`,,´__’Tempo para demolir, e tempo para construir. 4 Tempo para chorar, e tempo para rir; tempo para gemer, e tempo para dançar. 5Tempo para atirar pedras, e tempo para ajuntá-las … !!!

Posted: September 23, 2016 in Dom Total -liturgia __, homilia_, igreja e fé

Religião Liturgia Diáriadom total liturgia
Dia 23 de Setembro – Sexta-feira
SÃO PIO DE PIETRELCINA PRESBÍTERO
(Branco, Prefácio Comum ou dos Santos – Ofício da Memória)

Antífona de Entrada
Eu vos darei pastores segundo o meu coração, que vos conduzam com inteligência e sabedoria (Jr 3,15).

Oração do dia
Ó Deus, que enriquecestes são Pio de Pietrelcina com o espírito de verdade e de amor para apascentar o vosso povo, concedei-nos, celebrando sua festa, seguir sempre mais o seu exemplo, sustentados por sua intercessão. Por Nosso Senhor Jesus Cristo, Vosso Filho, na unidade do Espírito Santo.

Leitura (Eclesiastes 3,1-11)
Leitura do livro do Eclesiastes.
3 1 Para tudo há um tempo, para cada coisa há um momento debaixo dos céus. 2 Tempo para nascer, e tempo para morrer; tempo para plantar, e tempo para arrancar o que foi plantado. 3 Tempo para matar, e tempo para sarar; Tempo para demolir, e tempo para construir. 4 Tempo para chorar, e tempo para rir; tempo para gemer, e tempo para dançar. 5 Tempo para atirar pedras, e tempo para ajuntá-las; tempo para dar abraços, e tempo para apartar-se. 6 Tempo para procurar, e tempo para perder; tempo para guardar, e tempo para jogar fora; 7 Tempo para rasgar, e tempo para costurar; tempo para calar, e tempo para falar; 8 Tempo para amar, e tempo para odiar; tempo para a guerra, e tempo para a paz. 9 Que proveito tira o trabalhador de sua obra?10. Eu vi o trabalho que Deus impôs aos homens:11. todas as coisas que Deus fez são boas, a seu tempo. Ele pôs, além disso, no seu coração a duração inteira, sem que ninguém possa compreender a obra divina de um extremo a outro.
Palavra do Senhor.

Salmo Responsorial 143/144
Bendito seja o Senhor, meu rochedo!
Bendito seja o Senhor, meu rochedo.
ele é meu amor, meu refúgio,
libertador, fortaleza e abrigo.
É meu escudo: é nele que espero.

Que é o homem, Senhor, para vós?
Por que dele cuidais tanto assim
e no filho do homem pensais?
Como o sopro de vento é o homem,
os seus dias são sobra que passa.

Evangelho (Lucas 9,18-22)
Aleluia, aleluia, aleluia.
Veio o filho do homem, a fim de servir e dar sua vida em resgate por muitos (Mc 10,45).
Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo Lucas.
9 18 Num dia em que ele estava a orar a sós com os discípulos, perguntou-lhes: “Quem dizem que eu sou?”
19 Responderam-lhe: “Uns dizem que és João Batista; outros, Elias; outros pensam que ressuscitou algum dos antigos profetas”.
20 Perguntou-lhes, então: “E vós, quem dizeis que eu sou?” Pedro respondeu: “O Cristo de Deus”.
21 Ordenou-lhes energicamente que não o dissessem a ninguém.
22 Ele acrescentou: “É necessário que o Filho do Homem padeça muitas coisas, seja rejeitado pelos anciãos, pelos príncipes dos sacerdotes e pelos escribas. É necessário que seja levado à morte e que ressuscite ao terceiro dia”.
Palavra da Salvação.

sagrada comunhao
Comentário ao Evangelho
JESUS, O CRISTO DE DEUS
A pergunta dirigida por Jesus aos discípulos: “Para vós, quem sou eu?”, e a sucessiva revelação que lhes fez eram de extrema importância. O fato de o Mestre estar em oração é um claro indício. Em outras circunstâncias importantes de seu ministério, como no momento de seu batismo e na escolha dos Doze, nós o encontramos recolhido em profunda comunhão com Deus.
Pedro, com sua resposta taxativa, acertou em cheio: “O Cristo de Deus!”. Com isso demonstrou estar muito próximo do mistério de Jesus. Ele era um Messias diferente, singularmente unido a Deus. Portanto, um Messias que superava as expectativas messiânicas do povo, por ser a presença mesma da divindade na história humana.
Todavia, o conhecimento de Pedro mostrar-se-á incompleto, pois não conhece o mistério de Jesus em sua totalidade. Urge que lhe seja revelado que o Messias haveria de sofrer, ser rejeitado e morto, e ressuscitar no terceiro dia. O apóstolo desconhecia que o Messias de Deus, longe de ser revestido de glória e de esplendor mundanos, seria oprimido pelo sofrimento. Sua glória viria única e exclusivamente de Deus.
A resposta de Pedro, inicialmente cheia de verdade, revelou-se precária. Ele estava ainda longe de penetrar no mistério de Jesus. Isto dar-se-ia em meio a experiências dolorosas de infidelidade e de conversão. Restava-lhe ainda uma longa caminhada para saber quem, de fato, era Jesus.

-saolourencaodebrindisi

Oração
Pai, só tu podes revelar-me a identidade de teu Filho Jesus. Que eu a conheça de forma verdadeira para poder conformar com ela a minha vida.
(O comentário do Evangelho é feito pelo Pe. Jaldemir Vitório – Jesuíta, Doutor em Exegese Bíblica, Professor da FAJE – e disponibilizado neste Portal a cada mês)
Sobre as Oferendas
Aceitai, ó Deus, as oferendas do vosso povo em honra de são Pio de Pietrelcina; e possamos receber a salvação pelo sacrifício que oferecemos em vossa honra. Por Cristo, nosso Senhor.
Antífona da Comunhão
O Filho do homem veio não para ser servido, mas para servir e dar a sua vida para a salvação de todos (Mt 20,28).
Depois da Comunhão
Ó Deus, Recebemos, ó Deus, o vosso sacramento em memória do vosso santo Pio de Pietrelcina; concedei que esta eucaristia se transforme para nós em alegria eterna. Por Cristo, nosso Senhor.

Resultado de imagem para Pio de Pietrelcina

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s