dom Total -liturgia __, homilia_, igreja e fé

Religião Liturgia Diária dom total liturgia
Dia 25 de Outubro – Terça-feira
SANTO ANTÔNIO GALVÃO PRESBÍTERO
(Branco, Prefácio Comum ou dos Pastores – Ofício da Memória)

Antífona de Entrada
Eu vos darei pastores segundo o meu coração, que vos conduzam com inteligência e sabedoria (Jr 3,15).

Oração do dia
Ó Deus, Pai de misericórdia, que fizestes do santo Antônio de Santana Galvão um instrumento de caridade e de paz no meio dos irmãos, concedei-nos, pó sua intercessão, favorecer sempre a verdadeira concórdia.

Leitura (Efésios 5,21-33)
Leitura da carta de são Paulo aos Efésios.
5 21 Sujeitai-vos uns aos outros no temor de Cristo.
22 As mulheres sejam submissas a seus maridos, como ao Senhor,
23 pois o marido é o chefe da mulher, como Cristo é o chefe da Igreja, seu corpo, da qual ele é o Salvador.
24 Ora, assim como a Igreja é submissa a Cristo, assim também o sejam em tudo as mulheres a seus maridos.
25 Maridos, amai as vossas mulheres, como Cristo amou a Igreja e se entregou por ela,
26 para santificá-la, purificando-a pela água do batismo com a palavra,
27 para apresentá-la a si mesmo toda gloriosa, sem mácula, sem ruga, sem qualquer outro defeito semelhante, mas santa e irrepreensível.
28 Assim os maridos devem amar as suas mulheres, como a seu próprio corpo. Quem ama a sua mulher, ama-se a si mesmo.
29 Certamente, ninguém jamais aborreceu a sua própria carne; ao contrário, cada qual a alimenta e a trata, como Cristo faz à sua Igreja –
30 porque somos membros de seu corpo.
31 Por isso, o homem deixará pai e mãe e se unirá à sua mulher, e os dois constituirão uma só carne.
32 Este mistério é grande, quero dizer, com referência a Cristo e à Igreja.
33 Em resumo, o que importa é que cada um de vós ame a sua mulher como a si mesmo, e a mulher respeite o seu marido.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 127/128
Felizes todos os que respeitam o Senhor!
Feliz és tu se temes o Senhor
e trilhas seus caminhos!
Do trabalho de tuas mãos hás de viver,
serás feliz, tudo irá bem!

A tua esposa é uma videira bem fecunda
no coração da tua casa;
os teus filhos são rebentos de oliveira
ao redor de tua mesa.

Será assim abençoado todo homem
que teme o Senhor.
O Senhor te abençoe de Sião,
cada dia de tua vida.

Evangelho (Lucas 13,18-21)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, pois revelaste os mistérios do teu reino aos pequeninos, escondendo-os aos doutores! (Mt 11,25)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
Naquele tempo, 13 18 Jesus dizia ainda: “A que é semelhante o Reino de Deus, e a que o compararei?
19 É semelhante ao grão de mostarda que um homem tomou e semeou na sua horta, e que cresceu até se fazer uma grande planta e as aves do céu vieram fazer ninhos nos seus ramos”.
20 Disse ainda: “A que direi que é semelhante o Reino de Deus?
21 É semelhante ao fermento que uma mulher tomou e misturou em três medidas de farinha e toda a massa ficou levedada”.
Palavra da Salvação.

El matrimonio cristiano Biblia. Universidad de Navarra

Comentário ao Evangelho
PEQUENO GRÃO – GRANDE ÁRVORE
A parábola do grão de mostarda que cresce até se tornar uma grande árvore previne os discípulos contra certas tendências mesquinhas de querer abafar o dinamismo do Reino e torná-lo apanágio de um grupinho de privilegiados. É a tentação de reduzi-lo a uma seita fechada da qual os pobres e os pequeninos são os primeiros a serem deixados de lado.
O Reino irrompeu na história humana de forma misteriosa, oculta e aparentemente insignificante. Nada de estardalhaço nem de exuberância. Como tudo o que diz respeito às coisas de Deus, sua presença nem se fez notar. Implantado pelo ministério de Jesus, começou simples como foi simples a trajetória humana do Filho de Deus.
Entretanto, estava destinado a tornar-se grande e abarcar o mundo todo, de modo que todos os povos de todas as nações, especialmente os pagãos, pudessem ser acolhidos por ele. Como as aves do céu vêm pousar nos ramos da grande árvore nascida do grão de mostarda, assim os excluídos deste mundo encontrariam abrigo no Reino de Deus.
O crescimento rápido e irresistível desse Reino não dispensa seus elementos constitutivos iniciais: humildade, simplicidade, fraqueza. O Reino torna-se grande, sem se revestir da grandeza própria do mundo. Sendo de Deus, seus atributos são os mesmos dele. Sua característica principal será a misericórdia e o trato benévolo com todos, sem exceção, embora os pobres sejam os privilegiados.

jesus pregando

Oração
Senhor, faze de mim instrumento de teu Reino para que ele chegue a todas as pessoas, sem exceção, mormente os pobres e marginalizados.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Sobre as Oferendas
Aceitai, ó Deus, as oferendas do vosso povo em honra de santo Antônio de Santana Galvão; e possamos receber a salvação pelo sacrifício que oferecemos em vossa honra. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
O Filho do homem veio não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para a salvação de todos (Mt 20,28)
Depois da Comunhão
Recebemos, ó Deus, o vosso sacramento em memória do vosso santo Antônio de Santana Galvão; concedei que esta eucaristia se transforme para nós em alegria eterna. Por Cristo, nosso Senhor.

Mandamientos Navarra

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s