água da RMS __

Posted: April 15, 2016 in sihs -hídrica

 SIHS planeja abastecimento de água da RMS até 2040

Planejar e investir, de forma a assegurar o abastecimento eficaz de água em Salvador e Região Metropolitana até 2040. Com este intuito, a Secretaria de Infraestrutura Hídrica e Saneamento (SIHS) chega a fase final de elaboração do Plano de Abastecimento de Água da Região Metropolitana de Salvador (PARMS), incluindo os municípios de: Saubara, Santo Amaro, Amélia Rodrigues, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Teodoro Sampaio e Terra Nova. Tido como uma das mais importantes ações na matriz de priorização do Estado e que beneficiará uma população de 3.642.974 pessoas, o PARMS tem previsão de conclusão no mês de junho. Os investimentos são da ordem de R$ 6.967.296,35. Consulta pública para o plano já foi finalizada.

De acordo com o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento, Cássio Peixoto, o trabalho minucioso envolveu estudo populacional e demanda de cada cidade envolvida, diagnósticos dos sistemas de abastecimentos de água existentes, a exemplo dos mananciais, barragens, captações, adutoras, estações elevatórias e de tratamento e redes de distribuições. Aliado a isso, ocorreu a avaliação de perdas físicas e eficiência energética e mais a identificação dos impactos nas condições de vida da população, com a utilização de sistemas de indicadores sanitários, epidemiológicos, ambientais e socioeconômicos, o que possibilitará delimitar as ações de saneamento básico, especificamente quanto aos serviços públicos de abastecimento de água e de esgotamento sanitário num período de 25 anos.

“Dessa forma, visamos evitar futuras crises hídricas, bem como, cumprir o preceito legal de fornecer um serviço de qualidade, continuidade e regularidade à população preservando o meio ambiente’, destacou o gestor, complementando que o documento definirá as metas para alcançar a esse objetivo. “Em suma, em meio à crise hídrica que assola o país, esse diagnóstico nos possibilitará o planejamento das soluções graduais, progressivas e sustentáveis. Técnicos afirmam que se em São Paulo tivesse havido um estudo mais criterioso talvez não houvesse tamanha crise e, não chegar a esse ponto, é, exatamente, o objetivo do governo do estado”.

Por fim, o secretário frisa ainda que a participação social foi primordial em todo esse processo. “Foi criado um plano de mobilização, cujo objetivo principal foi criar as condições necessárias para o envolvimento de representações da sociedade civil, instituições públicas, governos municipais e entidades privadas, garantindo o acesso à informação e o diálogo participativo para a construção pactuada de propostas. Isso tudo de forma a se construir um diagnóstico participativo local, levando em conta que a meta do Plano de Abastecimento é planejar os sistemas de abastecimento de água, garantindo o fornecimento em quantidade e qualidade satisfatória para as demandas de cada localidade, através de ações com viabilidade técnica, econômica e social”, concluiu o secretário de Infraestrutura Hídrica e Saneamento.

O plano abrangerá os municípios de: Salvador, Lauro de Freitas, Simões Filho, Camaçari, Mata de São João, Dias D’avila, São Sebastião do Passé, Pojuca, Candeias, São Francisco do Conde, Madre de Deus, Itaparica, Vera Cruz, Santo Amaro, Saubara, Amélia Rodrigues, Conceição do Jacuípe, Coração de Maria, Teodoro Sampaio e Terra Nova.ASCOM SIHS 3115 – 6214

f6900-nova2bimagem2b25281122529

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s