big brown

Posted: July 12, 2011 in jornalismo, José Bomfim_blog do brown, mídia digital_web

Procurador-geral da República pede condenação de acusados do mensalão

E agora, como ficam o ex-presidente Lula e todos os que negaram a existência do que ficou denominado mensalão?
Quem pede a condenação dos réus não é um opositor ao governo petista, muito pelo contrário. É alguém que há algumas semanas tentou salvar o cargo do notório Antônio Palocci. É alguém ligado ao grupo que está no poder.
Antes, a contra-argumentação tinha como ponto fundamental “uma invenção da mídia que sempre foi contra o presidente operário”.
Passou da hora de intelectuais e artistas, que sempre se posicionavam contra os malfeitos do governo, saírem do silêncio constrangedor e falar também sobre o assunto. É preciso falar senão a corrupção vira coisa corriqueira. A luta contra o regime autoritário e as conquistas que levaram ao retorno do Estado de Direito não podem perder para a corrupção.
Acompanhe essa história que mancha a História do Brasil:
O procurador-geral da República, Roberto Gurgel, pediu no dia 7 de julho (quinta-feira) ao Supremo Tribunal Federal (STF) a condenação de 36 réus por envolvimento no esquema do mensalão. Somadas, as penas máximas chegariam a 4,7 mil anos de prisão.
Se o caso for julgado procedente e nenhum dos crimes prescrever, o publicitário Marcos Valério de Souza, acusado de operar o esquema, poderá ser condenado a até 527 anos de prisão.
O ex-ministro José Dirceu (Casa Civil), chamado de “chefe da quadrilha”, e o ex-tesoureiro do PT Delúbio Soares pegariam até 111 anos.
Mesmo que o STF opte pelas condenações máximas, a legislação limita o cumprimento de pena a 30 anos, além de estabelecer regras para que os condenados diminuam suas penas.
Depois de mais de cinco anos de processo, em que foram realizados diversas perícias e tomadas centenas de depoimentos, o procurador-geral concluiu que ficou comprovada a existência do esquema criminoso, revelado pela Folha de SP e Veja em 2005.
O STF não estabeleceu prazo para o julgamento. O processo do mensalão é um dos mais complexos que a Corte já recebeu

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.