sei __

Posted: April 18, 2016 in sei_estudos e estatísticas

IPC de Salvador apresenta redução de 0,12%
O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) de Salvador apresentou, em março, redução de 0,12%, variação inferior à apurada no mês anterior (0,79%). Em março de 2015, o IPC havia registrado variação de 0,69%, segundo dados da Superintendência de Estudos Econômicos e Sociais da Bahia (SEI), autarquia vinculada à Secretaria do Planejamento (Seplan).
No acumulado dos últimos 12 meses (abr. 2015-mar. 2016), a taxa situou-se em 10,22%, resultado superior ao acumulado nos 12 meses imediatamente anteriores (mar. 2015-fev. 2016), que foi 11,11%.
Em março 2016, os produtos/serviços que tiveram redução de preço foram: Perfume (18,99%), Gasolina (2,30%), Camiseta, blusa e blusão femininos (12,19%), Automóvel novo (1,30%), Pacote turístico (4,56%), Diária de hotel (32,95%), Transporte intermunicipal (7,36%), Móvel para sala (4,23%), Passagem aérea (12,62%) e Sapato feminino (11,70%). Em contrapartida, os produtos que registraram aumento de preço foram: Óculos e lentes (28,21%), Medicamento para pressão arterial (20,47%), Empregado doméstico (4,15%), Cerimônias famílias e religiosas (5,80%), Serviços de reparo automotivo (8,18%), Seguro voluntário de veículos (6,18%), Camisa masculina (3,05%), Camisa infantil (13,24%), Calça comprida infantil (17,80%), Pão francês (1,24%).
Ainda no mês de março, dos 374 produtos/serviços pesquisados pela SEI, 128 registraram baixa nos preços, 74 não tiveram alterações e 172 apresentaram acréscimo.
Levando-se em conta apenas os reajustes individuais, os produtos cujos preços mais decresceram em março do ano corrente foram: diária de hotel (32,95%), livro não didático (31,80%), ventilador e exaustor (26,70%), teatro (22,22%), maracujá (21,97%), perfume (18,99%), tênis infantil (18,73%), bermuda e short feminino (17,70%), talheres (16,36%) e tomate (16,14%).

No período, dos sete grandes grupos que compõem o IPC/SEI, cinco registraram decréscimos, enquanto dois variaram positivamente. Entre os grupos com maior variação negativa de preço estão Artigos de residência (-1,62), com destaque para a redução nos preços de talheres (16,36%), fogão (9,56%) e liquidificador (7,72%), Vestuário (-1,06%) e Transporte e Comunicação (0,54%), este último em decorrência das quedas nos preços de passagem aérea (12,62%), transporte intermunicipal (7,36%), automóvel de passeio importado (4,41%) e pneus (4,23%). Os demais grupos que sofreram redução foram Saúde e cuidados pessoais (-0,29%) e Despesas pessoais (0,09).
Dos grupos que registraram aumento de preços, o destaque é o Alimentos e Bebidas, que apresentou aumento de 0,91%. O grupo de Habitação e encargos teve aumento de 0,16%, por causa dos reajustes em itens como detergente (4,22 %), materiais de construção (3,44%), desodorante ambiental (3,70%) e esponja e aço (2,84%). ASCOM – SEI
3115-4729

direto da redação_avc social

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s