big brown_

Posted: July 11, 2011 in José Bomfim_blog do brown

No Blog do Brown

A presidente Dilma Rousseff passou meses negociando a montagem de seu ministério antes de tomar posse, no dia 1º de janeiro. São 37 os auxiliares diretos da 1ª presidente do Brasil, entre eles ocupantes de secretarias, órgãos especiais e os ministérios propriamente ditos.
Em menos de um mês caíram dois ministros, suspeitos de levar ou facilitar propinas. O primeiro foi Antônio Palocci (em 7 de junho), que já tinha experiência nesse tipo de queda. Caiu no governo de Lula. Agora, cai Alfredo Nascimento.
Quem será o próximo?
Estarrecida, parte da população – pelo menos aquela que ainda mantém o senso crítico – vê políticos suspeitos de crimes serem colocados para fora do ministério e voltarem para o Congresso debaixo de aplausos e discursos emocionados dos representantes do governo. E vão para o Congresso como se tivesse cumprido uma atividade heróica. O Ministério Público, tão cioso e vigilante em outras oportunidades, nada faz. E o cidadão comum honesto também não vê nenhum movimento no Superior Tribunal de Justiça nem no Supremo Tribunal Federal, altas cortes que se não forem provocadas permanecem em inércia.
A presidente Dilma tem a grande chance histórica de moralizar o governo e dar um basta em doar ministérios – como Lula fez – para políticos interessados apenas em ficarem bilionários.
Se Palocci já havia espantado a nação se enriquecendo velozmente sem justificativa séria, que pudesse ser dita aos quatro cantos, tomou um choque ao saber que o filho do ministro Alfredo Nascimento (Transportes), Gustavo de Morais Pereira faz de Palocci “fichinha” ou seu pai é do tipo que faz (leia completa)
.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google photo

You are commenting using your Google account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

Connecting to %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.