sihs __metas & palestra

Posted: July 29, 2016 in evento, sihs -hídrica

Principais metas da Sihs são destaque em palestra na Fieb

A convite da Federação das Indústrias do Estado da Bahia (Fieb), o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto apresentou as principais metas e desafios da Pasta em palestra proferida na tarde desta quinta-feira (28). Na ocasião, ao frisar o papel de fomentar, acompanhar e executar estudos e projetos de Infraestrutura Hídrica, bem como executar a Política Estadual de Saneamento Básico, à exceção dos componentes de manejo de resíduos sólidos e das águas pluviais urbanas, Peixoto fez um mini-balanço das ações em execução em 2016 da secretaria, criada na gestão do governador Rui Costa.

No quesito barragens, de suma importância para o abastecimento humano, indústria e usos múltiplos, o gestor citou três em construção que mudarão a realidade de muitos baianos. Dentre elas, a barragem do Rio Colônia, em Itapé, na Região Sul do Estado, que beneficiará 353 mil habitantes e será um alento para os que residem em Itabuna e região e hoje convivem com grave crise hídrica.
As obras estão 25% concluídas e devem ser finalizadas no segundo semestre de 2017, somadas as do Rio Catolé de Baraúnas (Vazante), também em andamento. Na programação para o exercício estão as barragens de: Médio Rio de Contas, Casa Branca e Morrinhos e mais as ampliações através do uso da tecnologia ‘fusegates’ das barragens de Tapera, Ponto Novo, Pedras Altas e Cristalândia. Além da recuperação das barragens de Riacho dos Poços, Anagé e Pedras Altas.

Ao falar das adutoras, o secretário Cássio Peixoto elencou a construção da Adutora do Algodão, na região de Guanambi, cuja segunda etapa já está 95% concluída, com realização de Testes operacionais e garantirá a segurança hídrica da região.
E não parou por aí. Em 2016, a Sihs perfurou 346 poços, dos 550 previstos, implementou 249 sistemas simplificados de abastecimento de água e possui 204 em andamento. “E mais diversos sistemas integrados de abastecimento de água, a exemplo da Bacia de Tucano – Programa Águas do Sertão – que abrange as cidades de Cícero Dantas, Fátima, Heliópolis, Adustina, Paripiranga, Tucano, Araci Euclides da Cunha e Monte Santo. Nesta obra, foram investidos R$ 231,6 milhões, que resultarão em 15.568 ligações domicialiares e a realização do sonho de ver jorrar água em suas torneiras”, salientou o secretário.

Por fim, Cássio Peixoto falou ainda sobre os planos estruturantes (Plano Estadual de Segurança Hídrica, Plano Estadual de Saneamento Básico, Plano Urbanístico e Ambiental do Vetor Ipitanga, Plano de Abastecimento de Água da Região Metropolitana de Salvador, Santo Amaro e Saubara – Parms e Planos Municipais de Saneamento Básico), com destaque para o Parms. “Plano da matriz de priorização de projetos do Estado até 2040, que garantirá o fornecimento de água potável em quantidade e qualidade satisfatórias para as demandas da Região Metropolitana de Salvador, Saubara e Santo Amaro, bem como definirá as ações emergenciais para a garantia do abastecimento de Salvador”. Fotos: Mário Marques

 por do sol no bandeirantes __matatu, by alf

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s